sexta-feira, 25 de julho de 2014

Maior Megalodon tubarão no mundo... Espero que gostem das imagens. World's Biggest Shark EVER O. Megalodon...






Maior 'Megalodon' o maior tubarão do mundo...


Biggest Shark EVER! Megalodon





Maior Megalodon tubarão no mundo





Espero que gostem das imagens de Maior Megalodon tubarão no mundo do que você estava procurando : O Dinosauro



Maior Megalodon tubarão no mundo



Maior Megalodon, tubarão no mundo...

Maior Megalodon, tubarão no mundo...


Maior tubarão Mundo
Maior Megalodon, tubarão no mundo...


Maior Megalodon, tubarão no mundo...

OS MUNDOS...


Maior Megalodon, tubarão no mundo...

World's Biggest Shark EVER! Megalodon

O nome é dado porque é o maior...


Maior Tubarão Sempre...
Maior tubarão
! Megalodon

 


Imaginem se tubarão foi... O maior Legendary

Maior Megalodon tubarão no mundo

Biggest Shark EVER! Megalodon




Maior Megalodon tubarão no mundo.


Maior tubarão no mundo...



Maior Megalodon tubarão no mundo...

iggest Shark EVER! Megalodon...


Hemiscyllium halmahera - O tubarão que "anda" no fundo do mar da Indonésia...INÉDITO!


Hemiscyllium halmahera - O tubarao que "anda" no fundo do mar da Indonésia


Uma locomoção com as nadadeiras no fundo do mar.



Você já pode ter visto tubarão que anda em desenhos animados, não é? Mas, você sabia que um animal com essa característica realmente existe? Entretanto, obviamente, não é bem um caminhar em pé — como fazia o antigo personagem da Hanna-Barbera, o Tutubarão —, mas sim uma locomoção com as nadadeiras no fundo do mar.



A espécie que usa esse movimento foi descoberta no mar da Indonésia por cientistas da Conservation International e, ao contrário dos outros tubarões, este tem essa forma incomum de se locomover. O peixe foi nomeado como a espécie Hemiscyllium halmahera, sendo mais um exemplar entre os nove tipos de tubarões que andam encontrados no mundo.




No vídeo abaixo você pode conferir como este tubarão “caminha”, usando as suas nadadeiras como patas e deslizando suavemente em todo o fundo do mar. A espécie costuma sair durante a noite para fazer as suas andanças a fim de procurar por comida e um lugar para descansar.



Este tubarão geralmente não alcança mais de um metro, sendo inofensivo para os humanos. Até agora, ele somente foi observado nas águas da ilha indonésia de Halmahera e um dos pesquisadores que o encontrou, Dr. Mark Erdmann, disse que esta descoberta é importante para ajudar o trabalho da ilha asiática para proteger o habitat de seus tubarões nativos contra a pesca predatória, que visa a venda de barbatanas de tubarão.
Essas barbatanas são iguarias na China e em outras partes do mundo. Elas são usadas ​​para fazer sopas e outros pratos considerados nobres, com uma boa consistência e benefícios à saúde. Alguns dizem que comer a sopa pode aumentar o apetite, além de melhorar a saúde óssea e do pulmão. Muitas populações no Extremo Oriente continuam a comer a sopa em importantes eventos e festas, como casamentos.

Fonte: Red Orbit

SERÁ QUE FOI ESSE QUE ENGOLIU JONAS?...Fotos do maior tubarão do mundo!


Fotos do maior tubarão do mundo!

Clique abaixo para ver o evento:



O maior tubarão do mundo foi encontrado no Paquistão, na região de Karachi, deixando todo mundo muito impressionado, a fera pesa 7 toneladas e tem 12 metros de comprimento, somente um guindaste para tirá-lo da água, todos muito ficou abismado com a presença desse ilustre animal. Esse gigante peixe habita regiões de clima tropical, tendo uma boca tão grande que pode engolir um homem inteiro de uma vez só, mais o maior impacto seria mesmo o susto, já que ele não oferece perigo algum para nós, comendo somente peixes menores, polvos, algas entre outras.
Eles podem viver em média de 60 a 130 anos, imagine topar com um tubarão desse tamanho no mar? Seria realmente um susto muito grande!
O Tubarão não suportou e morreu na beira da praia sendo vendido por 1,7 milhões de rúpias, que equivalem a 32 mil reais.


