quinta-feira, 16 de agosto de 2018

NÃO SE ENGANE, AINDA É TEMPO! TOP 5 coisas que são tão mortais quanto o cigarro, segundo a ciência.




O tabagismo é um dos hábitos menos saudáveis do mundo. Embora esteja caindo em uma taxa surpreendente no mundo, especialmente nos EUA, ele está sendo substituído por outros hábitos insalubres e quase tão mortais quanto o cigarro.

Abaixo você confere uma lista destes fatores, segundo informações da respeitada Business Insider:



– Solidão
O crescimento do uso das redes sociais e redução do contato pessoal levaram o ex-cirurgião-geral Vivek Murthy a rotular a solidão como uma epidemia mundial, o que pode ser fatal.

A professora de psicologia Julianne Holt-Lunstad, da Universidade Brigham Young, descobriu em sua pesquisa que a solidão reduz o tempo de vida das pessoas, o equivalente a fumar 15 cigarros por dia.






De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC) a privação do sono é um problema de saúde pública, uma vez que afeta cerca de 50 a 70 milhões de pessoas no país.

O professor Valery Gafarov, da Organização Mundial da Saúde (OMS), observou em 2015 que a insuficiência de sono aumenta o risco de derrame e ataque cardíaco em graus semelhantes ao consumo regular de cigarros.

“O sono ruim deve ser considerado um fator de risco modificável para doenças cardiovasculares, além de tabagismo, falta de exercícios e dieta ruim“, acrescentou.

4 – Bronzeamento artificial



O bronzeamento artificial pode até parecer uma versão mais controlada do banho de sol comum. No entanto, ambos são perigosos quanto fumar.

Em 2014, os pesquisadores determinaram por meio de um estudo publicado no periódico JAMA que o bronzeamento artificial levou a mais casos de câncer de pele do que o câncer de pulmão.

5 – Dieta insalubre


Imagem relacionada

Um grande corpo de evidências descobriu que alimentos açucarados e processados ​​ricos em gorduras saturadas podem aumentar os ricos de doenças potencialmente fatais a taxas semelhantes, se não maiores, do que fumar.


Imagem relacionada

Em 2016, por exemplo, pesquisadores estudaram os riscos de mortalidade causadas por dietas insalubres e concluíram que as taxas de mortalidade excederam as de álcool, drogas, sexo desprotegido e tabaco combinados.


PENSE, DECLARE SEU AMOR A VOCÊ MESMO!
PENSOU? 
DECIDA. TOME UMA ATITUDE, POLICIE-SE!
FAÇA A SUA FELICIDADE SE PROLONGAR (SAÚDE).
TODOS QUE CONVIVEM CONTIGO E TODOS QUE TE AMAM AGRADECEM!

Imagem relacionada


quarta-feira, 15 de agosto de 2018

TOP 6 das moedas mais valiosas do mundo.

TOP 6 das moedas mais valiosas do mundo...



O dinheiro, como conceito, é algo muito estranho. Normalmente, os materiais usados para produzi-lo, seja papel ou metais, velem apenas uma fração do valor que é impresso ou gravado em sua face. No entanto, por vezes, graças à raridade causada por acaso histórico, erros de cunhagem ou impressão, o dinheiro acaba valendo muito mais do que seu valor nominal.

Dito isso, na lista abaixo, publicada pela Mental Floss, você confere um TOP 5 com as moedas mais valiosas do mundo:



4 – Dobrão de Brasher: R$ 28 milhões




Ephraim Brasher foi um talentoso ourives que pediu permissão ao Estado de Nova York para cunhar um novo conjunto de moedas em cobre em 1787. Embora seu pedido tivesse sido negado, Brasher ignorou a decisão do estado e decidiu cunhar as moedas por conta própria, feitas principalmente de bronze. Uma delas foi um dobrão comprado por uma empresa de investimento de Wall Street, avaliada em R$ 28 milhões.

3 – Saint-Gaudens Double Eagle: R$ 28,7 milhões



Um homem chamado Augustus Saint-Gaudens apresentou aos EUA um projeto comercialmente complicado para a produção de uma nova moeda. Após algumas modificações, entre elas a cunhagem da frase “In God We Trust”, feita por Charles Barber, funcionário da Casa da Moeda, o Congresso apoiou a comercialização. Embora a moeda tenha passado pela produção, hoje é incrivelmente rara.

