sexta-feira, 4 de novembro de 2011

ASTROS DA MÚSICA E SUAS FOTOS NA PRISÃO...


ASTROS DA MÚSICA E SUAS FOTOS NA PRISÃO
 Todo grande astro da música mesmo que brilhe intensamente nos palcos, não deixa de estar sujeito aos erros e por vezes péssimas condutas. É por isso, caros amigos, que trago para vocês algumas celebridades musicais e sua desventuras com a lei. As imagens das fichas policiais fazem parte do acervo do site estadunidense The Smoking Gun (algo como a “arma fumegante”) que possui diversas imagens de mug shoots ou imagens de suspeito sendo fichado pelo departamento de polícia. Apesar da frase batida e caricata de que “o crime não compensa”, nos dá indícios de como a lei trata os artistas: ora com conivência ora com severidade. Dica: ao clicar na foto veja um vídeo musical do artista condenado! Carpe diem!
Frank Sinatra foi preso pelo Condado de Bergen, New Jersey em 1938 e acusado de aliciar uma mulher casada. Mais tarde a acusação foi alterada para “cometer adultério”, mas logo a sentença fora esquecida.
Johnny Cash foi preso em outubro de 1965, quando agentes de alfândega dos EUA encontraram centenas de pílulas estimulantes e tranqüilizantes em sua bagagem. O cantor, que voltava de avião de uma viagem ao Juarez, México, passou uma noite na prisão de El Paso. Mais tarde se declarou culpado da acusação. Teve que pagar uma multa de mil dólares e recebeu uma sentença de 30 dias de prisão.
Mick Jagger foi preso na Inglaterra em 1967 sob a acusação de posse de narcóticos. Jagger, 23, foi preso depois que a polícia deu uma batida e invadiu a casa de campo de Keith Richards, amigo e guitarrista dos Rolling Stones que também fora detido. Jagger, fotografado em uma prisão de Brixton, passou algumas noites em custódia antes de efetuar pagamento de fiança.
Jimi Hendrix foi preso no Aeroporto Internacional de Toronto em maio 1969 após inspetores da alfândega encontrarem heroína e haxixe em sua bagagem. Hendrix afirmou que as drogas foram postas em sua bolsa por um fã sem o seu conhecimento. Mais tarde o lendário guitarrista foi absolvido das acusações.
Janis Joplin foi presa em novembro de 1969 na Flórida, acusada de conduta desordeira, após gritar obscenidades para policiais durante um concerto Tampa. As acusações foram retiradas depois. Foi decidido que as ações da cantora foram um exercício de liberdade de expressão. Jeitinho americano de resolver as coisas!
John Osbourne (Ozzy Osbourne) foi preso por policiais de Memphis em maio 1984 sob a acusação de intoxicação pública. De acordo com o relatório policial, Ozzy estava ”bêbado e cambaleante”, quando foi preso na Beale Street.
Kurt Cobain foi preso pela polícia de Aberdeen, Washington em Maio de 1986 e por invasão e embriaguez. Essa não foi a primeira contravenção cometido pelo vocalista do Nirvana. O músico havia sido preso em Aberdeen um ano antes, por atos de vandalismo.
James Brown foi fichado pelo Departamento de Correções da Carolina do Sul em dezembro de 1988 depois que um júri o considerou culpado de agressão grave, posse de armas, e resistência a prisão. O Pai do Soul foi aprisionado após uma perseguição de carros entre a Carolina do Sul e Geórgia em posse de entorpecentes. Brown, 55 anos na época, foi condenado a seis anos de prisão, mas foi posto em liberdade condicional depois de cumprir pouco mais de dois anos atrás das grades.
Axl Rose, vocalista da banda Guns N’ Roses, foi preso por policiais do Arizona (EUA) em fevereiro de 1998. Ele fora acusado de abusar verbalmente de um funcionário do aeroporto Sky Harbor em Phoenix. Rose, que amaldiçoou e sacudiu o punho para um supervisor  que queria verificar suas malas na alfândega, foi declarado culpado por perturbação da paz.
O rapper Jay-Z (Shawn Carter) foi preso por policiais de Nova York em dezembro de 1999 por supostamente esfaquear um executivo de uma gravadora em uma boate de Manhattan. Originalmente acusado de agressão crime, o cantor se declarou culpado em outubro de 2001 e teve sua pena reduzida sendo condenado a três anos de liberdade condicional.
Brian Hugh Warner (Marilyn Manson) foi acusado de conduta sexual criminosa depois de fazer gestos obscenos na cabeça de um guarda de segurança durante um concerto em Julho de 2001 no subúrbio de Detroit. O astro do rock não reclamou da taxa reduzida de sua contravenção: multa de quatro mil dólares. Nem fez cócegas no bolso do rockeiro…
Em 20 de novembro de 2003 foi expedido um mandado de prisão pelo condado de Santa Barbara (EUA) para o rei do pop Michael Jackson, na época com 45 anos. Acusação: abuso sexual infantil (pedofilia).
O cantor pop Bruno Mars, cujo nome real é Peter Hernandez, foi preso pela polícia de Las Vegas em setembro de 2010 sob a acusação de posse de narcóticos. O cantor vencedor do Grammy se declarou culpado em fevereiro de 2011  e mediante a uma fiança foi colocado em liberdade condicional por um ano.
FIM
————————

Nenhum comentário:

Postar um comentário