quarta-feira, 21 de março de 2012

5 Motivos para você sorrir hoje e em qualquer momento...

ALEGRIA...

5 Motivos para você sorrir hoje e em qualquer momento...

A ciência pode explicar alguns motivos que te farão sentir melhor no dia a dia...

Foto: Divulgação
5 Motivos para você sorrir hoje e em qualquer momento
5 Motivos para você sorrir hoje e em qualquer momento




















Não é todo dia que acordamos com um bom humor e, mesmo assim, temos que lidar com pessoas, com trabalho e com nossas atividades do cotidiano normalmente. 
Mas sabemos que quando estamos felizes parece que tudo na nossa vida funciona perfeitamente. Então, mesmo que não tenhamos um motivo para sorrir, a ciência pode nos dar uma ajudinha!
1. Sorrir vai te deixar mais criativo…
Quando estamos tensos ou estressados dificilmente teremos uma idéia criativa ou insigths. No entanto, sorrir pode ajudar a solucionar esse problema. Em uma pesquisa realizada por pesquisadores americanos, os participantes que sorriram enquanto participavam de um teste mostraram uma capacidade maior de ver uma floresta inteira, ao invés de apenas algumas árvores.

2. Te deixa mais atraente
Quem não gosta de um belo sorriso? Agora sorria com foco. Olhe para a pessoa diretamente nos olhos e sorria. Um estudo da Universidade de Aberdeen, na Escócia, misturou elementos do rosto de várias mulheres e criou 4 novas imagens: mulher olhando para a câmera com sorriso ou sem; e outra mulher olhando para o lado sorrindo ou não. Resultado: as mulheres mais atraentes, segundo o ranking dos participantes, eram aquelas que olhavam para a foto e sorriam.

3. E um excelente bom humor...
Para melhorar seu humor, você precisa sorrir de verdade. Aï você pode pensar por todos os momentos felizes que você já passou. A conclusão é de uma pesquisa da Universidade Estadual de Michigan, nos Estados Unidos. Eles avaliaram o desempenho e humor dos funcionários que distribuíam falsos sorrisos para os clientes e de outros que espalhavam sorrisos sinceros. Como era de se esperar, quem sorria de verdade era mais bem humorado. E trabalhava melhor.

4. Sorrir para todo mundo. Sorrir para desconhecidos faz bem!
Em um estudo da Universidade de Purdue, nos Estados Unidos, os pesquisadores pediram a 239 voluntários para passearem por um trecho movimentado da universidade. Pelo caminho, uma das pesquisadoras sorria aleatoriamente para alguns deles, olhava para os olhos de outros ou simplesmente lançava olhares distantes, como se não visse ninguém. Na sequência, os participantes preenchiam um questionário. Quem tinha recebido o sorriso da desconhecida se sentia mais conectado aos outros. Ou seja, menos solitários.

5. Sorrir também previne assaltos
O FBI está de prova. Em um ano, eles conseguiram reduzir pela metade o número de assaltos aos bancos de Seattle após incentivarem os seguranças a sorrirem para todos os clientes. Segundo o FBI, quanto mais gentileza, maior o risco de um assaltante desistir do crime.

Desperta Debora, Conheça esta benção!...Ser mãe... é isso! JO/ELI...HOMENAGEM DESTE BLOG AO MINISTÉRIO DESPERTA DÉBORA E A TODAS MAMÃES.



HOMENAGEM DESTE BLOG AO MINISTÉRIO MARAVILHOSO QUE TANTOS TEM AJUDADO AS MAMÃES DESTE MUNDO

DESPERTA DÉBORA E

A TODAS AS MAMÃES DESTE MUNDÃO DE DEUS...






CANTINHO DO EDITOR...JO/ELI...
Ser Mãe....

É sofrer com esperanças,

É cuidar, orar é viver,

Naquilo que ela mais pode,

"De joelhos, pedindo milagres "

Os filhos irão receber.

A TODAS AS MAMÃES DESTE MUNDÃO DE DE DEUS....

JO/ ELI.





