domingo, 2 de novembro de 2014

Surfista sobe em carcaça de baleia e é cercado por tubarões, na Austrália.



Surfista sobe em carcaça de baleia e é cercado por

tubarões, na Austrália.


Harrison Williams foi cercado por vários tubarões tigre e um tubarão branco perto de Perth, na Austrália Foto: Reprodução/ Twitter

Um rapaz australiano foi cercado por tubarões no mar e passou por maus momentos na tarde deste sábado (horário local). O surfista Harrison Williams estava passeando de barco quando decidiu nadar até a carcaça de uma baleia que está flutuando perto de Perth, à Oeste da Austrália, há algumas semanas. O jovem subiu no corpo do mamífero e foi surpreendido quando vários tubarões tigre, além de um tubarão branco, decidiram cercar o animal.


Fotógrafo de rede de TV australiana postou no Twitter fotos da situação Foto: Reprodução/ Twitter

O fotógrafo da rede de TV australiana 7 News Perth Jordan Cutts compartilhou em seu perfil no Twitter fotos aéreas do momento, que assustou banhistas da região.

Harrison ficou por alguns minutos em cima da carcaça até pessoas em uma embarcação próxima o alertaram para os tubarões que estavam por perto. Ele conseguiu ser resgatado pelo barco em que estava.

"Basicamente parecia que a baleia estava em maus bocados e eu tentei ajudá-la. Mas claramente eu cheguei tarde demais", disse o rapaz ao Daily Mail Australia. Em seu perfil no Facebook, ele tem dezenas de fotos praticando esportes radicais, como bungee jump, snowboard, wakeboard e surfe.


O jovem conseguiu ser resgatado pelo barco em que estava Foto: Reprodução/ Facebook


Harrison é amante de esporter radicais e publica dezenas de fotos em seu perfil no Facebook Foto: Reprodução/ Facebook
O gerente regional do Departamento de Pesca definiu a atitude de Harrison como irresponsável. "Se tubarões já estavam se alimentando daquela carcaça de baleia quando ele nadou até ela, então esse tipo de comportamento é altamente arriscado. Isto poderia ter consequências críticas não só para ele, mas também para as testemunhas e outros que teriam que ajudá-lo", disse Tony Cappelluti ao The West Australian.



Harrison Williams disse ao Daily Mail Austrália que só queria ajudar a baleia morta Foto: Reprodução/ Facebook

O especialista ainda afirmou que Harrison não deveria ter entrado no mar mesmo se não conseguisse avistar os tubarões e recomenda que as pessoas fiquem longe da água caso vejam outras carcaças, manchas de sangue ou grandes cardumes de peixes por perto.

"É muito arriscado entrar na água perto de uma fonte de comida como essa porque, mesmo que você não consiga enxergar, ela deve estar atraindo animais de muito longe", alertou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário