quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Cientistas resolveram o MISTÉRIO DAS "ROCHAS ANDANTES" do Vale da Morte.

MISTÉRIO “rochas andantes” do Vale da Morte



Por décadas, o mistério das rochas andantes do Vale da Morte, nos EUA, intrigaram visitantes e cientistas. Pedras que pesavam até 340 kg estavam se movendo por conta própria, deixando rastros na areia. Mas ninguém nunca havia visto as rochas enquanto elas se moviam, apenas observado sua trilha e que elas não ficavam no mesmo lugar por muito tempo. Isso, claro, causou especulações: será que eram humanos que moviam as rochas? Aliens? Algum fenômeno natural desconhecido?
Apostando na última hipótese, cientistas resolveram monitorar a região.

“Esperávamos ter que esperar dez anos antes de ver algo se movendo, mas com dois anos de pesquisa, tivemos a sorte de testemunhar pessoalmente o fenômeno”, contou o paleobiologista Richard Norris, da Universidade da Califórnia em San Diego, ao Review Journal.

Com isso eles conseguiram reunir dados sobre o movimento e concluir que o segredo para as rochas andarem no lugar mais quente dos EUA é o gelo. Em noites frias, camadas de gelo são formadas nas proximidades da rocha. À medida em que elas vão derretendo e se tornando mais finas, ventos conseguem movê-as. E esses pedaços de gelo encostam em rochas, movendo os minerais para frente.



MISTÉRIO DAS "ROCHAS ANDANTES" do Vale da Morte.


Richard Norris e seu primo, James Norris, co-autor do estudo, foram os primeiros a testemunhar o fenômeno. James fez até um vídeo usando as fotos que tirou no Vale da Morte, para provar o que estava acontecendo.

O estudo foi publicado no PLOS One. [Galilleu]

Nenhum comentário:

Postar um comentário