sábado, 14 de junho de 2014

SERA VERDADE MESMO? Web afirma que o suco de limão com bicarbonato de sódio é a cura definitiva para o câncer.


Bicarbonato de Sódio e suas mil e uma utilidades

Texto que circula pela web afirma que o suco de limão com bicarbonato de sódio é a cura definitiva para o câncer. Mas será que essa história é real? Veja o que descobrimos!

A notícia é de 2010! Mas todo ano recebemos e-mails com a grande descoberta da ciência: limão com bicarbonato de sódio é a cura das células cancerígenas.
O texto afirma que a mistura milagrosa é 10.000 vezes mais forte do que a quimioterapia e que isso só não é divulgado por causa de grandes organizações, que estariam segurando a informação até que conseguissem a versão sintética do produto para, assim, obterem grandes lucros para a indústria farmacêutica.
Analisando o texto



Limao com Bicarbonato de Sódio cura o câncer?

Sabe aquele ditado dizendo que quando a esmola é muito grande, até o santo desconfia? Então… Tai no texto o teor que faz jus ao ditado. Uma solução tão simples como essa e ninguém divulga? Impossível!

O “artigo” possui várias características de um boato:
Cita nomes de empresas para ter mais credibilidade
Trata de um assunto que chama a atenção do leitor (no caso, sua saúde)
É confuso e incoerente em alguns trechos
Dá a entender que se trata de alguma conspiração (das organizações farmacêuticas)
Pede para ser repassado

Esse texto falso se parece muito com outro que já pesquisamos aqui no E-farsas há alguns anos. Na época, fomos atrás da corrente que afirmava que a folha da graviola seria a cura para o câncer. Perceba que em ambos os textos afirmam que o produto é 10.000 vezes mais forte que a quimioterapia.

Se a quimioterapia já possui tantos efeitos colaterais, imagine um remédio caseiro que possua 10.000 vezes mais “força” que um tratamento convencional.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer, “o câncer é um conjunto de mais de 100 doenças que têm em comum o crescimento desordenado de células que invadem os tecidos e órgãos, podendo espalhar-se (metástase) para outras regiões do corpo”.

O INCA também explica existem vários tipos de câncer, pois temos diversos tipos de células em nosso corpo. Cada tipo de câncer é tratado de uma maneira diferente.

Portanto, é muito difícil que seja descoberta uma única cura para todos os tipos de cânceres existentes.

Em certo trecho do texto, o autor afirma que:

“…Esta planta é um remédio comprovado contra o câncer de todos os tipos e o bicabornato vai mudar o Ph do seu organismo.”
É comprovado por quem? Até esse trecho, ainda não sabemos.
Onde estão os links ou documentos que atestem tais estudos?
E o “bicabornato”, como ele muda o tal do Ph do organismo?
É bom mudar o Ph do nosso organismo?

É importante ressaltar que a adição do bicarbonato de sódio só existe na versão em português dessa corrente! Na versão em francês e na em inglês, por exemplo, o boato menciona apenas o suco do limão.



O Bicarbonato de Sódio só aparece na versão em português!
Mais adiante, um parágrafo chama a atenção:

