quinta-feira, 7 de novembro de 2019

VIAJEM INESQUECÍVEL. Veja 25 fotos dos mais lindos cenários da Patagônia.


Lagos, montanhas e geleiras que compõem cenários deslumbrantes e bem marcados pela natureza selvagem. Podiam ser as paisagens do território do Alasca, nos Estados Unidos, ou até mesmo dos países nórdicos da Escandinávia. Mas estão muito mais perto do que podemos imaginar, em um lugar privilegiado da América do Sul. Trata-se, afinal de contas, da exuberante Patagônia.
Ocupando um território predominantemente argentino, mas que também divide parte de seus encantos com o Chile, a região é considerada como um dos lugares mais lindos do mundo, sendo fortemente procurado pelos turistas em nosso continente graças a seus lugares propícios à prática de turismo de aventura, tais como esqui, trekking e escaladas. Do lado da Argentina, cidades como Bariloche, Ushuaia, El Calafate e Villa La Angostura oferecem uma boa rede hospitaleira, enquanto que o chileno é repleto dos cenários indescritíveis dos Lagos Andinos e do parque Torres del Paine.

Pra inspirar a viagem até o lugar, que tal dar uma olhadinha na nossa seleção de fotos especiais da Patagônia, cheia de paisagens naturais e da vida selvagem de animais como pinguins e cavalos? Muito mais do que um lugar para visitar ao menos uma vez na vida, uma visita até a região com certeza terá o poder de mudar a sua vida!
Veja 25 fotos dos mais lindos cenários da Patagônia
Apaixone-se por um dos destinos mais incríveis da América do Sul
Com áreas de cenários naturais impressionante e paisagens típicas de inverno, a Patagônia é considerada como um dos destinos mais bonitos do planeta. Por aqui, é fácil encontrar montanhas de picos nevados, lagos de águas leitosas em tons de azul, verde a até mesmo cinza. Suas trilhas revelam a presença de animais selvagens e típicos da região
1. Patagônia, no Chile



Com áreas de cenários naturais impressionante e paisagens típicas de inverno, a Patagônia é considerada como um dos destinos mais bonitos do planeta. Por aqui, é fácil encontrar montanhas de picos nevados, lagos de águas leitosas em tons de azul, verde a até mesmo cinza. Suas trilhas revelam a presença de animais selvagens e típicos da região


2. Patagônia, Argentina



Na fronteira entre o Chile e a Argentina, ocupando majoritariamente o território dos hermanos, a Patagônia fica ao sul da Cordilheira dos Andes e caracteriza-se pelo clima frio, com temperaturas que variam de 10ºC no verão e podem chegar até -10ºC no inverno

3. Pinguins, Patagônia



Na região leste da Patagônia, o Oceano Atlântico é demarcado por correntes antárticas que a tornam ricas em espécies marinhas como pinguins, focas e baleias. Os pinguins-de-Magalhães, aliás, ficam majoritariamente na Área Natural Protegida Punta Tombo para resguardar seus ninhos de predadores, proteger seus filhotes e se reproduzirem
4. Cavalos na Patagônia



Na região dos Andes chilenos, uma das atividades mais procuradas pelos visitantes da Patagônia são os passeios a cavalo, que percorrem suas trilhas montanhosas. A cidade de San Martín de Los Andes é uma das mais procuradas para esse tipo de atividade
5. Entardecer na Patagônia



As paisagens cênicas da Patagônia estendem-se por uma área de um milhão de quilômetros quadrados entre os territórios chileno e argentino. Suas montanhas, rochas e lagos atraem turistas do mundo inteiro, entre casais apaixonados, famílias e mochileiros
6. Patagônia



Há várias facetas dentro da Patagônia. Muito mais que um destino de inverno repleto de montanhas e geleiras, a região também é muito atraente no verão, quando a procura por trilhas, canoagem e pescas aumenta. Há, também, pousadas de charme e bons restaurantes para entreter os turistas que passeiam pelas cidades locais

7. Geleiras na Patagônia



Um dos cenários mais famosos da Patagônia são as suas geleiras. A pequena cidade de El Calafate, por exemplo, abriga cenários espetaculares e muito procurados pelos visitantes. Entre elas, destaca-se o Glaciar Upsala, localizado no Parque Nacional Los Glaciares, e o Glaciar Perito Moreno, tombado pela Unesco
8. Patagônia



O nome Patagônia é, na verdade, uma variação da palavra patagão, nome usado no passado para designar o povo nativo da região, conhecidos por serem muito altos. Acredita-se que essa denominação tenha sido utilizada pela primeira vez pelo navegador português Fernão de Magalhães que, durante uma expedição em 1520, teria se impressionado com a altura de seus habitantes, visto que os europeus eram bem mais baixos
9. Patagônia



Os ventos estão por todos os lugares na Patagônia e estão entre as características mais fortes da região. Estradas rústicas são convidativas à prática de trekking e pedem um tempo considerável para serem exploradas
10. Queda Dágua na Patagônia



Do lado da Patagônia chilena, a floresta de Huilo-Huilo já ganhou o apelido de "encantada" pelos visitantes e moradores da região. Aqui, é possível encontrar vulcões nevados, rios, lagos, bosques e até cachoeiras - paisagens que destoam um pouco das geleiras e montanhas que marcam sua identidade
11. Tierra del Fuego, Patagônia



Apelidada como Terra do Fogo graças aos navios estrangeiros que, no passado, avistavam a fumaça de fogueiras dos povos nômades, a região onde se localiza a cidade argentina de Ushuaia é o ponto de partida ideal para visitar a Antártica no Polo Sul. Ou seja: ela é um convite para o que os exploradores chamam de "fim do mundo". Localizada junto ao Canal de Beagle, ela é considerada uma das regiões mais frias do planeta, com temperaturas que dificilmente ultrapassam a marca de 10ºC
12. Geleira Perito Moreno, El Calafate, Argentina



Localizada a 80 km da cidade de El Calafate, a três horas de avião da capital Buenos Aires, a geleira Perito Moreno é uma das principais atrações do Parque Nacional Los Glaciares e foi tombada como Patrimônio Mundial da Unesco em 1981
13. Patagônia - Argentina



Partindo de El Calafate, é possível optar por diversas opções de passeios pela região das geleiras de Perito Moreno. Essa é, inclusive, a geleira mais famosa da região da Patagônia argentina graças à facilidade de acesso, feito a partir de passarelas
14. Perito Moreno, na Patagônia



A geleira de Perito Moreno é nada menos do que a terceira maior área congelada do planeta e possui uma taxa de crescimento de cerca de 2 metros por dia, totalizando 700 metros por ano. Por aqui, é comum ver turistas caminhando por suas plataformas de observação, que oferecem uma visão privilegiada da região
15. Glaciar Perito Moreno, Patagônia Argentina



Com 31 quilômetros de extensão e 4 quilômetros de profundidade, a região onde se localiza o glaciar Perito Moreno é cercada por passarelas, de onde é possível ver seus cenários. Os barcos que realizam passeios pelo local chegam a até 100 metros de distância das grandes plataformas de gelo
16. Com 250 quilômetros quadrados e altura de 60 metros, Perito Moreno é a geleira mais famosa da Patagônia e considerada Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco



Ao todo, a geleira Perito Moreno ocupa uma área de 250 quilômetros quadrados e possui 60 metros metros de altura. Daqui, é possível ver espetáculos de ruptura de gelo, que provoca verdadeiros estrondos
17. El Calafate, Patagônia Argentina



A cidade de El Calafate, na Patagônia argentina, fica localizada às margens do Lago Argentino e oferece uma ótima estrutura aos visitantes, com bons hotéis, restaurantes, bares e lojinhas. Isso fez com que os viajantes brasileiros a apelidassem como a Campos do Jordão da Argentina. Além disso, ela é frequentemente visitada por alpinistas graças às suas montanhas
18. A cordilheira se ergue imponente no Parque Nacional Torres del Paine, na Patagônia.



Do lado da Patagônia chilena, a principal atração turística é o Parque Nacional Torres del Paine, tombado pela Unesco desde 1978. Localizado a 110 quilômetros ao norte da cidade de Puerto Natales, de onde é possível acessá-lo, ele guarda torres de granito que atraem escaladores do mundo inteiro
19. Parque Torres del Paine, na Patagônia chilena



Considerado como o mais belo parque do país, o Torres del Paine é cercado por um grande conjunto de montanhas. Seus picos foram formados durante os últimos anos da era glacial, formando uma região montanhosa independente dos Andes
20. Torres del Paine, Patagônia



No entorno do Parque Torres del Paine, é possível encontrar um grande conjunto de geleiras, dentre as quais destaca-se a Grey, cercada pelo lago homônimo. Os lagos daqui, aliás, possuem águas em tons de azul e verde com um aspecto leitoso, decorrente da alta carga de minerais de suas encostas
21. Lago Pehoe, Patagônia



Dentro do complexo do Parque Torres del Paine, no Chile, é possível se deparar com a paisagem cênica do Lago Pehoe. Com uma superfície de aproximadamente 22 km², ele também dá o nome a uma pousada simples e charmosa em suas margens
22. Lago Llanquihue e vulcão Osorno ao fundo na cidade de Puerto Varas, na Patagônia Chilena, Chile



A cidade de Puerto Varas, localizada na região dos Lagos Andinos, no território da Patagônia chilena, é o lar do Vulcão Osorno e do Lago Llanquihue. Esse último, aliás, tem uma elevação em sua superfície de aproximadamente 70 metros e ocupa uma área de 860 km². Ele é considerado o segundo maior lago do Chile, atrás apenas do Lago General Carrera
23. Vila de El Chaltén, na Patagônia, Argentina



A atmosfera simples de El Chaltén, na Argentina, é uma herança dos fazendeiros que habitavam boa parte da região. Por aqui, turistas aventureiros e montanhistas se arriscam por seus cenários para praticar esportes de aventura. Não é raro, aliás, encontrar um grande número de mochileiros percorrendo o entorno de suas lagoas de águas leitosas e azuis
24. Vila de El Chaltén, na Patagônia, Argentina



El Chaltén é cercada por uma grande cadeia de montanhas, classificadas entre as mais difíceis de serem escaladas no planeta. Isso tudo se deve a suas condições climáticas instáveis, trechos cobertos de gelo e crostas que se soltam com facilidade. Ou seja: para se arriscar por aqui, é preciso ter muita experiência no esporte e uma boa dose de coragem (Divulgação/Divulgação)
25. Vila de El Chaltén, na Patagônia, Argentina




Além de grandes montanhas, a região de El Chaltén tem bons trechos para a prática de trekking, cercada por vales e de onde é possível avistar várias espécies de aves e mamíferos, tais como raposas, patos e até os selvagens pumas

Nenhum comentário:

Postar um comentário