Mamães a seguir ou candidatas a tal:
Jussara Dantas de Oliveira Marilene Ayalla Malu Santos Lily Japita João Eli Cassab Maria Ignes Moroni Silva Eliene Guedes Elisabete Ferrari Fátima Rezende Garrido Fatima Faria Fatima Cestari Elizabeth Broglio Jesuina Souza Gilda Martins Helida Paixao Cleusa Franceschini Heloisa Helena Sampaio Maria José Vieira Soares Cristina Chirico Cris Holms Diná SallesEsmeralda Motta Hilda Helena Heringer Márcia Toledo Salvaia Maria Margarida Kosta Marli Soares Faria Romilda Eleuterio Tânia Maria Costa Muchiutti Zenaide Vital Guimaraes Costa Diana Maria José Galani GalaniNeilda de Lima Miriam Bueno Rocha Nuciane Pereira Rocha


Saber do Messi, Barcelona, Cesar, Pulga Sempre é bom...Estatísticas que nos fazem bem!

21/03/2012 08h45 - Atualizado em 21/03/2012 10h00

Artilharia do Barcelona: a Messi o que era de César, com asterisco...


Pulga supera recorde de gols em jogos oficiais do ídolo César Rodríguez Álvarez, dos anos 40/50. Mas ainda tem a bater o filipino Paulino Alcántara




César Rodriguez, segundo maior artilheiro da história do Barcelona (Foto: Divulgação / Site Oficial do Barcelona)


A cabeçada era um dos pontos fortes de César
Rodriguez (Foto: Divulgação / Site Oficial do Barça)
O episódio ocorreu no início dos anos 1950. Muito antes de Messi, Xavi, Iniesta & Cia., o Barcelona já era o time da moda. Até que nos anos 1960 o Real Madrid de Di Stéfano e Puskas e o Santos de Pelé e Coutinho tomassem para si os holofotes, a camisa azul-grená imperava. Kubala era o craque daquele time, que em partida contra o Real Murcia teve pênalti inexistente marcado a favor. Ajeitava a bola para a cobrança César Rodríguez. Artilheiro, ídolo, fiel escudeiro de Kubala, o "Divino Calvo", ou "Peruca", como era carinhosamente chamado, sentia-se desconfortável.
César não queria fazer aquele gol. Honesto e cavalheiro como poucos, via ali um favorecimento ilícito. E não teve outra alternativa. Bateu bem diferente do estilo que marcou sua carreira. O tiro, sempre potente tanto com a perna direita como com a esquerda, saiu fraco. O craque atrasou a bola na direção do goleiro. Tornou-se autor de um fair play pouco visto no mundo do futebol. Esse era César Rodríguez. E o gol nem lhe fez falta. Só agora, no século 21, teve seu recorde superado. Simplesmente pelo maior jogador do mundo. Tal como sempre invadiu a área com dribles em velocidade e bola colada no pé, Lionel Messi segue a sina dos números que batem marcas. Agora o Pulga é top 1 na artilharia pesada culé. Mesmo que com ressalvas...
barcelona 1950-53 (Foto: Divulgação/ Site oficial Barcelona)

Barça legendário dos anos 1950, chamado de Time das Cinco Copas: César Rodríguez (primeiro no alto, à esquerda) formou ataque histórico com Kubala (primeiro abaixo a partir da esquerda), Basora (segundo), Moreno (quarto) e Manchon (quinto)  (Foto: Divulgação/ Site oficial Barcelona)
Após marcar 234  gols em jogos oficiais, sendo três na última terça-feira, na vitória sobre o Granada, Messi ultrapassou César Rodríguez Álvarez. Só que ainda tem um dinossauro a superar. Vale aqui, no caso, uma adaptação de um velho ditado popular: "A Messi o que era de César". Mas com asterisco... Se forem levadas em conta as partidas não oficiais, o atual camisa 10 continua atrás..  de um filipino. O primeiro asiático a desbravar o continente europeu chamava-se Paulino Alcántara. Um dos protagonistas da primeira era de ouro do Barça..