“Alguns dizem que é de grande utilidade em todas as formas de câncer.”
Ah! Tá explicado! Alguns dizem… Então, tá bom. Só porque alguns dizem, vamos acreditar!
O autor ainda dá mais uma enchida de lingüiça, descrevendo as maravilhas do consumo da fruta, que vão desde propriedades antibacterianas a curas e prevenções contra infecções e etc.
O consumo de frutas é salutar, isso não se pode negar. Mas a cura de um câncer? Aí já é demais!
Finalmente, o autor revela a fonte de sua descoberta – que até então somente ele detinha essa informação e a está lhe repassando assim, de graça. Segundo ele [o autor], quem lhe teria passado essa notícia seria um dos maiores fabricantes de remédios do mundo.
O parágrafo diz:
“A fonte desta informação é fascinante: ela vem de um dos maiores fabricantes de remédios do mundo, que afirma que depois de mais de 20 testes de laboratório realizados desde 1970, ficou provado que o extrato”Ué! Se o tal segredo não foi revelado até hoje por causa das grandes corporações, esse “um dos maiores fabricantes” não estaria no meio delas?
E ainda, será que desde 1970, o tal fabricante conseguiu fazer apenas 20 testes de laboratório? Já são mais de 40 anos. Uma média de 1 teste a cada 2 anos!
Seguindo o texto, o autor afirma que o extrato do limão feito em laboratório cura 12 tipo de câncer. No começo, a descoberta curaria todos os tipos. Só para lembrar, existe um pouco mais de 12 tipos da doença.
E para encerrar, o autor desse hoax fecha com chave de ouro seu texto falso:
“…E o que é ainda mais surpreendente: este tipo de terapia, com o extrato do limão e bicarbonato, destrói apenas as células malignas do câncer e não afeta as células saudáveis.”
No trecho acima, podemos notar a total ignorância de alguém que sequer imagina como os diversos tipos de células cancerígenas se comportam no organismo. Como mostramos lá no começo desse post, são inúmeros os tipos de câncer e também são muitas as fases e os estágios da doença.
O texto falso é encerrado com um nome de uma empresa e um endereço:
“Instituto de Ciências da Saúde, L.L.C. 819 N. Charles Street Baltimore, MD 1201.”
O tal instituto realmente existe, no entanto, não há nenhuma comprovação de que os estudos da entidade foram publicados em algum órgão sério de saúde no mundo. O site do Instituto de Ciências da Saúde promove e incentiva a automedicação através de remédios alternativos. Para isso,
o instituto vende (dentre vários outros) seu livro intitulado “Como Lutar Contra o Câncer e Vencer”.
No rodapé do site da instituição há um aviso.
“[...]Os leitores devem consultar profissionais de saúde adequados sobre qualquer assunto relacionado à sua saúde e bem-estar.”
A diretora do Instituto, Jenny Thompson, não possui nenhuma formação médica. Sua profissão: Jornalista. Não estou desmerecendo a profissão, mas acredito que um instituto de ciências deveria ser dirigido por alguém da área.

Estudo com frutas cítricas
Em março de 1999, a BBC News publicou um artigo sobre um congresso organizado pela American Chemical Society, onde vários cientistas mostraram suas pesquisas a respeito da influência benéfica no paciente com câncer tratado a base de limonóides. Porém, os pesquisadores apenas realizaram testes em camundongos e precisam de autorizações para descobrir se o composto realmente irá produzir os mesmos efeitos anti-câncer no corpo humano.



O perigo dos tratamentos alternativos


De acordo com o US National Library of Medicine, um acompanhamento feito em 2006 com 33 pacientes diagnosticados com câncer de mama revelou que:
Dos 11 pacientes que se recusaram a cirurgia, 10 apresentaram progressão da doença
Dos 3 pacientes que se recusaram a amostragem adequada nodal, 1 teve recorrência nodal.
Dos 10 pacientes que se recusaram procedimentos de controle local, 2 desenvolveram recidivas locais e 2 morreram de doença metastática. Ao recusar-se a quimioterapia, 9 pacientes aumentaram a sua taxa de mortalidade estimada de 10 anos de 17% para 25%.

























Outro estudo mais recente – realizado em 2011 -, mostrou que de um total de 61 pacientes que optaram por tratamentos alternativos, houve progressão da doença em 52 pessoas e 12 morreram.




Conclusão


A história é falsa! O limão com bicarbonato de sódio não acaba com o câncer. Existem, sim, estudos sérios envolvendo o uso de frutas cítricas no combate à doença, mas a sua cura ainda está longe de ser descoberta, infelizmente.


