sábado, 29 de novembro de 2014

Água brota da nascente histórica do RIO SÃO FRANCISCO, após chuvas.


Água brota da nascente histórica do Rio São Francisco após chuvas...
Seca da principal nascente em MG foi descoberta em incêndio há 2 meses.
Diretor do Parque da Serra da Canastra diz que chuva foi suficiente.

Anna Lúcia SilvaDo G1 Centro-Oeste de Minas


Registro de quando a principal nascente do Rio São
Francisco secou (Foto: Anna Lúcia Silva/G1)
Após dois meses seca, a nascente histórica do Rio São Francisco brotou novamente. Segundo o diretor do Parque Nacional da Serra da Canastra, Luiz Arthur Castanheira, o fato foi oficializado no Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) nesta sexta-feira (28), mas ainda não se sabe o dia exato em que ocorreu o fenômeno. Até o momento foram registrados mais de 370 milímetros de chuvas na região. “O volume foi o suficiente para alimentar o lençol freático e brotar de novo a água da nascente”, afirmou o diretor do parque.

Segundo o chefe substituto do local, Vicente Faria, a natureza tem se recomposto com o período de chuvas que teve início recentemente na região. As plantas, as flores e o mato verde a perder de vista no chapadão da Canastra indicam uma nova fase. E quem viu de perto a nascente chamada de "histórica" seca e tomada por fuligem agora comemora o ressurgimento. “Sim, estamos muito felizes. Faltou chuva, mas ela veio”, destacou o brigadista Paulo Moisés da Silva, que foi quem descobriu a nascente seca, em setembro deste ano. Ainda conforme Castanheira, técnicos foram enviados ao local durante a semana passada para constatar o ressurgimento da nascente já que outros "olhos d'água" pequenos que também estavam secos voltaram a brotar água. "Foi então que confirmamos. Já sabíamos que isso iria ocorrer, era questão de chuva e tem chovido de fato dias seguidos na região", comerntou.

Contudo, o registro da principal nascente do Rio São Francisco cheia novamente ainda não pode ser feito pela imprensa e visitantes, pois a intensidade das chuvas tem sido significativa e provocou deslizamentos na estrada que dá acesso a uma das portarias do parque e que leva até a nascente. Por isso está interditada e não é possível chegar até o local. "Tentei subir de jipe hoje pela manhã para poder fazer fotos, mas é completamente impossível. Há placas indicando a interdição e elas devem permanecer até que seja possível chegar até o parque", disse o secretário de Meio Ambiente André Picardi.


A seca da nascente
Foi durante um incêndio em setembro,quando os brigadistas do parque tentavam impedir que o fogo atingisse a nascente do rio, que Paulo Moisés da Silva sentiu que o trabalho foi em vão. "Desci 500 metros com a bomba nas costas para colocá-la na nascente e quando cheguei vi o que de fato ninguém esperava. Foi a pior surpresa daquele dia. A nascente estava seca", lembrou.

Na ocasião, a seca foi tratada como a pior já vista em todos os tempos. “Não há registros históricos de seca dessa nascente. Essa estiagem simbolizou uma mudança climática rigorosa e serviu de alerta para toda humanidade", afirmou o diretor do parqueAmbientalistas fizeram visita oficial à nascente
quando ela secou (Foto: Anna Lúcia Silva/G1)

O São Francisco tem mais de 2.700 km e corta sete estados brasileiros - Bahia, Minas Gerais, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Goiás e Distrito Federal - o que dá a ele o título de maior rio totalmente brasileiro, com uma bacia hidrográfica que abrange 504 municípios.
Na Serra da Canastra ele percorre 14 quilômetros até cair na cachoeira Casca Danta, onde inicia a jornada para o Sul e em seguida muda o curso para o Nordeste do Brasil.

Impactos no turismo
Após as queimadas constantes e a divulgação de que a nascente do Rio São Francisco havia secado houve queda no turismo na região e, de acordo com a Associação de Turismo da Serra da Canastra (Atusca), a baixa no número de visitantes chegou a 60%. Há sete meses, quase toda a vegetação tinha sido consumida pela estiagem, mas nas últimas semanas o cenário tem sido outro e o o turismo que havia sido comprometido agora está em ritmo normal, segundo a diretora da associação Daniela Labônia.