GOLS EM JOGOS OFICIAIS
LIONEL MESSI234
CÉSAR RODRÍGUEZ232
Nessa conta que inclui jogos não oficiais, o "Rompe Redes", como era conhecido o atacante filipino, tem 369 gols e é o principal goleador da história culé. César Rodríguez é o segundo, com 291, e Messi, o terceiro, com 253. E se o protagonista da Escola Barça da nova era encontrou estrutura e camisa poderosas no clube catalão, deve, e muito, ao suor daqueles que hoje ele tem a superar.
- Do Paulino Alcántara eu nunca ouvi falar. O único Alcántara que conheci no Barça era um médico. Mas o César Rodríguez eu conhecia. Além de grande artilheiro, foi um dos maiores jogadores da história do clube. Eu não o vi jogar lá. Cheguei um pouco depois de ele ter saído, e na época não se transmitia jogo de fora para cá, como é hoje. Mas acompanhei a carreira dele, e, já em Barcelona, senti como foi importante - afirmou Evaristo de Macedo.
Craque brasileiro dos anos 1950 que vestiu a amarelinha,  treinador de grandes clubes, com vários títulos e passagem pela Seleção, Evaristo foi um dos primeiros a experimentar a glória num grande clube da Europa. Chegou ao Barça, saído do Flamengo, em 1958, pouco depois de o furacão César, com 35 anos, ter deixado o clube rumo ao Cultural Leonesa. Evaristo, que depois também se tornou ídolo culé e do grande rival, o Real Madrid, caiu como uma luva naquele timaço azul-grená, mas sabia que César ainda era querido pela torcida.
Paulino Alcántara, maior artilheiro da história do Barcelona (Foto: Divulgação / Site Oficial do Barcelona)

Paulino Alcántara: veloz, foi primeiro asiático a jogar
na Europa (Foto: Divulgação / Site Oficial do Barça)
- Era artilheiro. Batia bem de canhota e direita, cabeceava muito bem... Nós nos tornamos grandes amigos, de frequentar a casa um do outro, e eu sentia sempre na rua o carinho do torcedor com ele. Era muito assediado para dar autógrafos, um ídolo mesmo. Fez uma dupla de área com o Kubala fantástica - disse Evaristo.
Time das cinco Copas
De fato, César, nascido em León em 29 de junho de 1920, teve história marcante. Habilidoso, dono de chute potente e muito bom cabeceador - era o ponto forte -, foi contratado pelo Barcelona em 1939, ainda garoto, com 19 anos, por uma pechincha, logo após o fim da Guerra Civil Espanhola. Mas ele ainda tinha de se apresentar para o serviço militar. Foi para Granada em 1940. Emprestado ao clube local, o conduziu pela primeira vez à primeira divisão do país e só retornou à Catalunha em 1942. Aí  começou sua história culé.
Três anos depois, conquistou no Barça seu primeiro título espanhol em 1945. Depois, obteve mais quatro - em 1948, 1949, 1952, e 1953. Mas foi a partir da temporada 1951-1952 que passou a formar uma das maiores duplas de ataque do futebol mundial. A dobradinha com László Kubala tinha ainda a companhia de jogadores notáveis como Basora, Moreno e Manchón. Com os cinco na linha de frente, o Barça virou o grande temor dos adversários.
Não o vi jogar, mas César era artilheiro. Batia bem de canhota e direita, bom na cabeçada. Era muito parado nas ruas de Barcelona. Ficamos muito amigos"
Evaristo de Macedo
Basora, César, Kubala, Moreno e Manchón, juntos, ganharam em um ano cinco Copas diferentes (da Liga, da Espanha, a Latina, Eva Duarte e Martini Rossi). O ataque figura até hoje como um dos maiores da história do futebol. César não só chegou à Fúria como se tornou o maior artilheiro culé. Além disso, com 14 gols, é o terceiro maior goleador do "El Clásico", como é chamado o duelo com o Real Madrid.
- Aquele time era fantástico, como o de hoje também é. O Kubala, pra mim, foi o maior jogador do Barcelona. Mas o Messi também é sensacional. Essa coisa de comparar... Isso é muito complicado. Cada jogador foi importante e decisivo em seu tempo. Épocas diferentes, times diferentes. O Messi teve uma sorte incrível com essa geração. Xavi, Iniesta, Busquets... E, na minha opinião, naquela época os times se fechavam mais contra a gente do que com o Barcelona de hoje. Nesse ponto, o César teve desvantagem. Além do mais, ele não pegou o tempo do Camp Nou - lembrou Evaristo.
Se o ídolo brasileiro aproveitou a sequência do timaço catalão e faturou três Copas da Uefa (1958-1959-1960), dois Campeonatos Espanhóis (1959-1960) e duas Copas do Rey (1958-59 e 1962-63), César, já veterano, ainda fez história. Com 35 anos, parou no Barcelona, mas foi no ano seguinte para sua cidade natal e resolveu voltar aos gramados no Cultural Leonesa. Após rápida passagem pelo Perpiñán francês, transferiu-sei para o Elche e lá viveu seu melhor momento  fora da Catalunha. Entre 1957 e 1960, conduziu o clube da terceira para a primeira divisão espanhola. Depois, virou treinador, passando inclusive pelo Barça, entre 1963 e 1964. Morreu em 1995, mas até hoje nas ruas da cidade é tratado como uma lenda.
Paulino Alcántara, o filipino catalão