De qualquer maneira, se alguém quiser fazer o teste, faça! Mas não deixe de lado os tratamentos convencionais.
Sites pesquisados:
Instituto Nacional de Câncer
Jenny Thompson
Instituto de Ciências da Saúde
BBC News
Versão da corrente em francês
Versão da corrente em inglês
US National Library of Medicine
Estudo realizado em 2011 sobre tratamentos alternativos

15 ALIMENTOS que você compra uma vez e replanta para sempre.





AO invés de gastar dinheiro toda vez que vai ao mercado, que tal plantar alguns alimentos em casa mesmo? O bolso agradece, além de fazer bem para a saúde e a natureza. Saiba agora como criar uma mini-horta:



Manjericão

Se você gosta de uma boa pizza e um bom molho, certamente na sua casa não falta manjericão. Para garantir o manjericão do ano inteiro, escolha as hastes mais bonitas e separe três, deixando-as num tamanho entre 10 e 15 cm. Retire as flores e folhas da parte inferior e, na superior, deixe apenas algumas. Coloque-as num copo de vidro com água até a metade (a água deve ser trocada de dois em dois dias) e mantenha no sol. Quando as raízes chegarem a 2 cm, troque o copo por um vaso médio ou grande para que a erva tenha espaço para crescer.

Cebolinha

Plantar cebolinha é fácil e rende muito! Num copo de água, coloque a cebolinha com a parte branca para baixo, deixando o pedaço verde para cima. A água deve cobrir cerca de 2,5 cm da parte branca e a verde deverá permanecer seca. É importante trocar a água todos os dias e deixá-la num local onde bata sol. Pronto, agora é só esperar alguns dias.

Alecrim

Faça o mesmo procedimento do manjericão. Depois que os galhos estiverem maiores, replante num vaso com uma mistura de 2/3 de areia e 1/3 de terra e mantenha no sol. É importante que o vaso tenha furos na parte inferior para absorver a água. Atente-se para cortar os galhos quando necessário.

Hortelã

Utilize o mesmo procedimento do manjericão e do alecrim. Depois de alguns dias, replante num vaso maior e que absorva água. A folha precisa de muita água, caso contrário você não conseguirá colher a erva.

Alho



Replantar o alho é bem trabalhoso, mas podemos utilizar as folhas do bulbo de uma maneira bem fácil. Num recipiente de vidro com água, coloque os dentes de alho e utilize as extremidades dos brotos para temperar batatas, húmus e qualquer tipo de salada.

Alface

Plantar alface-romana também não tem muito segredo. Numa vasilha com água, coloque a cabeça do alface (aquela que sempre jogamos fora). Troque a água constantemente. Em alguns dias, estará pronto para colher.

Aipo (salsão)

Para aqueles que vivem na dieta, será uma economia e tanto. Numa vasilha funda e com água, coloque o talo com média de 5 cm. Deixe num local ensolarado, troque a água todos os dias e regue também a planta para não a deixar ressecar. As folhas brotarão em tom amareladas e depois ficarão verdes. Depois que as folhas brotarem, em torno de sete dias, passe para um vaso com terra e furos para não acumular água.

Acelga

Utilize a raiz e faça o mesmo procedimento do aipo.

Alho-poró

Num recipiente com água e não muito fundo, coloque o talo com uns 5 cm de raiz. Não deixe que a água seque nem evapore. Após criar raízes, replante num vaso com terra.

Erva-cidreira

Deixe em torno de 5 ou 6 talos na água até que crie raízes. Depois disso, passe para um vaso com terra. Mantenha em lugar arejado e que bata sol e regue todos os dias.

Cebola

Com a extremidade da cebola, aquela parte que jogamos fora, faça o mesmo procedimento dos demais alimentos que citamos acima: coloque numa vasilha com água e, depois de alguns dias, quando aparecerem as raízes, passe para um vaso com terra ou plante diretamente na terra em local aberto.