Serra da Canastra muda de cenário após chuvas (Foto: Daniela Labonia/Divulgação)Serra da Canastra mudou de cenário após chuvas na região (Foto: Daniela Labônia/Divulgação)

VEJA FOTOS E VÍDEO da primeira descida de uma equipe de cientistas ao interior da cratera siberiana.


Novas imagens exclusivas dentro da cratera siberiana
De Anna Liesowska
12 de novembro de 2014
Assombrando a beleza do buraco maciço como os cientistas examinam o lago congelado formado após o blowout gigante.


"Conseguimos descer no funil, foi uma expedição bem-sucedida". Imagem: Vladimir Pushkarev / Centro Russo de Exploração Ártica

Uma missão esta semana para a cratera recém-formada na península de Yamal, no norte da Sibéria, deve lançar uma nova luz sobre como este e outros fenómenos foram formados. Especialistas estão trabalhando em uma teoria de que os hidratos gasosos causam explosões subterrâneas da mesma maneira que erupções sob o Oceano Atlântico podem ter levado ao fenômeno do Triângulo das Bermudas.

Nossas novas imagens mostram como, pela primeira vez, os cientistas usaram equipamento de escalada para alcançar a base da cratera - um lago com pelo menos 10,5 metros de profundidade com uma superfície congelada.

O líder da nova missão, Vladimir Pushkarev, diretor do Centro Russo de Exploração do Ártico, disse ao The Siberian Times: 'Conseguimos entrar no funil, tudo foi bem sucedido. Usamos equipamento de escalada, e é mais fácil fazer isso no inverno do que no verão, com o solo agora duro.

“Pegamos todas as sondas que planejamos e fizemos medições. Agora os cientistas precisam de tempo para processar todos os dados e só então podem tirar conclusões.

O funil da cratera tem cerca de 16,5 metros de profundidade, não incluindo uma muralha de terra na superfície, formada no sopro, de vários metros de altura.












É possível que outro fenômeno desse tipo existisse, mas não tenha sido percebido antes. Fotos: Vladimir Pushkarev / Centro Russo de Exploração Ártica
Na base é um lago congelado. 'A profundidade do mini-lago é de cerca de 10,5 metros, mas pode ser mais profunda. Estamos aguardando a informação exata das leituras feitas pelos cientistas, disse Vladimir Pushkarev.

A pesquisa para o maior dos três furos conhecidos - todos recentemente formados - no norte da Sibéria foi iniciada pelo Centro Russo de Exploração do Ártico, e incluiu especialistas de vários institutos. 'Eles fizeram testes de radiolocalização a uma profundidade de 200 metros, tiraram sondas de gelo, terra, gases e ar. Agora todos voltaram para seus institutos e laboratórios e trabalharão no material. A próxima etapa é processar as informações coletadas.
"Então, planejamos explorar a área ao redor, comparando imagens do espaço e até mesmo aquelas tomadas nos anos 80, para entender se existem - ou foram - alguns objetos semelhantes".

É possível que outro fenômeno desse tipo existisse, mas não tenha sido percebido antes.






"A partir de agora não vemos nada de perigoso no súbito aparecimento de tais buracos". Fotos: Vladimir Pushkarev / Centro Russo de Exploração Ártica

Pushkarev afirmou que é cedo demais para tirar conclusões sobre as teorias sobre a formação da cratera, incluindo a sugestão do cientista russo Igor Yeltsov, vice-diretor do Instituto Trofimuk, de que o aquecimento seja acima da superfície devido a condições climáticas excepcionalmente quentes, e de baixo. , devido a falhas geológicas, levou a uma enorme liberação de hidratos de gás, causando a erupção.

Quando a cratera foi destacada pela primeira vez, no início deste ano, ela alimentou muitas teorias diferentes, incluindo uma fraude artificial, o trabalho de alienígenas do espaço sideral, um meteorito ou até mesmo um míssil perdido. Estes são agora descontados.

“Eu ouvi sobre essa ideia do Triângulo das Bermudas, mas repito, nossos cientistas precisam primeiro trabalhar em materiais e depois tirar algumas conclusões definitivas. No momento, não temos informações suficientes ”, disse Pushkarev, um alpinista, salvador e explorador que levou os especialistas ao local com temperaturas de menos 11C.

'Ainda não trabalhamos com outros funis. Nós planejamos fazer isso, mas antes de tudo precisamos entender completamente a natureza deste funil para podermos criar um modelo que então usaremos para comparar com outras crateras.



