GOLS EM JOGOS NÃO OFICIAIS
PAULINO ALCÁNTARA369
CÉSAR RODRÍGUEZ291
LIONEL MESSI253

Se Messi já se igualou a César Rodríguez em gols marcados em partidas oficiais, ainda tem pela frente um outro mito para desbancar. Aos 24 anos, cheio de vida, futebol e futuro, o argentino obteve a arrancada consagradora nos números. Considerado por muitos o maior jogador da história do Barcelona - há cada vez menos quem discuta a superioridade sobre Kubala, ídolo-mor dos anos 50, ou Ronaldinho Gaúcho, protagonista do resgate nos anos 2000 do jogo vitorioso e artistico da escola Barça que vigora nos dias atuais -, agora o Pulga  tem pela frente um ídolo que chegou à Catalunha pelas Filipinas.
Primeiro asiático a desbravar o continente europeu no mundo da bola, Paulino Alcántara é o recordista de gols em partidas não oficiais. Balançou as redes 369 vezes em 357 partidas. Números fantásticos. Nas ruas, já nem se fala muito desse ídolo, que chegou a Barcelona em 1912. Mas o museu do clube deixa vivos os seus feitos e faz um dos primeiros ídolos ser lembrado até hoje. Entre os anos 1910-1920, o "Rompe Redes", como era conhecido, foi um dos que conduziram o clube catalão à sua primeira era de ouro. 
Paulino Alcántara - Barcelona (Foto: Divulgação / Site Oficial do Barcelona)

Paulino Alcántara fez 369 gols com camisa do Barça em jogos não oficiais: veloz, filipino tinha canhão nos pés e passou a ser chamado de "Rompe Redes" (Foto: Divulgação / Site Oficial do Barcelona)
Pelo menos um recorde de Paulino Alcántara não será batido por Messi, estreante na equipe de cima azul-grená com 16 anos. O filipino debutou no Barça, após se contratado pelo então presidente Juan Gamper, com apenas 15. E marcou três gols no Català, na goleada por 9 a 0.
Veloz, técnico e com faro de gol, Paulino acabou retornando às Filipinas, onde foi estudar Medicina. Retornou à  Espanha três anos depois. O Barça, com jejum de títulos desde a sua saída, reencontrou os bons momentos. Acompanhado de jogadores como Emilio Sagi Liñan, Ricardo Zamora, José Samitier e Féliz Sesúmaga, comandou a primeira era de ouro azul-grená. O clube conquistou sete Copas da Catalunha e quatro Copas da Espanha. Somando tudo, foram 17 títulos conquistados na era Alcántara.
evaristo macedo barcelona (Foto: Divulgação)