2 – 1933 Double Eagle: R$ 28,7



Um exemplo de uma moeda que tem seu valor devido a peculiaridades históricas é a Double Eagle de 1933, que, embora tenha sido cunhada, nunca foi divulgada publicamente. A história conta que à época Franklin D. Roosevelt impediu que cidadãos norte-americanos possuíssem ouro, em uma tentativa de acabar com a crise bancária que assolava os EUA na década de 1930. Cerca de vinte moedas “escaparam” e atualmente valem muito mais do que seu valor nominal, que era de apenas 20 dólares.

1 – Cabelos ao vento: R$ 37,7 milhões



Consegue imaginar uma moeda de apenas um dólar valendo quase R$ 40 milhões. Esse é a caso da primeira moeda de dólar emitida pelo governo federal dos EUA. Em 1794 e 1795, moedas de 10% cobre e 90% prata foram cunhadas pela recém-fundada Casa da Moeda Federal dos EUA. Trazendo o famoso busto da Liberdade, com cabelos fluidos, a lembrança histórica pesou mais do que o valor nominal da peça. Em janeiro de 2013, um dólar do tipo foi vendido por US $ 10 milhões.

[ Mental Floss ] [ Fotos: Reprodução / Mental Floss ]

segunda-feira, 13 de agosto de 2018

SAÚDE: "Hortelã": A melhor forma de recuperar a cartilagem dos joelhos e quadril.

PRECIOSA COLABORAÇÃO DE:

Miriam Guerrero compartilhou um link.








Ninguém merece sofrer com dores nos ossos e articulações… 
Resultado de imagem para dOR NAS ARTICULAÇÕES FOTOS
Não importa a idade que tenha, esse tipo de problema é sempre insuportável. Quem precisa se movimentar muito durante o dia todo acaba sofrendo mais, como é o caso de atletas e profissionais que trabalham em pé ou carregando peso. 
Imagem relacionada
A melhor forma de recuperar a cartilagem do joelho e cartilagem é o consumo da hortelã.
Resultado de imagem para hortelã fotos
A dor pode ser tão intensa que é necessário parar por alguns instantes. E se tem uma parte que é muito delicada, é a região do joelho. Essa área suporta todo o peso do corpo e, quando está machucada, nos impede de fazer atividades simples, como correr, saltar, agachar ou até mesmo caminhar.
Imagem relacionada

Outra região bem problemática é o quadril. O ideal, nesses casos, é procurar um médico para ele prescrever o tratamento adequado. No entanto, se você não pode ir imediatamente e quer um tratamento caseiro e natural, veja a receita que trouxemos.
Ingredientes:
1 colher (sopa) de hortelã seca,
1 colher (sopa) de alecrim seco,
1 colher (sopa) de tomilho seco,
1 colher (sopa) de sálvia seca,
1 litro de água.

Preparo
Coloque a água para ferver numa panela e depois adicione as ervas. Feito isso, ferva por mais cinco minutos.
Resultado de imagem para dOR NAS ARTICULAÇÕES FOTOS
 Apague o fogo e deixe descansar por 15 minutos. Adicione mel se desejar, a fim de adoçar o sabor. Armazene a bebida na geladeira para armazenar por mais tempo.
Resultado de imagem para hortelã fotos
Beba duas xícaras por dia. A primeira xícara deve ser consumida ainda em jejum. A segunda deve ser bebida antes de dormir. Siga a rotina por três semanas. Você notará que os joelhos se fortalecerão e deixarão de doer.





 E nem seus ossos nem seu quadril vão doer como antes.

sábado, 11 de agosto de 2018

9 ESTRANHAS HISTÓRIAS DE DESAPARECIMENTO, envolvendo o Triângulo das Bermudas.





O Triângulo das Bermudas é um pedacinho do mundo também conhecido como Triângulo do Diabo – trata-se de uma faixa de água entre a ponta sul da Flórida e Porto Rico, nos EUA, e as ilhas Bermudas ao norte. A região ficou conhecida dessa forma por causa do número de naufrágios e sumiços de navios e aviões por ali.



(Foto: Divulgação)

O Triângulo das Bermudas é uma área situada no Oceano Atlântico, entre as ilhas Bermudas, Porto Rico, Fort Lauderlade, na Flórida e nas Bahamas. O lugar é conhecido mundialmente por ter sido palco de vários misteriosos desaparecimentos de aviões, barcos e navios que mesmo após anos nunca foram encontrado.