Tubarões desse tipo são chamados de tubarões-baleia e são encontrados no Mar da Arábia, sua pesca é proibida e estão quase em extinção, e mesmo assim são vendidas conservadas ou frescas nas regiões costeiras do Paquistão.

Fotos do Tubarão-Baleia



















FAMÍLIA... PROPÓSITO DE DEUS! QUEREM ACABAR COM ESTA PRECIOSIDADE!

FAMÍLIA... PROPÓSITO DE DEUS!



(Esta mensagem foi proferida no Domingo passado pela manhã e foi distribuída com toda Igreja para que cada família a reproduza em suas casas no próiximo sábado dia 26 de Março das 20:30h às 21:20 h. Este estudo faz parte do Projeto A HORA DO PLANETA 2011 - A HORA DA FAMÍLIA como foi postado no link:http://prdennermaia.blogspot.com/2011/03/hora-do-planeta-2011-hora-da-familia.html)

Introdução:
Deus criou a família. A família foi instituída por Deus para glorificação do seu nome. Com o surgimento do pecado, não só a humanidade, mas toda a criação ficou amaldiçoada. De lá pra cá o que temos visto são as mudanças climáticas, o rigor das estações, terremotos, tsunamis, enchentes, aquecimento global, secas e tantas outras adversidades do clima como resultado da degradação do planeta. Essa degradação também é espiritual, afetando nossas relações interpessoais e nosso relacionamento com Deus. Com o tema: “Minha Família: Eu não Abro Mão”, o nosso desejo é que cada um lute pela sua família. Neste estudo vamos pensar sobre alguns temas que irão nos ajudar no propósito de vivermos uma vida melhor em família.



1 – MANTENHA A ALIANÇA

Gênesis 2.24: “Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles se tornarão uma só carne.”

VOCÊ SE LEMBRA DOS VOTOS QUE FEZ NO CASAMENTO?
É PRECISO RELEMBRAR E REFAZER ESTES VOTOS.
Deixar pai e mãe: DEIXAR EMOCIONAL, MATERIAL, PSICOLÓGICO, E DE PREFERÊNCIA FÍSICO.



Michel de Montaigne

"Um bom casamento é aquele em que a esposa é cega e o marido é surdo". - Montaigne

PIADA: Na idade de se casar, a filha pede conselhos à mãe: - Ai, mãe... Não consigo decidir se caso com um advogado, com um professor ou com um militar... - Como não sabe, minha filha? - diz a mãe, inconformada - Case com o militar! - Ué... Por quê, mamãe? - Esse pessoal já está acostumado a cozinhar, fazer a cama e obedecer ordens!

As alianças que estão nas mãos do esposo e da esposa, estão impregnadas pelos votos feitos no altar. Lembre-se sempre deles: de viverem juntos na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza, na alegria e na tristeza. Lembre-se sempre desta aliança e ensine-a aos seus filhos.
2 – AME A SUA FAMÍLIA

Eclesiastes 2.14: “Um homem sozinho pode ser vencido, mas dois conseguem defender-se. Um cordão de três dobras não se rompe com facilidade”.


Nos momentos de crise a nossa tendência é jogar a culpa no outro. Quando passarem por momentos difíceis, vocês precisam ficar mais unidos ainda. Separados ficamos fracos, tropeçamos e caímos. Porém, unidos, resistimos e superamos qualquer dificuldade. Ame sua família, lute por ela, mantenham-se unidos.

3 – RESTAUREM A COMUNICAÇÃO

Efésios 5.21: “Sujeitem-se uns aos outros, por temor a Cristo.”

Como vai a comunicação na sua casa? Há sinceridade no falar? Sobre o que vocês conversam quando estão juntos? Será que falam só sobre as contas pra pagar, sobre os problemas do condomínio, sobre os problemas do trabalho? Ou será que nem falam nada? Procurem criar um ambiente de cumplicidade, de aceitação, de tolerância, de diálogo e não “monólogo”. Um ambiente onde todos sintam segurança e liberdade para falar e para esclarecer suas dúvidas sobre qualquer assunto.



4 – SEMEIE COISAS BOAS

Gálatas 6.7b: “Pois o que o homem semear, isso também colherá.”

O que vocês estão semeando na sua família? Como está o relacionamento entre vocês? Nós semeamos através de nossas palavras e atitudes. Uma palavra ‘mal dita’ se torna maldita para a família. Na hora do problema, em vez de semear rejeição, semeie aceitação. Em vez rancor, semeie o perdão. Em vez acusação, semeie o encorajamento, em vez do desespero, semeie fé e esperança. Lembrem uns aos outros que há um Deus, o supremo bom Pastor, que não deixará faltar nada.

Que Deus abençoe ricamente a sua família e que este ano de 2011 seja o ano da restauração, o ano da restituição. Repitam juntos:

“Se depender de mim, a minha família será mais amorosa.”


“Se depender de mim, a minha família será mais unida”.


“Se depender de mim, a minha família será mais feliz”

Pr. Dener Rodrigues Maia

Por que temos bafo de fome? BAFÃO!


Por que temos bafo de fome?



Publicado em 24/07/2014 | Autor: Juliana Miranda

Quando ficamos um longo período em jejum temos mais facilidade de desenvolvermos o mau hálito. Segundo os dentistas, isso acontece porque quando estamos de estômago vazio, o suco gástrico começa a ser sentido na boca. Além disso, a má alimentação favorece a formação de placas bacterianas e de tártaro.

A alimentação desregulada aparece como a terceira principal causa do mau hálito. Ficar muito tempo de estômago vazio torna o Ph da boca mais ácido e causa o mau cheiro.

O ideal é manter uma alimentação de três em três horas para evitar qualquer tipo de problema bucal. O consumo de alimentos que deixam odores na boca, como o alho, a cebola e o atum, deve ser feito com moderação durante o dia.

Outra relação direta do mau hálito com a falta de alimentação é que as pessoas tendem a escovar menos os dentes quando ficam longos períodos sem comer. Sendo assim, juntando a ação do estômago vazio e a falta de escovação e higiene bucal, o mau hálito é uma consequência imediata.



É importante ressaltar ainda que as pessoas que não têm uma dieta saudável, acabam com um sistema imunológico comprometido, o que torna mais recorrente o surgimento de herpes, aftas e úlceras bucais. Fique atento a sua saúde bucal e consulte um dentista com regularidade para evitar o mau hálito e outros problemas!


quinta-feira, 24 de julho de 2014

BELEZA ENGANA? Qual é segundo bicho mais venenoso do mundo?



Qual é segundo bicho mais venenoso do mundo?



Na semana passada, o blog publicou um artigo que nos surpreendeu. Todos sabemos que o aparente insignificante mosquito é de todas espécies, o que mais mata em todo mundo, não porque é venenoso, mas por ser portador de muitas doenças graves, que em alguns casos levam as pessoas a morte, como Aedes Aegypti, que produz a dengue. 


Hapalochlaena maculosa.jpg

Infelizmente há outras doenças não menos graves que usam o mosquito como seu portador. Mas quando se pensa em animais peçonhentos, vem logo a nossa mente, cobras como a Taipan, Cascavel, 

Resultado de imagem para polvo-de-anéis-azuis  fotos

Coral e muitas outras e os escorpiões, mas nunca pensamos que os venenos mais mortais estão em animais que vivem em nossos oceanos. No blog anterior mostramos a vespa-do-mar, o mais venenoso bicho do mundo e na matéria de hoje também, para a nossa surpresa, vamos mostrar que o segundo lugar entre os animais mais venenosos, também é uma outra criatura do mar: o chamado polvo-de-anéis-azuis (Hapalochlaena), que também vive no Oceano Pacífico, mas que só ataca se for provocado. Quando isso acontece, seu corpo fica coberto de anéis azuis que indicam a perigosa mudança de humor. Essa espécie de polvo é bem pequena - do tamanho de uma bola de golfe -, mas possui um veneno capaz de matar uma pessoa em 30 minutos. A sorte é que os acidentes com seres humanos são raros, pois contra a toxina desse animal não existe antídoto. Para salvar a vítima de um ataque, é preciso mantê-la sob cuidado médico intensivo, com respiração artificial, até que o veneno seja excretado pela urina. 

Imagem relacionada

Beleza traiçoeira - O polvo-de-anéis-azuis usa suas toxinas tanto como predador, para caçar pequenos peixes, ou em autodefesa, quando se sente ameaçado. O veneno ultra potente é produzido por glândulas localizadas junto à boca do animal e introduzido na vítima pela mordida do bicho. A mordida em si não é muito dolorida, mas em poucos minutos a pessoa sente náuseas e começa a ficar com a visão embaçada até tudo à sua volta escurecer por completo.

Imagem relacionada

 Depois, vem a perda do sentido do tato e a impossibilidade de falar ou engolir. Em aproximadamente meia hora, a toxina produzida pelo polvo pode deixar a vítima paralisada e matá-la por asfixia.