Cenoura



Também não é preciso replantar, pois podemos utilizar apenas as folhas que são muito nutritivas. Num recipiente com água até a metade, coloque a parte superior da cenoura (aquela que você geralmente joga fora). Em 15 dias, as folhas começarão a brotar. Você poderá utilizá-las em sopas, saladas e até em sucos.

Pimentas

Escolha um local ensolarado e plante-as com uma profundidade entre 30 e 40 cm. É importante regá-las constantemente. Lembre-se de que a melhor época para a plantação de pimentas é no final da primavera.

Batata-doce

Fure a batata-doce com um palito de churrasco, coloque-a num copo com água e utilize o palito para que ela fique suspensa (metade na água e metade fora). A água deve ser trocada diariamente e o copo deverá ser mantido em local que bata luz. Tenha paciência, pois as mudas germinam depois de algum tempo. Depois disso, plante as mudas num vaso com terra bem espaçoso.

Abacaxi
Utilize a coroa e a base que fica presa na casca, colocando-as num copo com água, a qual deverá ser trocada todos os dias. Depois disso, algumas mudas aparecerão e deverão ser plantadas num vaso com terra. Neste período, a quantidade de água deve ser dosada, ou seja, a terra não pode fica nem muito encharcada nem seca. Tenha paciência, pois depois de meses as folhas velhas serão substituídas por novas. Um ano depois, a planta deve ser removida para um vaso maior do que o anterior para facilitar a drenagem. Siga o cultivo de maneira tradicional, com bastante água e luz. Aguarde!Texto escrito por Natália Nocelli da Equipe Eu Sem Fronteiras.

BICARBONATO DE SÓDIO...Em campo mais uma vez a estrêla do espetáculo, quero dizer Bicarbonato de sódio!



7 USOS DO BICARBONATO DE SÓDIO.


Imagem relacionada

Com o bicarbonato de sódio, você acaba com a gordura que se acumula no encanamento da pia

Encontrado em farmácias e supermercados, esse pó cristalino de custo baixo (em média R$ 1,30 o pacote de 80 g) ganhou fama por aliviar sintomas da má digestão. Quem sabe cozinhar também conhece seu poder mágico nas receitas de bolo: ele deixa a massa leve e fofinha. Mas sua utilidade vai muito além - veja só as aplicações em que o produto se revela eficaz para sua casa.
Para deixar panelas e assadeiras brilhando

Nem precisa esfregar: é só cobrir a região queimada com o bicarbonato, umedecer com água e deixar agir por duas horas - a mancha sai sem esforço. E ainda deixa a superfície brilhante. A técnica vale para vasilhas de alumínio, inox e vidro e também pode ser aplicada em torneiras.
Adeus, ralo entupido

Acabe com a gordura que se acumula no encanamento da pia da cozinha e pode causar entupimentos. É fácil: mensalmente, coloque no ralo 1/2 xícara (chá) de bicarbonato, seguido de 1 xícara (chá) de vinagre (branco ou vermelho). Espere a espuma da reação química diminuir e então enxágue com água quente.



Poderoso aliado para um carpete cheiroso

Se você tem animais de estimação em casa - ou pouca ventilação e luz natural - e o seu carpete anda com um cheirinho ruim, coloque o bicarbonato numa peneira grande e pulverize. Deixe agir por dez minutos e aspire (não use vassoura, apenas o aspirador, para evitar borrões brancos). Repita conforme a necessidade.
Bicarbonato como higienizador multiuso
O bicarbonato de sódio é um bactericida e você pode empregá-lo para lavar tábua de carne, cascas de frutas e legumes, pias, cesto de lixo e fogão. Assim como as esponjas usadas na lavanderia e na pia da cozinha e as escovas de cabelo. Faça a seguinte receita: 3 colheres (sopa) de bicarbonato e 1/2 colher (sopa) de hipoclorito de sódio em 1 litro de água. Deixe de molho por duas horas e enxágue.
Para deixar os tecidos claros de novo 