Evaristo de Macedo chegou ao Barça pouco depois
da saída de César Rodríguez (Foto: Divulgação)
Com 18 anos, defendeu a seleção catalã, após ter jogado pelas Filipinas ainda mais novo. Com 25, conseguiu a proeza de vestir a camisa da terceira seleção em sua carreira. Atuou pela Fúria Roja em cinco partidas. Em partida pela Espanha ganhou o apelido de "Rompe Redes", ao furá-las ao disparar canhão contra a França.
Paulino Alcántara se aposentou com 31 anos e abraçou a outra profissão escolhida, a de médico. Depois, voltou ao clube catalão para ser dirigente e ainda se tornou treinador da seleção espanhola. Foi também o primeiro jogador a escrever um livro autobiográfico. Nas Fillipinas, foi homenageado com uma estátua em frente à Federação Filipina de futebol . Nada, no entanto, lhe deu mais projeção do que os gols com a camisa do Barça. Não à toa, ficou por lá até morrer, em 1964, com 67 anos, cheio de boas lembranças. Como as arrancadas com a bola dominada em velocidade. Característica parecida com a de um certo baixinho argentino, que agora terá nova caminhada para tirar-lhe o recorde de gols azul-grená.
* Colaboraram Marcos Felipe, Thiago Dias e Thiago Barrossar, com asterisco...

Pulga supera recorde de gols em jogos oficiais do ídolo César Rodríguez Álvarez, dos anos 40/50. Mas ainda tem a bater o filipino Paulino Alcántara   

A cabeçada era um dos pontos fortes de CésarRodriguez (Foto: Divulgação / Site Oficial do Barça)

terça-feira, 20 de março de 2012

Menos fé, mais medo. O medo é produzido pela incredulidade; Perniciosos Efeitos da Incredulidade!



Consulta ...; estudo: pastor Osmar Bento ministério Restauração Igreja Batista do povo!


Incredulidade


1°-Diante o Mar Vermelho(Povo de Israel) (Êx 14.10-11).

2°-Águas Amargas De Mara(Êx 15.23-24).
3- A ÁGUA DA ROCHA EM REFIDIM( Éx 17.2-3).
4°-1° EXEMPLO:SARA ESPOSA DE ABRAÃO (Gn 18.10)(Gn 18.12)
5°-2° EXEMPLO:GIDEÃO NA VISITAÇÃO DO ANJO DO SENHOR (JUÍSES 6.12-24)(Jz 6.17-24)




