quarta-feira, 23 de março de 2016

Vantagens da Fé Inteligente...



São inúmeras. Mas a principal está relacionada à conquista e
 preservação da Salvação eterna da alma.
Quantos têm começado bem na fé, porém, com o decorrer do 
tempo desanimam?
Quantos nadam, nadam e, infelizmente, morrem na praia?
Por quê? Porque, de uma forma ou de outra, foram 
influenciados por algum sentimento. Seja sentimento de frieza 
espiritual, sentimento de mágoa de um irmão, sentimento de 
culpa, sentimento de dúvida, sentimento de desprezo, enfim, 
uma infinidade de sentimentos que nada têm a ver com a fé 
bíblica.
Fé bíblica trata apenas do que está escrito na Palavra de Deus. 
Se você sente amor, ódio, vontade de obedecer ou desobedecer
, não importa. O que vale é o que está escrito. Quer dizer: não 
tem nada de sentimentos.
O que Deus falou ou fala tem de ser obedecido, 
independentemente se a gente gosta ou não, se sente ou não…

Tem sido um gravíssimo erro associar sua fé tão rica, tão 
preciosa, tão valiosa com sentimentos tão mesquinhos como 
os do coração corrupto, desesperadamente corrupto. Seria 
como se você vestisse a roupa mais linda deste mundo e saísse 
pelos pântanos a pegar caranguejos…
Através do profeta Isaías, o Senhor PROMETE:
Repousará sobre Ele (Jesus) o Espírito do SENHOR, o

Espírito de sabedoria e de entendimento, o Espírito de

conselho e de fortaleza, o Espírito de conhecimento e de

temor do SENHOR. Isaías 11.2

Onde estão sentimentos de alegria ou tristeza; amor ou ódio; 
pesar ou desprezo nesse Texto Sagrado? Pelo contrário, Deus e
Sabedoria, é Entendimento, é Conselho, é Fortaleza, é 
Conhecimento e é Temor!

Na igreja “sente-se” quente na fé e lá fora sente frieza. Quer 
dizer: a pessoa que vive uma fé na base do que sente ou deixa 
de sentir prova que sua fé depende do sentir, não da 
obediência à Palavra de Deus. Significa que o fiel nunca nasceu
 do Espírito.
Através do profeta, o Senhor disse para Israel:

E dar-vos-ei pastores segundo o Meu coração, os quais vos apascentarão com ciência e com inteligência. Jeremias 3.15

Nenhum comentário:

Postar um comentário