Estima-se que centenas de pessoas já morreram no local em dezenas de embarcações e aeronaves. Após vários casos, cientistas começaram a criar algumas teorias para explicar as tragédias do lugar, e uma das hipóteses é de que esta região passa no campo magnético da Terra.

Pensando nisso, a redação da Fatos Desconhecidos separou 9 estranhas histórias de desaparecimento envolvendo o Triângulo das Bermudas. Confira abaixo alguns desses relatos super macabros. No final da matéria não se esqueça de deixar o seu comentário sobre esse assunto.
1 – A origem



O termo Triângulo das Bermudas apareceu pela primeira vez em 1964 pelo escritor Vincent Gaddis. Ele publicou um livro com o título “The Deadly Bermuda Triangle” (As mortes no Triângulo das Bermudas, em tradução livre). Na época, a obra não fez muito sucesso, mas 10 anos depois, Charles Berlitz publicou “O Triângulo das Bermudas”, que se tornou um best-seller.

A primeira pessoa a noticiar sobre os terríveis desaparecimentos no Triângulo de Bermudas foi o repórter EVW Jones. Em 1950 ele chegou a escrever diversas histórias contando detalhes sobre as embarcações que se perderam por lá. Um dos desaparecimentos descritos por ele foi o navio Sandra, que sumiu quando estava a caminho da Venezuela. Jones também foi o responsável por relatar a história dos 32 passageiros que também desapareceram após embarcarem em San Juan, Porto Rico, em direção a Miami, e que nunca chegaram ao seu destino final.
2 – MU-2B



Dois aviões Mitsubishi MU-2, um bimotor turboélice, também desapareceram recentemente. Nathan Ulrich pilotava um dos aviões em 15 de maio de 2017, ao retornar das férias em Porto Rico, em direção à Flórida, porém, o piloto perdeu o controle com a torre de Miami. Todos à bordo, cerca de 4 pessoas, desapareceram no mar. Dias depois autoridades conseguiram encontrar os destroços da aeronave, mas sem nenhuma pessoa por perto.
3 – USS Cyclops



Em março de 1918 cerca de 309 pessoas e 10 mil toneladas de minério de manganês estavam sendo transportadas do Brasil em direção à Baltimore, em Maryland, no navio USS Cyclops. Mas a carga nunca chegou ao seu destino final. Isso porque a última vez que se teve notícias da embarcação foi em 4 de março, após ela deixar a ilha do Caribe. A marinha dos Estados Unidos até tentou procurar destroços do navio, mas até então nada foi encontrado.

Algumas histórias afirmam que o comandante do navio, George Worley, poderia ter feito com que a embarcação se perdesse, pois tinha um longo histórico com bebidas alcoólicas, no entanto, isso não explicaria o porque até hoje nada do USS Cyclops foi encontrado.
4 – BSAA Star Tiger



Em janeiro de 1948 o avião BSAA Star Tiger também desapareceu no Triângulo das Bermudas. Na ocasião, 31 pessoas estavam a bordo da aeronave e até então ninguém nunca mais soube o paradeiro dos passageiros. O caso chegou a ser investigado, mas, na ocasião, autoridades disseram que o desaparecimento nunca deveria ser resolvido.

As histórias não param por aí, 11 meses depois o avião DC-3 Flight NC16002 deixou San Juan, em Porto Rico, em direção à Flórida, nos Estados Unidos, porém, seis horas após o início do voo a aeronave também desapareceu. Na ocasião, o capitão Robert Lindquist chegou a transmitir um rádio para a Torre de Miami afirmando que estava a apenas 50 milhas de distância, o equivalente a 80 quilômetros, mas não apareceu no lugar. Cerca de 32 passageiros também desapareceram junto com a aeronave.

Algum tempo depois, o avião Avro Tudor IV também desapareceu no dia 17 de janeiro de 1949 com 20 pessoas a bordo. A hipótese para esses desaparecimentos é de que as aeronave tenham ocorrido falta de combustível.

5 – Voo 19



Cinco embarcações Vingadores Grumman TBM saíram de Fort Lauderdale, na Flórida, em direção ao Atlântico em dezembro de 1945. Porém, os aviões juntamente com os 14 homens que estavam embarcados simplesmente desapareceram.