Veja a maior embarcação do mundo sendo lançada ao mar.



Veja a maior embarcação do mundo sendo lançada ao mar,



O maior casco de navio já construído no mundo foi lançado recentemente para fora da doca, mas a dona da embarcação divulgou estas imagens desse grande momento. O Prelude foi lançado ao mar no estaleiro Samsung Heavy Industries (SHI) em Geoje, Coréia do Sul. O momento ocorreu depois de 14 meses de construção. De acordo com a Royal Dutch Shell, detentora da embarcação, o navio será capaz de transportar a mesma quantidade de litros que 175 piscinas olímpicas juntas.



Com 488 metros de comprimento, esta embarcação é maior que a Casa de Ópera de Sidney, o London Eye, o Taji Mahall e a Torre Eiffel. A empresa deve ancorar a embarcação a 200 km da costa da Austrália, com objetivo de atender o crescente mercado asiático em um projeto de referência que deverá custar cerca de US$ 10 bilhões. O projeto do campo de Prelude deve operar apenas em 2017, quando será capaz de produzir 3,6 milhões toneladas de gás liquefeito em um ano. De acordo com a Shell, 600 engenheiros trabalham no projeto de instalação do navio. A embarcação, de 93 metros de altura, utiliza 6.700 propulsores e chega a retirar 50 milhões de litros de água do oceano por hora para ajudar a resfriar o gás natural. A expectativa é de que ficará na costa australiana entre 20 e 25 anos para desenvolver o projeto.

Os relatos de OVNIs na região do vulcão são frequentes.


MUNDO MISTERIOSO

A cadeia de TV mexicana, Televisa, monitora qualquer atividade diária em torno da caldeira do vulcão, que fica a cerca de 40 km, ao sul da cidade do México.



Estas imagens divulgadas pela rede de televisão mexicana Televisa, foram capturadas recentemente numa madrugada e mostra dois objetos sobrevoando a caldeira do vulcão.


Resultado de imagem para Os relatos de OVNIs na região do vulcão são frequentes fotos

 Os relatos de OVNIs na região do vulcão são frequentes. Porém o mais incrível é que a própria Televisa já havia publicado (em 2013 ) um outro vídeo misterioso com um objeto luminoso entrando na cratera do vulcão Popacatépet como mostra a foto abaixo.



Segundo especialistas entrevistados pela reportagem, o OVNI (Objeto Voador Não Identificado) parece ter um quilômetro de comprimento por 200 metros de largura.

Resultado de imagem para Os relatos de OVNIs na região do vulcão são frequentes fotos

Uma astrônoma entrevistada descartou que o objeto seja uma parte do vulcão que foi expelida ou mesmo um meteorito, pela falta de um rastro de luz. Ela ainda afirma que este pode ser um fenômeno natural, embora seja muito estranho.

Resultado de imagem para Os relatos de OVNIs na região do vulcão são frequentes fotos

Um OVNI não é necessariamente uma nave extraterrestre. Trata-se de umObjeto Voador Não Identificado, que tanto pode ser uma aeronave terrestre um fenômeno do espaço, como a queda de um meteorito ou até um Disco Voador. Só o tempo dirá...

A HISTÓRIA DE AMOR ENTRE ELVIS PRESLEY E PRISCILLA: CANTANDO E ENCANTANDO SEU GRANDE AMOR:

Elvis Presley - Always On My Mind LEGENDADO



Um vídeo emocionante sobre a história de amor de Elvis Presley por seu grande amor, Priscilla e o final triste até perder sua própria vida.
  • Priscilla Beaulieu Presley (nascida Priscilla Ann Wagner em 24 de maio de 1945, em Brooklyn, New York) foi modelo, escritora e atriz e a única esposa de Elvis Presley.Seu pai biológico, James Wagner, era um piloto que foi morto em um acidente de avião quando Priscilla era apenas uma criança. Sua mãe Anna Lillian Iversen, em seguida, casou-se com Paul Beaulieu, um oficial da Força Aérea dos Estados Unidos. Beaulieu assumiu a criação de Priscilla e é conhecido como o pai dela. Os Beaulieus estavam morando temporariamente na Alemanha Ocidental devido a transferência de Paul, ao mesmo que Elvis enquanto soldado do exército dos Estados Unidos foi transferido para o local. Priscilla tinha 14 anos quando conheceu Elvis em Wiesbaden.