Com o tempo, panos de prato, roupas de cama, colarinhos de camisas e roupas brancas de algodão e linho acabam ficando com um tom meio amarelado, que não sai com lavagens simples e dá uma impressão de peças malcuidadas. Resolva o problema fervendo esses tecidos por uma hora. Para cada litro de água, acrescente 3 colheres (sopa) de bicarbonato de sódio e 1 colher (sopa) rasa de sal. Depois, enxágue bem em água fria corrente e seque normalmente. Já as lingeries brancas de náilon podem ser deixadas de molho por uns dez minutos em 1 litro de água com um 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio, depois da lavagem normal. Não enxágue e seque na sombra.
Bicarbonato de sódio deixa o banheiro sem mofo

Limpe a cortina de boxe e os azulejos do banheiro com bicarbonato de sódio em uma esponja molhada. O mofo sai com facilidade e demora bem mais a aparecer de novo, mesmo em casas de praia, onde a umidade favorece o problema. Funciona tão bem quanto aqueles produtos de limpeza caros, específicos para isso, com a vantagem de não ter o mesmo cheiro forte e ainda não custar caro.
Para ter uma geladeira limpinha

Evite aquele cheiro característico (e desagradável) mantendo uma vasilha com bicarbonato de sódio aberta em uma das prateleiras, num cantinho. Ele absorve os odores durante três meses. Após esse período, troque o produto para renovar suas propriedades de absorção. Você também pode usar bicarbonato de sódio num pano úmido a fim de finalizar a limpeza interna da geladeira e do freezer, pois essa técnica tem efeito bactericida.


Resultado de imagem para BICARBONATO DE SODIO FOTOS




sexta-feira, 13 de junho de 2014

SUCO DE MILHO VERDE É NUTRITIVO, e ajuda a reduzir glicose e colesterol

Suco de milho verde.

Imagem relacionada

Suco de milho verde é nutritivo e ajuda a reduzir glicose e colesterol.

Junho no Brasil - especialmente na Região Nordeste - é tempo de comemoração.

Santo Antônio, São João e São Pedro são as festas comemoradas nesse mês.

O período coincide com a safra de milho, o que faz com que as festas juninas tenham mesas repletas de comidas à base do cereal: bolos, pamonha, canjica...

São muitas as delícias que têm o milho como o ingrediente principal.

Infelizmente, hoje a produção de milho no Brasil é quase toda transgênica.

Mas procurando em mercados alternativos (como feirinhas de produtos orgânicos) você encontra milho não transgênico e, o melhor, sem pesticidas e outros venenos.

Vale a pena procurar o milho orgânico e até mesmo pagar mais por ele.

Quer bons motivos?
Lá vai...
O milho é um cereal muito nutritivo.



Ele é rico em aminoácidos como o triptofano e lisina, além de fósforo, magnésio, ferro, potássio, cálcio, vitaminas A, B1 e E, carboidratos, fibras e muitos outros nutrientes que são capazes de proteger o sistema reprodutor, tonificar os músculos do coração, garantir a potência sexual e ajudar o sistema digestivo.
Ele é antioxidante, ou seja, combate o envelhecimento, atua no sistema nervoso, diminui o colesterol.
O milho ainda previne a fadiga, pois é rico em carboidratos, uma excelente fonte de energia.
E quem sofre com prisão de ventre pode incluí-lo em seu cardápio, porque é rico em fibras e garante o bom funcionamento do intestino.
Procure consumir milho fresco, e não em conserva, que geralmente tem alto teor de sódio.

Em resumo, os principais benefícios do milho à saúde são:
a prevenção à ação dos radicais livres;
auxilio ao funcionamento do intestino;
redução dos níveis de colesterol;
redução dos níveis de glicose no sangue;
prevenção de problemas cardíacos;
fonte de betacaroteno, fibras e vitaminas;
ajuda a metabolizar gorduras de forma mais rápida;
prevenção de prisão de ventre.
O milho pode ser consumido de diversas formas: cozido, assado, como bolo, canjica, pamonha, polenta, cuscuz...
Uma receita simples e muito saborosa é o suco de milho verde.