Algumas pessoas acreditam que o voo 19, como é conhecido, tenha sido abduzido por alienígenas, mas, segundo historiadores, os homens teriam abandonado as aeronaves após ficarem sem combustível para voar. O que deixa a história ainda mais sinistra é que o avião Martin PBM Mariner foi enviado para tentar encontrar destroços das aeronaves, mas também desapareceu.
6 – Teoria do gás metano

Depois de várias histórias de desaparecimento envolvendo o Triângulo das Bermudas, diversas teorias sobre os incidentes começaram a surgir. Uma delas foi criada pelo cientista russo Igor Yeltsov. Ele acredita que existe gás metano solidificado sob o local. Segundo ele, esses gases poderiam podem criar bolhas que se elevam na superfície e estariam provocando as quedas.
7 – Teoria das ondas maciças

Outros cientistas acreditam que ondas maciças estariam provocando os desaparecimentos das embarcações no local. De acordo com David Feit, do National Oceanic and Atmospheric Administration’s Marine Prediction Center o, Centro de Previsão Marítima da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional, em tradução livre, em Maryland, nos Estados Unidos, essa corrente quente pode criar “ondas inesperadamente altas”. No último ano, o Science Channelafirmou que esses desdobramentos, como chamam as ondas, poderiam destruir aviões, lançar navios ou criar ondas devastadoras.
8 – A teoria da bússola



Uma das teorias mais macabras sobre o Triângulo das Bermudas é que todas as vezes que uma embarcação passa pelo local as bússolas ficam desorientadas, e isso faz com que os pilotos desapareçam. Porém, a escritora Emily Upton certa vez disse que a Guarda Costeira dos EUA fez uma declaração dizendo que “embora os campos magnéticos do mundo estejam em constante fluxo, o” Triângulo das Bermudas” permaneceu relativamente intacto”. Isso significa que o local não tem nada de diferente de outros lugares da Terra.
9 – A verdade por trás do Triângulo das Bermudas



Tudo indica que o mito sobre Triângulo das Bermudas não existe e tudo não passa de um mistério fabricado por escritores como EVW Jones, Vincent Gaddis e Charles Berlitz. Talvez você esteja questionando sobre o motivo de tantos desaparecimentos de aviões e navios nesses locais. De acordo com o escritor Brian Dunnin, o número de casos no local é normal, já que é uma área que possui bastante tráfego. Além disso, Brian afirma que não existem mais ocorrências fora do comum no Triângulo do que pontos similares em todo o mundo.

E aí, o que você achou dessa matéria? Deixe o seu comentário logo abaixo. Aproveite e compartilhe com seus amigos.

Fonte: Fatos Desconhecidos


sexta-feira, 10 de agosto de 2018

JAPONÊS que vivia em ilha deserta há 30 anos é obrigado a voltar à civilização.


Japonês é obrigado a viver em sociedade depois de 30 anos isolado

Compartilhar Curiosidade

Masafumi Nagasaki, um japonês que vivia isolado em uma ilha paradisíaca do Pacífico, foi obrigado a abandonar o seu estilo de vida. Ele vivia sozinho há mais de 30 anos, andava nu e passava os dias observando filhotes de tartarugas e procurando alimentos, mas foi forçado a viver na sociedade japonesa tradicional.

Resultado de imagem para Japonês é obrigado a viver em sociedade fotos

Nagasaki, de 82 anos, teve uma vida simples na remota ilha de Sotobanari por quase 30 anos, depois de se mudar para lá para fugir da vida urbana. O idoso foi resgatado forçadamente pela polícia do sudoeste do Japão, depois de as autoridades receberem relatos de um grupo de pessoas de que ele parecia fraco e doente.

Imagem relacionada


O homem de 82 nos morava na ilha desde 1989, mas foi obrigado a sair de lá após as autoridades terem encontrado ele em "más condições de saúde".



Não perca o VÍDEO,




Quando Nagasaki foi encontrado, ele "provavelmente só estava com gripe". Agora, ele não pode voltar para Sotobanari, a pequena ilha desabitada e com apenas 800 metros de diâmetro.

Nagasaki chegou pela primeira vez em sua ilha paradisíaca em 1989. O homem, que veio a ser apelidado de "o eremita nu", não fala sobre seu passado, embora tenha indicado que foi casado e teve dois filhos.