  • Na Alemanha, Priscilla ia aos clubes ou restaurantes com a família e escrevia cartas para os amigos. Um dia, num daqueles lugares, um homem chamado Currie Grant perguntou a ela, ‘Você gostaria de conhecer Elvis Presley? Minha esposa e eu somos bons amigos dele ‘.Claro que Priscilla concordou, e naquela mesma noite foi ao conhecer Elvis; ela usava um vestido branco e azul marinho estilo marinheiro. Quando ambos foram apresentados pelo casal Grant, ele gostou dela imediatamente, e tentou impressioná-la com suas canções.
    Após aquele dia, Priscilla não conseguia se concentrar na escola, mas ela não contou a ninguém que havia conhecido Elvis, pois ela pensou “Quem iria acreditar que apenas ontem à noite eu estava na casa dele?”
    Durante os próximos seis meses, os dias se passaram como se fossem um casal de namorados. Ela tinha somente 14 anos e Elvis a respeitava pela idade como um verdadeiro cavalheiro até o dia triste quando Elvis teve que retornar para os Estados Unidos.
    Depois de Elvis ter sido dispensado do Exército, seu único contato com Priscilla Beaulieu era por telefone ou cartas.
    Muitos boatos de que ele teve namoradas desde então surgiram, e ela se acostumou com os boatos, bem como a dor e a frustração de amar o maior galã do mundo que estava a tantos milhares de quilômetros de distância.

A VIDA DO HOMEM QUE ERA CATADOR E VIROU MÉDICO COM A AJUDA DE LIVROS ENCONTRADOS NO LIXO!


Com livros achados no lixo, morador do DF aprende a ler e se torna médico
Órfão aos 2 anos, ele cresceu no Chaparral e buscava comida pelas ruas.
Cícero conheceu obras de Bach, Beethoven e Kafka por meio dos descartes.
Raquel Morais



Cícero Pereira Batista mostra livros achados no lixo
e com os quais estudou para virar médico
(Foto: Raquel Morais/G1)
Órfão de pai aos 2 anos e tendo a mãe alcoólatra e um dos sete irmãos traficante, o médico de Brasília Cícero Pereira Batista, de 33 anos, conseguiu vencer as adversidades estudando a partir de livros que retirava do lixo. Ainda criança, ele saía do Chaparral, onde a família mora até hoje, e percorria 20 quilômetros todos os dias pelas ruas de Taguatinga em busca de comida.

Junto com as sobras de alimentos descartados no lixo, Batista recolhia todos os livros que encontrava e vinis de Beethoven e Bach, atualmente suas inspirações. Ele se formou há menos de três meses e agora sonha em abrir um consultório.

"Meu pai era quem fazia o sustento de casa, e morreu de uma úlcera que provocou hemorragia interna. Minha mãe ficou louca e bebia muito. Ela começou a lavar roupa para fora e a catar latinha no meio da rua, mas não era suficiente. A gente sempre passou fome, tudo o que ela fazia não dava jeito. E meu irmão levava traficante para a nossa casa. Aliados a nossa miséria, tínhamos o alcoolismo e as drogas dentro de casa. Eu saía para buscar comida – a gente não tinha mesmo, não tinha nem o que vestir – e tinha dias que não voltava. Eu não precisava, mas tinha dias que dormia na rua para não ter que aguentar as brigas", lembra.
Amo Bach e Mozart. Junto com os livros, eles me salvaram. Eles falavam mais alto que a fome e me transportavam para outros mundos. Depois descobri Vivaldi e Strauss e comecei a amar música clássica. Às vezes eu pensava, vendo a vida dos compositores, que se Beethoven era surdo e fez o que fez, eu não poderia tentar? Eu, mesmo com fome, mesmo com adversidades, pobre, negro, não sendo homem bonito, conseguiria chegar lá. E é isso que a gente tem que pensar, que todo esforço é poder"
Cícero Batista Pereira, médico que
aprendeu a ler com livros achados no lixo

Na procura por alimento, o garoto encontrou coisas que lhe despertavam uma atenção ainda maior. As páginas cheias de letras e figuras e os discos o deixavam fascinado, ainda que misturados ao chorume que havia no lixo. Cícero sempre reservava um pedaço da caixa que carregava para os "tesouros". Com a ajuda de vizinhos, ouvia os vinis e pôde aprender a sonoridade de cada letra.

