terça-feira, 10 de setembro de 2013

Serginho Carnevale há 2 horas próximo a Rio Claro (São Paulo) ·

Oportuno e esclarecedor; no programa dele, Serginho Carnevale, falando sobre o Dia Internacional de Prevenção ao Suicídio! 
Nunca pense em gesto extremo. Acredite sempre, 

Postagem deste Ícone que vem se destacando entre todas as Rádios pela sua competência, humor e grande sabedoria! Orgulho nosso, Rioclarense dos bons! 

  • Boa Tarde Mão Amiga.
    Hoje é comemorado o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio.
    A iniciativa é da Associação Internacional para a Prevenção do Suicídio, em parceria com a Organização Mundial de Saúde.
    Quando a Organização Mundial de Saúde revelou que aproximadamente três mil pessoas se matam por dia, cujo número cresceu 60% nos últimos 50 anos, especialmente nos países em desenvolvimento, e que o suicídio já é uma das três principais causas de morte entre os jovens e adultos de 15 a 34 anos, poucos veículos de comunicação se interessaram em abrir espaço para essas informações.
    A cada 40 segundos uma pessoa comete suicídio no mundo, diz OMS

    Relatório afirma que um milhão de indivíduos decidem tirar a própria vida a cada ano. Entre jovens de 10 a 24 anos, esta é a segunda maior causa de morte




    Suicídio _ Remédio (Foto: SXC)


    Talvez tenha prevalecido a tese de que qualquer menção ao suicídio na mídia possa fomentar a ocorrência de novos casos. 

    O risco de fato existe quando se explora o assunto de forma sensacionalista, dando visibilidade a detalhes mórbido que possam inspirar a repetição do gesto fatal.
    Mas a própria Organização Mundial de Saúde recomenda enfaticamente a veiculação, pela mídia, de informações que ajudem na prevenção do suicídio, como já se faz em relação à dengue, hanseníase, tuberculose, AIDS, câncer de mama e outras doenças.
    A pergunta é:
    O que faz você seguir em frente?
    É para todos nós refletirmos sobre os bons motivos que temos para viver.
    Faça um pequeno exercício.
    Pegue uma folha de papel e escreva a sua resposta.
    Por pior que seja a situação em que vivemos, por mais difícil que seja a fase das nossas vidas, por mais dramática que seja o problema sempre haverá uma saída, que não seja o desespero que leve ao fim.
    Desabafe, ponha para fora a sua dificuldade, procure um amigo ou mesmo um desconhecido, mas nunca pense no gesto extremo.
    Por mais que você não acredite, haverá sempre uma mão amiga ao seu lado.
    Perante isto, a OMS recomenda atuações multidisciplinares, como a formação do pessoal de educação e saúde, a restrição do acesso aos métodos (pistolas, pesticidas, remédios), "cuidar" da apresentação pública dos casos (evitar publicá-los na imprensa), entre outros.

    Experimente e confie!

Nenhum comentário:

Postar um comentário