Perniciosos Efeitos da Incredulidade
Por John Flavel




Menos fé, mais medo. O medo é produzido pela incredulidade; a incredulidade é fortalecida pelo medo. Assim como na natureza existem ciclos observáveis (o vapor produz chuvas, e as chuvas se tornam vapores novos, etc.), assim também ocorre com os assuntos morais. Conseqüentemente, toda a habilidade do mundo não pode nos curar da enfermidade do medo, até que Deus nos cure de nossa incredulidade. Por isso, o Senhor Jesus utilizou o método correto para libertar seus discípulos do medo, ao censurar-lhes a incredulidade. Os resquícios deste pecado no povo de Deus são a causa e a fonte de seus temores. Mais particularmente, Cristo os libertou de seu medo para mostrar-lhes como o medo é gerado pela incredulidade e que devemos ser advertidos a respeito de algumas particularidades.
1. A incredulidade enfraquece e obstrui o ato de anuência por parte da fé. Por isso, a incredulidade rouba, em grande medida, o principal alívio da alma contra os perigos e dificuldades. O ofício e a utilidade da fé consistem em tornar real para a alma as coisas do mundo por vir, fortalecendo-a, assim, contra os temores e perigos do mundo presente. “Moisés.... abandonou o Egito, não ficando amedrontado com a cólera do rei; antes, permaneceu firme como quem vê aquele que é invisível” (Hb 11.24,27). Se este ato de anuência da fé enfraquecer-se ou mostrar-se vacilante na alma; se as coisas invisíveis parecerem incertas, e as visíveis forem as únicas realidades, não devemos nos admirar de ficarmos tão assustados e amedrontados, quando o bem-estar visível e sensível é exposto e colocado em perigo, conforme ele é e sempre será neste mundo instável. O homem que não está completamente persuadido de que é firme e bom o solo em que pisa, esse homem tem de sentir medo de permanecer em tal solo. Não devemos nos admirar de que os homens tremam quando parecem sentir que o solo balança e se move sob os pés deles.
2. A incredulidade fecha os refúgios que a alma encontra nas promessas divinas; e, por deixá-la sem estes refúgios, coloca-a em temores e pavores. Aquilo que fortalece e encoraja um crente, em tempos maus, é a sua dependência de Deus, no que se refere à proteção. “Em ti é que me refugio” (Sl 143.9). O ato de privar a alma deste refúgio, perpetrado tão-somente pela incredulidade, despoja-a de todos os amparos e socorros que as promessas proporcionam; conseqüentemente, enche o coração de ansiedade e temor.
3. A incredulidade torna o homem negligente e descuidado em se preparar para as dificuldades, antes que elas venham, e que vêm sobre ele de maneira surpreendente. E quanto mais surpreendente for um mal, tanto mais atemorizante o acharemos. Não podemos pensar que Noé ficou tão atemorizado quanto o ficaram as demais pessoas, na ocasião do Dilúvio, quando as águas começaram a se elevar sobre os montes e colinas. Ele não tinha razão para ficar com medo, pois havia contemplado antecipadamente o Dilúvio — pela fé — e se preparado para ele. “Pela fé, Noé, divinamente instruído acerca de acontecimentos que ainda não se viam e sendo temente a Deus, aparelhou uma arca” (Hb 11.7).
Agostinho relatou uma história muito interessante e memorável a respeito de Paulinus, o bispo de Nola, que era muito rico tanto em graça como em bens. Paulinus tinha muitas coisas do mundo em suas mãos, mas pouco destas coisas em seu coração. E tudo estaria bem, se não fosse pelo fato de que os godos, um povo bárbaro, invadiram a cidade, como demônios, e arremeteram-se contra a sua presa. Aqueles que confiavam em seus tesouros se enganaram e foram arruinados por tais tesouros, pois os ricos foram expostos à tortura, a fim de confessarem onde haviam escondido seu dinheiro. Este amável bispo caiu nas mãos dos godos, perdendo tudo o que possuía, mas não se abateu por causa da perda, como transparece de sua oração, que Agostinho citou: “Senhor, não permita que eu fique atribulado por causa de meu ouro e minha prata. Tu sabes que este não é o tesouro que tenho acumulado no céu, de acordo com o teu mandamento. Fui advertido sobre este julgamento, antes que viesse, e me preparei para ele. E tu, Senhor, sabes onde se encontra todo o meu interesse”.
Assim também agiu o Sr. Brad-ford, quando um homem veio apressado ao seu quarto e, repentinamente, lhe transmitiu palavras capazes de fazer tremer a maioria dos homens do mundo: “Ó Sr. Bradford, eu lhe trago notícias desastrosas: você será queimado amanhã; e estão sendo compradas as correntes que o prenderão!” O Sr. Bradford retirou o chapéu e disse: “Senhor, eu te agradeço. Há muito tempo espero por isto. Não é terrível para mim. Ó Deus, torna-me digno dessa misericórdia”. Veja os benefícios de uma antecipação e preparação para tais sofrimentos!
4. A incredulidade nos leva a tomarmos sob nossa responsabilidade os nossos mais caros interesses e preocupações; ela não entrega nada aos cuidados de Deus, e, conseqüentemente, quando perigos iminentes nos ameaçam, enche o nosso coração com temores que nos distraem. Leitor, se este é o seu caso, você ficará cercado por terrores, sempre que perigos e dificuldades lhe sobrevierem. Aqueles que reconhecem este fato, bem como muitos outros, têm a vantagem de que, pela fé, entregam a Deus tudo que é importante e valioso. Eles têm confiado a Deus o cuidado de sua alma e seus interesses eternos. E, visto que estas coisas estão em mãos seguras, tais pessoas não se distraem com temores referentes a outros assuntos de menor importância, mas também podem confiar a Deus tais assuntos, desfrutando assim da quietude e paz de uma alma rendida a Ele. E, quanto a você, leitor, a sua vida, a sua liberdade e a sua alma, que é infinitamente mais importante do que todas estas coisas, estarão sob a sua responsabilidade, no dia de aflição, e você não saberá o que fazer com elas, nem como lidará com elas.