Há também sugestões de que ele havia trabalhado como fotógrafo, em uma fábrica e no obscuro bairro da vida noturna de Osaka antes de dar as costas à civilização. Inicialmente, Nagasaki disse que pretendia ficar na ilha desabitada por alguns anos, mas gostou tanto do seu novo estilo de vida que resolveu morar permanentemente no local. “Na civilização, as pessoas me tratavam como um idiota e me faziam sentir como um”, disse o japonês eremita. "Nesta ilha, não me sinto assim". "Aqui na ilha, eu não faço o que as pessoas me dizem para fazer, apenas sigo as regras da natureza", acrescentou.

Nagasaki passou seus primeiros anos em Sotobanari usando as roupas que trouxera do continente, mas um grande tufão varreu a maior parte de suas posses, então ele decidiu viver nu.



O homem seguiu uma rotina rigorosa durante seu tempo na ilha, permanecendo dentro de sua tenda para evitar ser picado por insetos. Ele também realizava uma série de exercícios matinais na praia. Grande parte do resto do dia era gasto procurando alimentos.

Uma vez por semana, ele colocava algumas roupas e ia de barco para uma ilha vizinha, onde podia comprar comida e água potável, usando o dinheiro que era enviado pela família. A intenção do japonês era morrer em sua ilha paradisíaca, mas, ao que tudo indica, a sociedade e suas regras decidiram que não é seguro para o idoso viver totalmente isolado do mundo.


Fonte: Telegraph.

quinta-feira, 2 de agosto de 2018

CONHEÇA A HISTORIA DE: 5 CEITAS BIZARRAS, e assustadoras da vida real.






JIM JONES, QUE LIDEROU SEITA SUICIDA (FOTO: WIKIMEDIA COMMONS)

Parece enredo de filme de terror, mas seitas que pregam terrorismo, escravidão sexual e até suicídio não só existiram, como algumas ainda estão ativas. O caso mais recente é o da Nxivm, de Nova York, que pregava empoderamento feminino, mas na realidade abusava sexualmente das mulheres. A atriz Allison Mack, de Smallville, foi acusada de “conspiração para cometer tráfico sexual e trabalho forçado” por seu envolvimento no culto. A seguir, selecionamos outros 5 cultos bizarros que (ainda bem) ficaram no passado.


1- A Família Manson

É talvez o culto mais famoso de todos os tempos. Foi criado por Charles Manson em 1967 em São Francisco e, em seguida, se mudou para Los Angeles, onde o grupo tentou se estabelecer como músico. Obcecado pela canção “Helter Skelter”, dos Beatles, ele passou a usar o termo para descrever uma guerra racial. Em 1969, assassinaram sete pessoas, pois achavam que isso geraria uma batalha apocalíptica (alguns estudiosos atualmente acreditam que possa ter sido algum tipo de vingança de Manson contra Hollywood por sua carreira frustrada). Entre as vítimas, estava a atriz Sharon Tate, ex-esposa de Roman Polanski, que estava grávida. Manson foi condenado à prisão perpétua e morreu no ano passado, aos 83 anos.


2- Rajneeshpuram

No início do ano, a história da comunidade próxima a Antelope, no Oregon, ganhou atenção por virar uma série da Netflix, Wild Wild Country. Fundado por Bhagwan Shree Rajneesh (atualmente conhecido como Osho) nos anos 1980, pregava o amor livre e a meditação. Até aí, tudo bem — talvez por isso Osho ainda seja uma figura tão conhecida hoje, possivelmente fruto de muito trabalho para esconder o passado do guru e da adoção de uma visão mais moderada sobre meditação. O problema é que a seita infectou 751 pessoas com salmonela para sabotar as eleições locais e tentar ganhar poder político.



O GURU OSHO (FOTO: DIVULGAÇÃO/NETFLIX)

3- Templo do Povo

Fundado por Jim Jones em Indianápolis, nos EUA, em 1955, tinha uma mensagem que misturava elementos do cristianismo com socialismo. Em seu auge, chegou a ter 20 mil membros. Na década de 1970, crente de que uma guerra nuclear era iminente, ele levou seu grupo para Guiana, país que acreditava estar fora da zona de perigo. Quando denúncias contra o culto começaram a surgir, o congressista norte-americano Leo Ryan decidiu ir até o local para investigar. Além de matar Ryan e seu grupo, Jones mandou seus seguidores beberem veneno, provocando a morte de 918 pessoas. Até os atentados de 11 de setembro, o episódio era considerado a maior perda unida de civis norte-americanos em um ato deliberado. A história está no documentário Jonestown - Vida e Morte no Templo do Povo, de 2006.