Imagem relacionada


Vamos aprender a fazê-lo?

Ingredientes
. 6 espigas de milho verde
. 2 litros de água de coco (ou de leite de cereais)
. 3 1/2 xícaras (chá) de água
. Meia xícara (chá) de açúcar mascavo
Modo de preparo
1. Retire os grãos das espigas cortando com uma faca.
2. Coloque os grãos no liquidificador junto com 4 xícaras (chá) de água de coco e 1/2 xícara (chá) de água.
Bata até ficar uma mistura homogênea.
3. Passe pela peneira e coloque numa panela.
4. Adicione o açúcar e leve ao fogo baixo, sem parar de mexer, por 30 minutos ou até engrossar bem.
5. Deixe esfriar e bata novamente no liquidificador, junto com a água de coco e a água restantes.
Sirva gelado. 


Imagem relacionada








FILHOTE ABANDONADO COM RARA MALFORMAÇÃO ENCONTRA NOVO LAR (E PODERÁ SOBREVIVER)!

FILHOTE ABANDONADO COM RARA MALFORMAÇÃO ENCONTRA NOVO LAR (E PODERÁ SOBREVIVER)!




Eu nunca vi um cachorro como Pig e arrisco dizer que você também não.
Com uma rara doença de nascença, essa cadela é uma em um milhão por todas as circunstâncias que envolvem sua história. Ela foi encontrada ainda filhote numa floresta, abandonada pela mãe e dono.



O primeiro veterinário que a examinou recomendou sacrifica-la, pois para ele era a única forma de acabar com o sofrimento da pobrezinha.
Kim Dillenbeck não deu ouvidos e decidiu que as deformações de Pig não seriam suficientes para fazer com que ela desistisse de adotar o animal. Acompanhe essa bela história.

Essa é uma das primeiras fotos de Pig, ainda filhote quando foi encontrada na floresta:

Não fosse os cuidados de Kim, essa cadela certamente teria morrido muito cedo.


Porque existe algo diferente em Pig…
A espinha dela é incompleta… algumas vértebras estão ligadas e outras retorcidas.

Ela também não tem algumas costelas. Suas articulações e quadril estão em posições erradas.

Dificilmente Pig conseguirá mais peso…

… ou fortalecimento de músculos.

Mesmo com a malformação os especialistas acreditam que ela ficará bem em seu novo lar…

Principalmente porque lá ela encontrará amor.

A atitude de Kim em cuidar de Pig é de incrível bondade, porque se não fosse isso a cadela teria sido sacrificada sem necessidade.
Pode parecer clichê, mas as aparências podem enganar. Até mesmo quando se trata animais.

MUDE SEMPRE. ATÉ A ULTIMA GOTA. NÃO MATA





Mudar provoca desconforto porque o processo de mudança vai nos “obrigando” a olhar necessariamente para dentro. E olhar para dentro não é tarefa para qualquer um, não. Não mesmo. Quando começamos a olhar para dentro, começamos a perceber que todas as nossas atitudes ou a falta delas terão sempre consequências e começamos a entender que nada nos ajudará – muito pelo contrário – se continuarmos no processo de esquivas, desculpas, justificativas, mentiras e omissões para transferir o peso dessas nossas atitudes e as consequências delas para os ombros de outras pessoas ou para a roda da vida. Mudar implicar maturidade, maior responsabilidade conosco, com a vida que vivemos, com o outro e com tudo o que nos cerca. Sobretudo, mudar implica sermos capazes – seja de que forma for – de enfrentar e superar todo esse desconforto, toda a inquietude que a angústia do medo provoca – seja medo do novo, medo da aceitação ou da rejeição, medo do vir-a-ser, medo do não vir-a-ser, medo do salto, medo do susto, medo do “outro lado” e até mesmo medo da própria mudança e sermos capazes de transformar toda essa salada em coisas boas para nós, em aprendizados e em crescimento.