Oh! estes são os terríveis medos e dificuldades nos quais a incredulidade lança os homens! A incredulidade é uma fonte de temores e aflições. De fato, ela distrai e confunde os incrédulos, nos quais reina e se manifesta com pleno vigor. Experiências desagradáveis nos mostram que os resquícios deste pecado produzem temores e tremores até nos melhores homens que não estão completamente libertos dele. Se em tais homens os resquícios não-expurgados da incredulidade podem obscurecer e ocultar suas evidências, esses mesmos resquícios podem igualmente aumentar e multiplicar os seus perigos. Se a incredulidade é capaz de produzir essas infelizes e terríveis conclusões no coração desses homens respeitáveis, que temores terríveis e medos incontroláveis a incredulidade pode causar em homens que estão sob o seu domínio e em pleno vigor?

6°-APÓSTOLOS DE JESUS -durante a tempestade no barco(Mt 8.26)
-durante a primeira multiplicação doas peixes e pães(Lc 9.12)
-a cura de um jovem possesso(mt 17.20)
-a figueira sem fruto(Mt21. 21-22)
Tome entre os Apóstolos era e é até hoje o simbolo da incredulidade apos a ressurreição de
Jesus(Jó 20.24-25)



Fomos convidados à sala do trono do Soberano do universo: “E não há criatura alguma encoberta diante dele; antes todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele a quem havemos de prestar contas” (Hebreus 4:13). Tudo está “nu e patente” para o Senhor. Ele sabe o que você tem passado, o que está passando agora e enfrentará adiante. E não está apenas do seu lado, mas esperando que você venha com ousadia a Ele.

Ele é amoroso, cheio de misericórdia, ansioso para ajudá-lo em sua hora de necessidade. E é compreensivo, porque Ele mesmo experimentou tudo o que nós estamos passando - em todos os pontos. Simplificando, nós não temos que explicar nada a Ele: “Jesus, Tu sabes o que estou passando. Não consigo colocar em palavras. Tu estiveste aqui antes. Me ajude”.
Em tudo isso, não devemos trazer para Sua presença a abominação da incredulidade. Antes, devemos “nos convencer”, estar “certíssimos”. “Mas vós, amados, edificando-vos sobre a vossa santíssima fé, orando no Espírito Santo” (Judas 20).
Caro santo, está na hora de fazermos dessa a nossa oração, hoje mesmo:

“Senhor, é o bastante. Faça em minha vida o que estás fazendo na vida dos outros. E faça aqui, agora, não somente em outro lugar.”
“Quando eu ficar esgotado ao fazer a Tua vontade, sei que posso confiar em Ti para me dar força, me levantar. Não vou me sentar e ficar alisando minhas dúvidas. Sei que tenho um local para ir na minha hora de necessidade. E não vou medir minha espiritualidade olhando para outrem. Estou deixando todo crescimento espiritual para Ti, Senhor.”


“Também não vou mais ouvir as mentiras do Diabo. Ao invés disso, vou edificar a minha fé, na Tua palavra. Sei que sem fé é impossível Te agradar. Amém!”





Da incredibilidade a Fé Plena! Enriqueça seu conhecimento" Fé". Sem Fé é impossível agradar a Deus!





Consulta ...; estudo: pastor Osmar Bento ministério Restauração Igreja Batista do povo!

Incredulidade

1°-Diante o Mar Vermelho(Povo de Israel) (Êx 14.10-11).

2°-Águas Amargas De Mara(Êx 15.23-24).

3- A ÁGUA DA ROCHA EM REFIDIM( Éx 17.2-3).

4°-1° EXEMPLO:SARA ESPOSA DE ABRAÃO (Gn 18.10)(Gn 18.12)

5°-2° EXEMPLO:GIDEÃO NA VISITAÇÃO DO ANJO DO SENHOR (JUÍSES 6.12-24)(Jz 6.17-24)

6°-APÓSTOLOS DE JESUS -durante a tempestade no barco(Mt 8.26)

-durante a primeira multiplicação doas peixes e pães(Lc 9.12)

-a cura de um jovem possesso(mt 17.20)

-a figueira sem fruto(Mt21. 21-22)

Tome entre os Apóstolos era e é até hoje o simbolo da incredulidade apos a ressurreição de