IMAGEM AÉREA COM OS CORPOS DOS MEMBROS DA SEITA (FOTO: WIKIMEDIA COMMONS)

4- Movimento Pela Restauração dos Dez Mandamentos de Deus

A seita formada em Uganda nos anos 1980 ensinava seus membros que eles deveria, seguir os dez mandamentos à risca para sobreviver ao apocalipse, previsto pelos líderes para o dia 31 de dezembro de 1999. Eles também encorajaram os seguidores a doarem seus bens à seita. Como a previsão não se concretizou, eles passaram a exigir o retorno de seus bens, o que culminou em um massacre ordenado pelo líder, Dominic Kataribabo. Ele colocou fogo na igreja do culto, matando mais de 500 pessoas, e assassinou ao menos outras 200, cujos corpos foram encontrados enterrados no jardim da casa de Kataribabo.

5- Ramo Davidiano

O grupo, que surgiu de um cisma na Igreja Adventista do Sétimo Dia em 1955, era liderado por David Koresh e ficou conhecido pelo cerco de Waco, no Texas, em 1993. O grupo acreditava que no retorno de Jesus Cristo e Koresh os convenceu a se armar para o apocalipse. Agentes do departamento de Álcool, Tabaco e Armas de Fogo invadiram o rancho do grupo com base na informação de que eles estariam acumulando armas. Isso provocou uma batalha armada que durou 51 dias e matou quatro agentes e seis membros da seita. Eventualmente, o lugar pegou fogo quando a Polícia Federal invadiu o lugar com gás lacrimogêneo. 75 seguidores morreram no incidente.

sexta-feira, 27 de julho de 2018

COMO LIDAR COM O COMPARTILHAMENTO DE IMAGENS ÍNTIMAS POR ADOLESCENTE.




Em 2014, dos 1.225 pedidos de ajuda atendidos pela Safernet, 222 eram relacionados ao sexting – nome dado ao ato de enviar imagens de nudez e sexo pelo celular sem consentimento. Isso representa um aumento de 120% em relação aos casos registrados no ano anterior. Mas por que essa prática vem crescendo, principalmente junto aos adolescentes?



De acordo com a psicóloga Juliana Cunha, coordenadora do Helpline da Safernet, a aposta é na facilidade de acesso à tecnologia e no crescimento da Internet móvel. Não é uma novidade: já havia muitos casos de fotos vazadas em sites de Internet. Mas esses fatores certamente ajudaram a disseminar os nudes, criando oportunidades onde antes não haviam, afirma ela.
A exposição do próprio corpo na adolescência está relacionada ao desenvolvimento sexual, agora levando-se em conta que vivemos em um mundo on-line. Nessa fase, os adolescentes exploram o próprio corpo, e exibir e observar é uma fonte de prazer. O corpo muda muito rapidamente, eles sentem vontade de registrar”, diz ela. “Às vezes, essas fotos não são tiradas com o objetivo de ser compartilhadas.



Porém, se isso é uma forma de expressão de desenvolvimento da sexualidade, como lidar com essas situações? “É natural os pais terem dificuldades de entender a sexualidade dos filhos, principalmente dos mais precoces. Para os adolescentes, a questão do compartilhamento de fotos é algo mais natural. Alertar para as consequências é importante, mas coibir é pouco funcional”, afirma Juliana. A psicóloga diz que é preciso ter cautela, principalmente quando se fala de menores de idade. Tem de haver um equilíbrio entre liberdade e proteção, diz ela. É importante criar condições de proteção.



Ela explica que, para decidir tirar essas fotos, é preciso muita maturidade. Tem que ser uma escolha consciente, inclusive tendo em mente as possíveis consequências. Essas imagens podem viralizar e ser vistas por colegas da escola e familiares, causando constrangimentos. Juliana afirma que existem casos de jovens expostos que acabam tendo que mudar de escola ou até mesmo de cidade. Muitas vezes, o que acontece é um julgamento moral, em que se joga a culpa em cima da vítima, causando sofrimento em casa e na escola, diz ela

VINGANÇA – Um dos problemas mais sérios relacionados ao sexting é o chamado revenge porn. É quando há o vazamento de fotos por motivos de vingança, normalmente com fundo passional, fruto da ruptura de relacionamentos. Existem também casos de chantagem, em que a pessoa de posse das fotos chantageia a vítima, pedindo mais imagens sob a ameaça de divulgar as que já tem, explica Juliana.