Imagem relacionada

Mudanças… transformações… são questões de escolhas e da capacidade ou incapacidade de cada um em promover essas escolhas. São também questões de coragem e ousadia e de um verdadeiro pertencer a si mesmo. Mudanças são as únicas coisas permanentes no mundo. Deixo o pensamento último com Sigmund Freud, novamente em “O Mal Estar na Civilização” (1996[1927-1931], vol XXI – Grifos meus): “Todos os tipos de diferentes fatores operarão a fim de dirigir sua escolha. É uma questão de quanta satisfação real ele – o indivíduo, o homem – pode esperar obter do mundo externo, de até onde é levado para tornar-se independente dele e, finalmente de quanta força sente à sua disposição para alterar o mundo…” E enfim, parafraseando Clarice… Mude sempre. Até a última gota. Não mata.

Resultado de imagem para mUDANÇAS FOTOS

Mudar é inerente à vida. De acordo com a ciência, biologicamente falando, toda célula do corpo humano se regenera em média a cada sete anos. Portanto, somos literalmente novas pessoas a cada sete anos mais ou menos. Mudamos também de idade, de lugares, de pensamentos, de sentimentos, de conceitos, de paradigmas, de representações e de visões de mundo durante toda a nossa vida. A mudança em nós, nos outros, em tudo o que nos cerca e na vida é fato. Acontece que essas mudanças externas e naturais pelo movimento próprio da vida são mais fáceis – ou menos complicadas de lidarmos – porque não podemos fugir da maioria delas. As maiores complexidades – e, por consequência, as maiores dificuldades – surgem quando falamos das mudanças subjetivas. Elas são mais difíceis porque estão atreladas a muitas representações também subjetivas desde a nossa infância e para realizarmos essas mudanças precisamos derrubar nossas resistências. Se conseguirmos derrubar as resistências – ou parte delas – elas nos levam a novas formas de ser, a novas subjetivações, nos tornando mais conscientes do enfrentamento dos nossos medos, das nossas dores, das nossas angústias e de tudo o que nos prende e tenta evitar que mudemos.

Esse enfrentamento, que é o próprio começo da mudança pode gerar conflitos, crises, dúvidas e, muitas vezes, vontade de permanecer no mesmo lugar. Temos que a resistência pode ser, ao mesmo tempo, fator de mudança e de permanência a um mesmo estado. Mas, se conseguirmos ir além, quebrar a resistência – ou que seja pelo menos, parte dela – enfrentar as angústias, as crises, o medo do salto e do novo, os sofrimentos e o caos que podem surgir dessa inicial desestabilização das coisas; o que pode surgir do outro lado, se estivermos mesmos dispostos a “pular o muro” são novos direcionamentos, novas visões e novas possibilidades. Lembro-me aqui de Nietzsche: “Eu vos digo: é preciso, às vezes, ter um pouco de caos dentro de si, para poder dar à luz uma estrela dançante.”