Jesus(Jó 20.24-25)

A FÉ VEM PELO OUVIR, E O OUVIR PELA PALAVRA DE DEUS
Romanos 10:17
Sem fé é impossível agradar a Deus, porque é necessário que, aquele que se aproxima de Deus, creia que Ele existe e é galardoador daqueles que O buscam.
Logo, todos precisamos de fé, o que, noutras palavras, significa que todos precisamos de ouvir e reflectir na Santa Palavra de Deus, o instrumento que Deus usa para fazer nascer e crescer em nós a fé.
Costumas ler, com regularidade, a Bíblia? Costumas lê-la em espírito de oração e dependência?
Conheço alguém a cujas mãos foi parar um exemplar do Novo Testamento. Começou a lê-lo por curiosidade, depois por necessidade e, finalmente, por imperativo. Hoje, é um fiel discípulo de Jesus. É que a "Palavra que sai da boca de Deus não voltará vazia para Ele, antes que tenha feito no coração do homem a obra para que foi enviada" (Isaías 55:11).
Porque precisamos de fé em constante crescimento, devemos guardar e esconder a Palavra no nosso coração, para que não pequemos contra Ele e também porque a Palavra é lâmpada para os nossos pés e luz para os nossos caminhos (Salmo 119:11, 105).
Não esqueças também que "aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, trazendo consigo os seus molhos".
Oposição? Sim. Muitas Escrituras falam da experiência cristã como uma guerra e uma batalha contra o inimigo de nossas almas. Satanás está determinado a ganhá-lo de volta, de modo que você deve se preparar para a batalha. Satanás tem muitas ciladas, esquemas e estratagemas diferentes que usa para alcançar seus propósitos. Uma das suas armas mais eficientes é o desânimo. O Diabo sabe que se conseguir nos levar ao desânimo, provavelmente tiraremos nossa armadura. Assim, seremos um alvo fácil para ele. Alguns de seus ardis para nos levar ao desânimo são a dúvida, a preocupação e o medo.



Outro esquema de Satanás é enviar a zombaria. Ele sabe que todos queremos ser aceitos em um grupo social, de forma que envia escarnecedores para zombar de nós. Ele pode até mesmo usar seus familiares, colegas de trabalho ou qualquer outra pessoa. E eles terão muitas coisas para escarnecer, pois somos novas criaturas em Cristo Jesus [2 Coríntios 5:17].


Um dos ardis mais antigos de Satanás e que ele ainda usa muito é a sedução; ele faz o pecado parecer atraente e apelativo; procura despertar as paixões carnais que estão dentro de nós; esconde as conseqüências do pecado dos nossos olhos e diz, "Vá em frente, aproveite. Todo mundo faz isso." Mas essa é uma das muitas mentiras do Diabo. O final é remorso e vergonha. A sedução nada mais é que o engano do pecado. Essa é uma tentação muito comum para a qual você deve estar vigilante de enfraquecer sua FÉ.


Cantinho do editor;

Mas, graças a Deus, que nos dá as condições de sermos vitoriosos nessa batalha. Paulo, um dos maiores expoentes da fé cristã, brindou-nos com estas palavras: "Quanto ao mais, sede fortalecidos no Senhor e na força do seu poder. Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do Diabo ... embraçando sempre o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno." [Veja Efésios 6:10-18] Quando a oposição vier, não vire as costas; enfrente o inimigo na força do Senhor e abraçando o escudo da fé. Deus lhe dará a vitória.

Que Deus nos abençoe a todos com sua imensa paz e com seu amor imenso nos faça cada vez mais vitoriosos em tudo que fizermos e que estejamos alinhados a vontade de Deus para receber as bençãos que enriquecem e ñ acrescentem dores!

Pela FÉ nossos horizontes serão Alargados, as investidas terão mais força e as possibilidades de vitória serão mais claras e verdadeiras! Com o Revestimento citado da Fé, veremos as portas se abrirem e os resultados surgirem com muito mais constância, fazendo com que o passado derrotista seja anulado pelas bençãos imensas alcançadas, quando a FÉ nos impulsionar e nos fazer vitoriosos! JO/ Eli!


Resultado de imagem para ide por todo