Ela também esclarece que o sexting é hoje um problema de gênero. “Tanto meninos como meninas produzem e compartilham imagens íntimas, mas são as mulheres quem mais sofrem e pedem ajuda. Em 2014, 81% dos casos atendidos as vítimas eram mulheres, contra 16% de homens e 3% não identificados”.

PORNOGRAFIA INFANTIL É CRIME – Quando a vítima é menor de 18 anos, o caso é de crime de pornografia infantil. Não é só enviar: basta possuir fotos de menores para configurar a infração, diz ela. E o problema é que nem sempre há o entendimento por parte dos mais jovens de que eles podem estar cometendo um crime.



A solução, de acordo com ela, passa necessariamente pela educação. A escola pode ser a mediadora dos casos. E é importante agir rapidamente. Assim que souber de um vazamento, os educadores devem reunir os envolvidos para retirar as fotos da Internet imediatamente, antes que elas se espalhem. Quando o diálogo se esgota, a saída é levar o caso ao Ministério Público”, diz ela.

O Helpline da Safernet orienta pais, crianças e adolescentes em casos relacionados ao sexting. 




Dicas:

• Sempre pense duas vezes antes de enviar uma foto íntima. Evite fazer por impulso;

• Está em dúvida? Não envie é melhor do que se arrepender mais tarde;

• Se assim mesmo resolver fazer, desative o backup automático do seus dados. Isso impede que uma cópia seja feita sem que você perceba;

• Nunca envie por e-mail ou por redes sociais. Evite guardar fotos em sites;

• Tenha sempre senhas seguras .

• Compartilhar nudes dos outros, sem consentimento, é crime!

Evolução dos pedidos de ajuda no casos de “sexting”


O gráfico acima mostra o aumento progressivo do casos relacionados ao sexting que foram atendidos pelo Helpline da Safernet desde 2007.




Fonte: Safernet Brasil






quinta-feira, 26 de julho de 2018

AO VIVO: ECLIPSE LUNAR JULHO 2018.

ECLIPSE LUNAR JULHO 2018.


© 

Thinkstock eclipse lunar 27 de julho

A noite da sexta-feira, 27 de julho, será especial para quem puder dedicar alguns minutinhos para olhar o céu. Isso porque é quando acontecerá o mais longo eclipse lunar do século 21. O fenômeno astronômico acontece de duas a três vezes ao ano, mas nem sempre ele pode ser visto no Brasil. Para nossa sorte, o eclipse desta sexta poderá ser observado em praticamente todo o território nacional.

Olho no céu a partir do fim da tarde: a fase total do eclipse começa às 16h30 (horário de Brasília). A Lua ficará completamente coberta até às 18h10. Depois do eclipse, acontece a aguardada Lua de Sangue, quando o satélite fica da cor vermelha – um “efeito especial” causado pela forma como os raios solares entram na atmosfera.

Os melhores pontos para observação são no litoral do Brasil – e a capital que vai assistir ao eclipse por mais tempo é Recife, em Pernambuco. Quanto mais a Leste o observador estiver, melhor será para acompanhar o fenômeno.
Como assistir ao eclipse pessoalmente ou pela internet?

Para assistir ao eclipse, o mais recomendado é procurar um lugar com vista desobstruída do horizonte a Leste e com pouca luz artificial. As grandes cidades não são os melhores pontos de observação de fenômenos astronômicos, já que contam com luzes de prédios, ruas e carros.

Quem não tiver a possibilidade de acompanhar o eclipse pessoalmente, pode assistir às transmissões ao vivo pela internet. O canal Mistérios do Espaço fará uma transmissão pelo YouTube, a partir das 17h.

Reprodutor de vídeo de: YouTube (Política de Privacidade)
Mas afinal: como acontecem os eclipses lunares?

A Lua, nosso satélite natural, não tem luz própria. A luz que vemos quando a Lua está cheia nada mais é do que o reflexo da luz do Sol em sua superfície. O eclipse total da Lua acontece quando a Terra fica entre o Sol e a Lua, projetando então a sombra de nosso planeta na superfície do satélite natural. Ao longo do tempo a Lua vai ficando encoberta, até ficar completamente escurecida.

