quinta-feira, 15 de março de 2018

SAIBA O QUE STEPHEN HAWKING PENSAVA SOBRE A PRÓPRIA MORTE E DEUS. Homenagem polémica a Stephen Hawking feita por Neimar.


O cientista Stephen Hawking, que morreu nesta quarta-feira (14), foi uma daquelas pessoas cujas opiniões sempre interessaram a todos.



Diagnosticado com Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) quando tinha apenas 21 anos de idade, Hawking viveu para desafiar o próprio diagnóstico e, ao contrário dos médicos que estimavam sua morte na juventude, continuou se dedicando a seus estudos sobre o Universo e teve uma vida longa e cheia de realizações.

Para Hawking, sua doença, que eventualmente o deixou paralisado, fez com que ele enxergasse a morte de uma forma diferente, mais filosófica, inclusive: “Eu tenho vivido com o prospecto de uma morte prematura pelos últimos 49 anos. Não tenho medo da morte, mas não tenho pressa de morrer. Tem muita coisa que eu quero fazer antes”, disse o físico em uma declaração ao The Guardian, em 2011.

Sobre a questão da crença humana em fatores divinos, Hawking dizia que isso é algo natural, mas que, cientificamente, o divino não é algo que possa ser comprovado ou explicado. Para ele, não há a necessidade de um criador para que o Universo exista.

Em seu livro “O Grande Projeto”, Hawking afirma que o maior triunfo da razão humana seria conhecer a mente de Deus, mas quando questionado sobre sua possível crença em Deus, ele logo explicou: “O que eu quis dizer por ‘nós conheceríamos a mente de Deus’ é que nós saberíamos todas as coisas que Deus saberia, se houvesse um Deus, mas não há. Eu sou ateu”.




Redes Sociais
Neymar criticado por homenagem polémica a Stephen Hawking.




O futebolista brasileiro Neymar está a ser duramente criticado nas redes sociais por ter publicado uma fotografia sentado numa cadeira de rodas, numa homenagem ao físico britânico Stephen Hawking.



Stephen Hawking morreu esta quarta-feira e foi alvo de diversas homenagens um pouco por todo o mundo. Neymar foi uma das personalidades que recordou o genial cientista, mas a comparação da lesão da qual está a recuperar com a doença de Hawking - Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) - não caiu bem junto da opinião pública.

AS FRASES MAIS MARCANTES DE STEPHEN HAWKING



Sorridente, o craque do Paris Saint-Germain publicou uma imagem sentado numa cadeira de rodas, acompanhada de um frase de Stephen Hawking: "Você tem que ter uma atitude positiva e tirar o melhor da situação na qual se encontra."

Apesar de se encontrar com mobilidade reduzida, por estar a recuperar de uma operação ao pé direito, o jogador brasileiro não escapou à ira dos internautas. Comentários como: "És nojento, o homem está morto e tu a gozar" ou "tens uma lesão mais importante que a do pé...chama-se atraso mental permanente", são apenas dois dos exemplos.

Recorde-se que a doença que afetava o físico britânico caracterizava-se pela degeneração dos neurónios motores, as células do sistema nervoso central que controlam os movimentos voluntários dos músculos. Em 1985, uma grave pneumonia deixou-o a respirar por um tubo, forçando-o, desde então, a comunicar através de um sintetizador de voz eletrónico.

Na mesma ocasião, ele também falou sobre vida após a morte e deixou claro que não tinha a expectativa de encontrar alguma coisa nesse sentido. Para ele, o cérebro é um computador que simplesmente para de funcionar quando uma pessoa morre: “Não há paraíso ou vida após a morte para computadores quebrados; isso é um conto de fadas para pessoas que têm medo da escuridão”, declarou.

segunda-feira, 12 de março de 2018

LIBERDADE ENTRE DEBAIXO DAS SUAS ASAS. Liberdade é se livrar do que faz mal.


Liberdade é conseguir sair de relacionamentos falidos, de amizades insossas, de empregos desumanos, antes de sermos esmagados pelo peso de uma infelicidade que não nos pertence.


Fala-se muito em liberdade, hoje em dia, ainda mais por estarmos vivendo cada vez mais presos a tarefas, a serviços, a regras de como viver, como aparentar, como ser feliz. Ditam-se normas e modelos a serem seguidos, atrelados ao consumismo que confere status e à necessidade de se estar em um relacionamento, para que a felicidade plastificada possa ser estampada pelas redes sociais.

Resultado de imagem para LIBERDADE ENTRE DEBAIXO DAS SUAS ASAS FOTOS

Na verdade, liberdade a gente conquista e sente intimamente, quando consegue se afastar do que faz mal, do que aprisiona nossa capacidade de ser feliz. Triste é viver uma vida pela metade, uma vida que parece não nos pertencer, por medo de nos lançarmos em direção aos nossos sonhos de vida, ao encontro de tudo o que alimenta as batidas de nossos corações.
Liberdade é conseguir manter aquilo em que se acredita, a despeito das contrariedades e dos nãos que se enfrentam por conta disso. É não deixar de manter firmes as convicções que sustentam os passos da jornada, seguindo sempre em frente, mesmo que doa, mesmo que desacreditem, ainda que desencorajem de todas as formas possíveis.
Ser livre implica aceitar.
Liberdade é sabermos exatamente o que não deve fazer parte de nossas vidas, tendo certeza de quem deve cair fora, de quem não nos merece e não ficará nunca por perto. É conseguir sair de relacionamentos falidos, de amizades insossas, de empregos desumanos, antes de sermos esmagados pelo peso de uma infelicidade que não nos pertence.

Resultado de imagem para LIBERDADE ENTRE DEBAIXO DAS SUAS ASAS FOTOS

Pessoas livres não têm medo da dor, não temem sofrer, pois conseguem enxergar o horizonte, o que vem depois da escuridão. Isso é esperança, fé, certeza de que recomeços podem vir todos os dias. Mesmo que sofram, que sejam julgadas, que percam e se percam, entendem que o tempo trará novas possibilidades e oportunidades.
Portanto, liberdade não cai do nada no colo de ninguém; conquista-se, luta-se por ela, atravessando barreiras e temores, enfrentando julgamentos e dores. Ser livre é um dos maiores prazeres da vida, simplesmente porque quem é livre já conseguiu expulsar de sua vida tudo e todos que a tornavam menos digna, menos vivida.
Ser exatamente como se é, não se importando com os ditames de modas e estilos, vestindo o que é confortável, ouvindo a música que agrada, frequentando os ambientes que trazem conforto e acolhimento. Liberdade tem a ver com o ir e vir leve, solto e sorridente.