segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Cinegrafista filma tornado de fogo na Austrália, No Brasil também acontece...






Cinegrafista filma tornado de fogo na 


Austrália. Veja o vídeo...

O tornado foi registrado por um cinegrafista na Austrália
O tornado foi registrado por um cinegrafista na Austrália Foto: 
Reprodução


Um cinegrafista de 52 anos registrou imagens fascinantes de um tornado de fogo em Alice Springs, na Austrália. O fenômeno é um dos mais raros da natureza. Chris Tangey filmou o redemoinho de 30 metros de altura a apenas 300 metros de distância, segundo reportagem publicada nesta segunda-feira no jornal britânico Daily Mail.
O tornado ocorre quando uma coluna de ar quente subindo entra em contato com algum foco de incêndio no chão. Esses redemoinhos normalmente duram cerca de dois minutos. Mas o fenômeno registrado por Tangey chegou a durar mais de 40 minutos.
— Ouvi um homem gritando ‘que diabos é isso?’ e, quando me virei, vi um redemoinho de fogo de 30 metros de altura. O barulho era o de um avião caça nos céus— disse Tangey.
Além de raro, o fenômeno pode ser perigoso. Desta vez, ninguém ficou ferido. Mas registros históricos apontam que, em 1923, um turbilhão de fogo surgiu durante terremoto no Japão, matado 38.000 pessoas em apenas 15 minutos.


TORNADO DE FOGO, CHUVA NO RS E SECA NO RESTO DO BRASIL

A umidade relativa do ar chegou a 16% na tarde da terça-feira na cidade de São Paulo. Não chove há 19 dias e o acúmulo pluviométrico em agosto é de apenas 0,6 mm. A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) divulgou uma nova listagem que amplia para 70% dos municípios paulistas a proibição de queimar, a qualquer hora do dia, a palha proveniente da cana de açúcar. À relação inicial, que citava 389 cidades, foi adicionada uma ampliação de 67 cidades. No interior, Um raro tornado de fogo foi filmado no município de Araçatuba. O fenômeno foi causado pelo vento forte e seco que agrava os incêndios (reprodução Rede Globo).


O que aconteceu em Araçatuba não pode ser chamado de dust devil ou o tornado clássico. O primeiro é de poeira e o segundo não tem fogo. Os nomes em inglês são fire whirl, fire devil ou fire tornado. Preferimos esta última opção, a mais popular, detornado de fogo. Trata-se de um evento raro e que ocorre sob condições especiais. Eles se formam com o movimento ascendente do ar pelo calor (updraft) e pela convergência de vento resultante dos incêndios. Em regra, têm altura de 10 a 50 metros e um largura de poucos metros com pequena duração. Raros são os casos de tornados de fogo extensos e de longa duração. Veja um exemplo de um incrível tornado de fogo fotografado no exterior.


O Brasil Central segue seco e muito quente. Não chove há 90 dias em Brasília e os focos de fogo se proliferam no Distrito Federal. Em Minas Gerais, só nos primeiros 10 dias deste mês, houve 930 focos de incêndio, contra 484 no mesmo período de 2009. O fogo consome a Serra do Igarapé (reprodução O Estado de Minas).

Nenhum comentário:

Postar um comentário