A pesquisa para o maior dos três buracos conhecidos foi iniciada pelo Centro Russo de Exploração do Ártico. Fotos: Vladimir Pushkarev / Centro Russo de Exploração Ártica

O Sr. Pushkarev declarou: 'A partir de agora, não vemos nada de perigoso na súbita aparição de tais buracos, mas temos que estudá-los adequadamente para ter certeza absoluta de que entendemos a natureza de sua aparência e não precisamos ser tem medo deles ”.

Os hidratos de gás são formas semelhantes a gelo de água contendo moléculas de gás, nomeadamente metano. Eles existem em regiões permafrost como o norte da Sibéria, mas também sob os oceanos em algumas partes do mundo.

O elemento principal - e esta é a nossa teoria de trabalho para explicar a cratera Yamal - foi uma liberação de hidratos de gás. Descobriu-se que existem hidratos de gás tanto na camada profunda que, na península, fica a várias centenas de metros de profundidade, quanto na camada próxima à superfície ”, disse o cientista Vladimir Potapov antes da última expedição. 'Pode haver outro fator, ou fatores, que poderiam ter provocado o clapping do ar. Cada um dos fatores foi adicionado e o gás explodiu, levando à aparência da cratera.

Ele enfatizou: 'A cratera está localizada na intersecção de duas falhas tectônicas. A península de Yamal é sismicamente silenciosa, mas a área da cratera que examinamos tem uma vida tectônica bastante ativa. Isso significa que a temperatura lá estava mais alta que o normal.

O nome Yamal significa "o fim do mundo", que ironicamente é também uma descrição aplicada ao Triângulo das Bermudas para aqueles perdidos em barcos e aviões. As áreas se estendem do Território Ultramarino Britânico no Oceano Atlântico Norte até a costa da Flórida, até Porto Rico.

Professor Yeltsov disse: 'Há uma versão que o Triângulo das Bermudas é uma conseqüência de reações de hidratos de gás. Eles começam a se decompor ativamente com o gelo de metano se transformando em gás. Acontece de maneira avalanche, como uma reação nuclear, produzindo enormes quantidades de gás. Isso faz o oceano aquecer e os navios afundam em suas águas misturados a uma enorme proporção de gás.

"O mesmo leva o ar a ficar supersaturado com metano, o que torna a atmosfera extremamente turbulenta e causa acidentes de avião".

QUANTAS CALORIAS VOCÊ QUEIMA? Enquanto dá risada.


Quantas calorias você queima enquanto dá risada?

Peter Janiszewski tem um PhD em fisiologia do exercício clínico. Ele escreve sobre medicina, pesquisa sobre obesidade, é professor universitário e também um ávido viajante.



Peter Janiszewski tem um PhD em fisiologia do exercício clínico. Ele escreve sobre medicina, pesquisa sobre obesidade, é professor universitário e também um ávido viajante.
Eu me interesso por comédia em esquete desde minha adolescência. Eu assistia religiosamente a cada episódio de In Living Colour e Saturday Night Live (SNL) e, depois, tentava reencenar alguns dos esquetes com os meus amigos. Durante o ensino médio, meus amigos e eu sonhávamos em ser roteiristas do SNL. Quando virei adulto, minha obsessão não diminuiu.



Neste verão, enquanto eu viajava pela África, eu fiquei viciado em Live From New York, um livro detalhado sobre a longa história de SNL. Assim que voltei, me inscrevi no programa de comédia por improviso no Second City, em Toronto (Canadá).

No último mês e meio, venho fazendo aulas de 3 horas com outras 18 almas corajosas a cada fim de semana. E isso tem sido divertido demais. Em muitas ocasiões, eu chego em casa depois da aula com a minha mandíbula doendo de tanto rir. Mas eu também volto para casa com muita fome e exausto, o que me fez pensar: quantas calorias podemos queimar rindo sobre algo divertido?