© Thinkstock –
Quais cuidados devo ter para assistir ao eclipse lunar?

Ao contrário dos eclipses solares, os eclipses lunares não oferecem riscos à saúde dos olhos. Não há problema nenhum em olhar diretamente para a Lua, e equipamentos como binóculos, lunetas e telescópios podem deixar a observação ainda mais interessante. Use sem medo.

Mas não se distraia olhando o eclipse enquanto está dirigindo – caso esteja no carro, encontre um lugar para estacionar e observe o fenômeno em segurança.

Lago gigante de água líquida com 20 km de diâmetro é descoberto em Marte

Lago gigante de água líquida.
Mrte!



Finalmente! Depois de anos em busca de água líquida no planeta vermelho, agora é oficial: encontramos água em abundância em Marte.

A descoberta épica foi possível graças aos instrumentos de radar em uma sonda de Marte. Os cientistas italianos garantem que existe um reservatório gigante de água líquida a 1,5 km sob as calotas de gelo do polo sul do planeta, com cerca de 20 km de diâmetro.
Os pesquisadores disseram que a reserva é muito parecida com os lagos subglaciais que encontram-se presos sob a densa camada de gelo do Ártico e da Antártica, aqui na Terra. E, de acordo com eles, assim como existe vida sob o gelo terrestre, pode existir vida sob o gelo marciano.

Encontrar água líquida embaixo de enormes calotas não é tarefa fácil. Aqui na Terra já existe enorme dificuldade para isso. Em Marte, não foi diferente. Os pesquisadores precisaram usar tecnologia avançada para estudar as calotas polares. Um instrumento especial foi projetado especificamente para pesquisar subsuperfícies usando a sonda Mars Express, da Agência Espacial Europeia – que está em órbita de Marte desde 2003.
O radar está procurando sinais de água líquida subterrânea há mais de 12 anos e somente agora obteve sucesso. Foi apenas entre maio de 2012 e dezembro de 2015 que a equipe resolveu focar uma sessão de 200 quilômetros de largura de calotas que ficam na parte sul, em uma região chamada Planum Australe.



A descoberta ocorre quando existem mudanças entre o sinal transmitido e o sinal recebido. Quando o sinal volta de modo mais forte ou “brilhante”, significa que existe água atrás de rochas ou calotas. Foi aí que a equipe encontrou uma vasta região com densa quantidade de água, algo que não havia sido encontrado anteriormente, devido à falta de tecnologia mais avançada e específica.

Mas, existe um problema. Estima-se que a água esteja a uma temperatura inferior a -68,15 graus Celsius, o que significa um ponto de congelamento muito abaixo dos encontrados em lagos antárticos hipersalinos, que estão a aproximadamente -13 graus Celsius.

Apesar disso, hipoteticamente a água pode permanecer líquida, pois sabemos que existe grande quantidade de sódio, magnésio e cálcio em Marte, o que poderia explicar a baixa temperatura da água, somado a alta pressão que as calotas devem exercer sobre o reservatório de água.

“Há evidências na Terra substancial sobre a vida microniana nas águas abaixo dos pólos – e até mesmo micróbios que conseguem viver dentro das rachaduras de gelo”, comentou o astrobiólogo Brendan Burns, da Universidade de New South Wales.



Infelizmente, existe uma possibilidade de que exista altíssimas concentrações de sal na água, o que explicaria porque é tão fria. Se isso se confirmar, seria praticamente impossível encontrar qualquer vida, mesmo que microbiana, vivendo ali, tornando o ambiente hostil à vida.

Apesar dos problemas que possam surgir, os astrônomos estão animados com a descoberta, já que tentar acessar amostras de água em Europa e Enceladus (luas de Marte) seria muito mais difícil do que no planeta vermelho, onde as agências espaciais planejam enviar tripulantes em uma viagem “sem retorno” nos próximos anos.
Durante décadas, temos encontrado evidências de fluxos de gelo ocorridos no passado. Agora, sabemos que existe água líquida atualmente em Marte, exatamente como ocorre com os lagos subsuperficiais na Antártica aqui na Terra. Todo mês, novas descobertas são feitas, o que está nos aproximando de responder à questão fundamental – existe vida em algum lugar além da Terra?”, indagou o astrofísico Brad Tucker, da Universidade Nacional da Austrália.

O estudo foi publicado na revista científica Science.