Resultado de imagem para mUDANÇAS FOTOS


Sempre que o assunto é mudança, não há como deixar de fora a intrínseca relação entre o carvão e o diamante natural, talvez umas das mudanças mais impressionantes encontrada na natureza. O diamante natural é a mudança, a coragem e a persistência do carvão sob a ação do tempo e de fortíssimas e altíssimas pressões e temperaturas. Ambos possuem a mesma composição. O que os difere é a maneira como esta composição está estruturada, ou seja, exatamente a estrutura promovida pela mudança. Assim somos nós. Se soubermos enfrentar as inúmeras pressões e se soubermos enfrentar e aceitar a mudança pelas altíssimas temperaturas – que podem ser todas as adversidades, dificuldades e adaptações que a vida traz em si e são inerentes a todo ser humano – poderemos nos estruturar de forma tal que o resultado será uma brilhante e belíssima pedra de diamante, que não pode ser riscada nem cortada por nenhum outro mineral ou elemento da natureza, exceto por outro diamante.
Cada um – se assim decidir e escolher – fará suas mudanças à sua forma, no seu tempo e ritmo. Freud já dizia em “O Mal Estar na Civilização” (1996[1927-1931], vol XXI): “Não existe uma regra de ouro que se aplique a todos: todo homem tem de descobrir por si mesmo de que modo específico ele pode ser salvo”. Sim, mudanças e transformações podem ser uma das muitas maneiras de sermos salvos. Salvos de que? Ah, Caetano Veloso disse muito bem certa vez: “Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é” (Dom de Iludir, 1982).

Imagem relacionada

 Cada um de nós precisamos nos salvar todos os dias… de nós mesmos, de nossas intempéries, de nossas ilusões, de nossas veladas e não assumidas – às vezes sequer reconhecidas ou até negadas – vitimizações, de nossos conflitos que nos apavoram e de uma melhor maneira de lidarmos com eles, de nossas meias verdades, de nossas inteiras mentiras, de nossos medos, de nossas parcas visões, de nossas considerações enviesadas e de nossas caquéticas certezas atravessadas pelo nebuloso opaco ou obstáculo que impomos aos nossos olhos. Sim, para o espanto de muitos e a aversão de outros tantos – que os céus os protejam – todos somos seres imperfeitos e, com as devidas graças, insatisfeitos também – não muito, mas o necessário para nossas buscas e descobertas, para novas perspectivas, novos olhares, novos saberes, novos sabores, novos anseios e… mudanças.

Mudar, ir em direção ao novo, à novas formas de ser e de estar no mundo não é tarefa das mais fáceis, mas plenamente possível a quem decide começá-la. O novo, o desconhecido, aquilo que não sabemos – e, por vezes, nem queremos saber, mesmo sabendo – provoca angústia, medo, sofrimento e, não raro dor. Mudar (de verdade) provoca desconforto porque mudar é, entre tantas coisas, mexer e remexer, alterar a ordem, sair da zona de conforto, dar a cara a tapa, desnudar-se, desvendar-se – com a possibilidade de desvendar o outro e o mundo também, desaprender para aprender de novo, ir ao encontro de – na maioria das vezes, ir de encontro a – dúvidas, incertezas, perguntas sem respostas, inesperados, dores passadas e presentes, angústias de ser, estar e existir, lugares escuros dentro e fora de nós e, não obstante, ir de encontro também a muitas dessas mesmas questões em relação aos que convivemos e mantemos algum tipo de vínculo relacional







quarta-feira, 11 de junho de 2014

ACHARAM QUE SERIA MAIS UM PEDIDO DE ESMOLA.


ACHARAM QUE SERIA MAIS UM PEDIDO DE ESMOLA

 Por admin | Amor, Atitude, Pessoas inspiradoras

Um homem sujo, solitário aparece em um terminal de ônibus segurando uma placa pedindo um abraço. As pessoas passam por ele e nada acontece, sozinho, esquecido pela sociedade ele segue mostrando a placa esperando que alguém lhe ofereça atenção.


Resultado de imagem para ACHARAM QUE SERIA MAIS UM PEDIDO DE ESMOLA fotos

O mesmo homem sobe em um ônibus e começa a dizer aos passageiros que não deseja dinheiro, mas sim um abraço. O discurso é emocionante, mas ninguém se aproxima dele para abraçá-lo. 


Imagem relacionada

Mas…
Independente de qualquer religião, o importante é ser útil enquanto há vida e compartilhar o bem com outras pessoas! Com tanta maldade o mundo está carente disso, de pessoas assim… Faça a diferença você mesmo!