Felizmente, cientistas já abordaram esta questão, no que deve ter sido um estudo extremamente divertido de se fazer - e de se participar.
O pesquisador Maciej Buchowski e seus colegas da Universidade de Vanderbilt (EUA)recrutaram 31 homens e 63 mulheres, com idade entre 18 e 34 anos, para participar do estudo. Todos os participantes foram testados em pares de amigos, porque o riso é muito mais provável de ocorrer em contextos sociais e entre amigos, em vez de estranhos. O estudo foi realizado com um calorímetro indireto em uma sala - que mede o calor criado por quem estiver lá dentro - equipado com um sistema acústico de gravação.
Por 90 minutos, cada par viu uma série de cenas de filmes selecionadas para evocar uma resposta, seja o riso ou algo neutro. Os vídeos destinados a evocar uma resposta neutra incluíam documentários chatos sobre paisagens da Inglaterra e coisas semelhantes.
O que eles descobriram? Houve um aumento no gasto de energia e frequência cardíaca quando os participantes viam clipes de filmes selecionados para evocar o riso. Especificamente, o gasto de energia durante o riso foi, em média, 0,19 kcal/min maior que em repouso. Enquanto isso, a frequência cardíaca foi 2,1 batimentos/min mais elevada do que em repouso.

Sem surpresa, os indivíduos que estavam realmente se divertindo (e rindo mais de 20 segundos/minuto) mostraram aumentos de gasto calórico e frequência cardíaca de até 16-17% em relação ao estado de repouso. © Reprodução
Então é possível perder peso assistindo comédias ou fazendo uma aula de comédia? Improvável. Por exemplo, assumindo que o gasto médio de energia aumenta em 0,19 kcal/min com o riso, eu queimo meras 34,2 kcal extras durante minha aula de 3 horas. Isso corresponde só a algumas colheres de chá de açúcar.

Então por que estou tão cansado e faminto quando chego em casa? Bem, comédia de improviso não é fácil. Ela exige imenso foco por um período de tempo prolongado, e cansa a mente. Estudos anteriores mostram que o esforço mental (como escrever uma tese ou estudar para um exame) pode aumentar a fome. Rir, nem tanto...

Este artigo do PLoS Blogs é reproduzido aqui (com adaptações) sob licença Creative Commons. Imagem por Sarah/Flickr



10 ALIMENTOS QUE TE AJUDAM A PERDER PESO!



10 Alimentos que ajudam a emagrecer
Tatiana Zanin
Nutricionista

Os alimentos que ajudam a emagrecer são aqueles que melhoram o trânsito intestinal, combatem a retenção de líquidos, aceleram o metabolismo ou ajudam a queimar calorias como a melancia, a aveia e a berinjela, por exemplo.

Esses alimentos devem ser consumidos diariamente ao longo do dia, juntamente com a prática de atividade física regular e uma alimentação saudável pobre em açúcar, doces, gordura, frituras e alimentos processados.

1. Pêra


A pêra é rica em água e fibras, trazendo a sensação de saciedade. Além disso, o açúcar natural da fruta tira a vontade por doces e aumenta o gradualmente o açúcar do sangue, o que ajuda a reduzir a fome.

Para ajudar a emagrecer, ela deve ser consumida cerca de 20 minutos antes das refeições principais.
2. Canela



A canela é um alimento termogênico, tendo o efeito de aumentar o metabolismo do organismo e estimular a queima de gordura.

Além disso, ela pode ser facilmente adicionada a diversas preparações, como frutas, sucos, vitaminas, chás, bolos e biscoitos integrais. Veja outros exemplos de alimentos termogênicos aqui.

3. Berinjela


A berinjela é rica em fibras que ajudam no bom funcionamento do intestino e no combate ao colesterol ruim e à má digestão, dando também a sensação de saciedade.

Além disso, ela é rica em água, vitaminas e minerais, e pobre em calorias, ajudando a combater a retenção de líquidos e a desinchar o corpo. Veja receitas para emagrecer com berinjela.

4. Arroz integral


O arroz integral é rico em fibras, que dão mais saciedade que o arroz branco, fazendo com quantidade de alimentos ingeridos seja menor.

Ele também é rico em vitaminas do complexo B, zinco e selênio, nutrientes antioxidantes e que melhoram a circulação sanguínea, a concentração e a memória.

5. Aveia


A aveia é rica em fibras solúveis e proteínas, que dão saciedade e regulam o intestino. Ela também ajuda a regular a glicemia e controlar o colesterol alto, fazendo com que a fome demora mais tempo a chegar.

A aveia pode ser usada na forma de mingau ou acrescentada em frutas picadas, vitaminas, bolos e biscoitos.

6. Farelo de trigo


O farelo de trigo é mais muito rico em fibras e tem poucas calorias, podendo ser utilizado para combater a prisão de ventre, ajudar no controle da glicemia e aumentar a saciedade.

Como ele praticamente não altera o sabor dos alimentos, pode ser adicionado em todas as preparações para diminuir a absorção de gordura no intestino. Saiba como utilizar o farelo de trigo aqui.

7. Melancia


A melancia é muito rica em água e quase não tem calorias, podendo ser usada em dietas para perder peso, desinchar e controlar a pressão alta.

Além disso, ela ajuda na desintoxicação do organismo, podendo ser usada em sucos detox ou suchás, quando é misturada com ervas como gengibre e chá verde para melhorar o metabolismo. Veja receitas de 7 sucos detox.

8. Chá verde


O chá verde possui propriedades termogênicas, acelerando o metabolismo e favorecendo a queima de gordura. Ele pode ser consumido na forma de chá ou em cápsulas, de preferência de acordo com a orientação do médico ou do nutricionista. Veja como fazer o chá aqui.

9. Linhaça


A linhaça é rica em antioxidantes e ômega-3, um tipo de gordura boa que ajuda no controle do colesterol e que diminui a inflamação no organismo, facilitando o processo de emagrecimento.

Além disso, ela é rica em fibras que melhoram a digestão e aumentam a saciedade, e seus grãos devem ser consumidos triturados ou na forma de farinha. Veja todos os benefícios da linhaça.

10. Feijão


Leguminosas como feijão, ervilha, lentilha e grão-de-bico são fontes de proteínas e fibras alimentares, que aumentam a saciedade e combatem a prisão de ventre.

Consumir 3 colheres de sopa por dia é o suficiente para obter seus benefícios, especialmente quando é consumido juntamente com o arroz, pois a combinação forma uma proteína de elevada qualidade.

CONHECER AS as “entranhas” de 19 objetos cotidianos.


Veja as “entranhas” de 19 objetos cotidianos


Mari

Ciência, TOP Curioso
Você pode não saber, mas 08 de novembro foi o Dia Internacional de Radiologia. Neste dia, em 1895, o físico alemão Wilhelm Roentgen descobriu acidentalmente os raios-x. A Biblioteca Britânica conta a história da revelação acidental.

Roentgen estava explorando o caminho dos raios elétricos que passam de uma bobina de indução através de um tubo de vidro parcialmente evacuado. Embora o tubo estivesse coberto de papel preto e o quarto estivesse completamente escuro, ele notou que uma tela coberta de material fluorescente foi iluminada pelos raios. Mais tarde, ele percebeu que objetos poderiam ser penetrados por esses raios, e que a imagem projetada da sua própria mão mostrava um contraste entre os ossos opacos e a carne translúcida. Mais tarde, ele usou uma chapa fotográfica, em vez de uma tela, e uma imagem foi capturada. Desta forma, uma descoberta extraordinária tinha sido feito: as estruturas internas do corpo poderiam ser visíveis, sem a necessidade de cirurgia.



Acima, você pode ver o primeiro raio-x médica. É uma imagem da mão da esposa de Roentgen, incluindo seu anel de casamento. A descoberta fez com que Roentgen ganhasse um Prêmio Nobel.

O Dia Internacional de Radiologia foi organizado por um grupo de radiologistas para aumentar a conscientização sobre a importância que a radiologia tem. Isso pode soar um pouco como um auto-engrandecimento, mas as técnicas de imagiologia médica realmente salvam vidas.

Para comemorar este feriado talvez subvalorizado, a General Electric (GE) digitalizou um monte de objetos aleatórios, como parte de sua campanha #SeeInsideIt. Várias imagens bem legais foram geradas, veja a seguir:


Bolsa. Raio-X



Leitor de CD. Raio-X



Carrinho de corrida eletrônico. Tomografia computadorizada



Chave e cadeado. Tomografia computadorizada



Macaco de pelúcia. Raio-X



Pizza. Raio-X



Patinho de borracha. Raio-X



Video game. Tomografia computadorizada



Tangerina descascada. Raio-X



Walkie Talkie. Tomografia computadorizada



Concha. Raio-X



ovo. Raio-X



Controle de video game. Tomografia computadorizada


Câmera de vídeo. Raio-X invertido



Batedeira. Raio-X invertido



Lâmpada. Raio-X



Câmera fotográfica. Tomografia computadorizada



Caranguejo. Raio-X



Calculadora. Raio-X



Tomate. Ressonância Magnética



Banana. Ressonância Magnética



Melão. Tomografia computadorizada