"Fui juntando as sílabas e compreendendo as sentenças e palavras. Quando entrei na escola para fazer o primário, já sabia ler, escrever e fazer as operações fundamentais. Entrei tarde, acho que eu tinha 10 anos, eu que pedi para a minha irmã me matricular", diz. "Eu trazia a caixa na cabeça debaixo de chuva e sol. Muitas vezes, escorria secreções dos alimentos e das carnes em mim. Eu parava, descansava um pouco e então seguia para casa."

Entre as obras que encontrou descartadas estavam "O sermão de Santo Antônio aos peixes", do Padre Antônio Vieira, e "A metamorfose", de Franz Kafka, além de "Magnificat" e a cantata "BMV 10" de Bach. O menino também achou livros de biologia, filosofia, teologia, direito e história e passou a colecioná-los em casa. Tudo era lido por ele.


Cícero Pereira Batista, de Brasília, quando criança
(Foto: Cícero Pereira/Arquivo Pessoal)

"Amo Bach e Mozart. Junto com os livros, eles me salvaram. Eles falavam mais alto que a fome e me transportavam para outros mundos", conta o médico. "Depois descobri Vivaldi e Strauss e comecei a amar música clássica. Às vezes eu pensava, vendo a vida dos compositores, que se Bethoven era surdo e fez o que fez, eu não poderia tentar? Eu, mesmo com fome, mesmo com adversidades, pobre, negro, não sendo homem bonito, conseguiria chegar lá. E é isso que a gente tem que pensar, que todo esforço é poder."

A inspiração o levou a fazer um teste para o curso profissionalizante de técnico de enfermagem, que valia como ensino médio. A ideia veio dos cuidados que ele tinha com a saúde da família e do gosto por dissecar cachorros mortos ou observá-los ampliados com a ajuda de uma lente achada em máquina de fotografia Polaroid, também tirada do lixo. O jovem foi aprovado em segundo lugar na seleção.

Após concluir os estudos, Cícero decidiu então prestar concurso e passou a trabalhar na Secretaria de Saúde. O pouco dinheiro já era um alívio diante das dificuldades vividas pela família, mas o rapaz queria mais. Três anos depois, fez vestibular para medicina em uma faculdade particular no interior de Minas Gerais, passou e, sem pensar duas vezes, decidiu enfrentar o novo desafio.
Fui juntando as sílabas e compreendendo as sentenças e palavras. Quando entrei na escola para fazer o primário, já sabia ler, escrever e fazer as operações fundamentais. Entrei tarde, acho que eu tinha 10 anos, eu que pedi para a minha irmã me matricular."
Cícero Batista Pereira

Como não podia abrir mão do emprego, o jovem se dividia entre os plantões aos fins de semana no Distrito Federal e as aulas na outra cidade. O salário seguia contado. "Acabei passando fome, cheguei a desmaiar em sala. Por vezes, precisei dormir na rodoviária para economizar", lembra.

Um ano e meio depois, o rapaz conseguiu 100% de desconto em uma instituição de Paracatu (MG) por causa do bom desempenho no Enem. A faculdade se recusou a aproveitar os três semestres feitos em Araguari, e Cícero precisou recomeçar os estudos. Seis meses depois, já em 2008, ele repetiu o resultado e conquistou uma bolsa integral em Brasília.

"Quando vim, eles aproveitaram algumas matérias, mas também não quiseram me progredir de período, portanto eu voltei à estaca zero de novo. Mas eu nunca desisti, continuei trabalhando e fazendo o meu curso. Eu saía do plantão noturno para a faculdade. Era muita dificuldade, tinha dias que eu chegava molhado e sujo porque tinha chovido, eu pegava dois ônibus, e no trabalho eu era obrigado a usar roupa branca", conta.

Sem os custos com passagens de viagens interestaduais e a mensalidade, Cícero pôde se dedicar melhor às paixões. Ele virou frequentador assíduo de sebos e passou a comprar mais livros e vinis. Assim, reforçou a paixão pelos autores e músicos que conheceu por meio do lixo e pôde estender as noções que já tinha na área. As primeiras compras para si foram livros da faculdade de medicina e CDs de música clássica.


O médico Cícero Pereira Batista, de Brasília
(Foto: Cícero Pereira/Arquivo Pessoal)

"Nunca foi fácil, meu dinheiro nunca foi suficiente, mas eu não cedi. Eu me esforcei, eu não me rendi às adversidades financeiras, às adversidades das drogas. Eu dormi no meio da rua fugindo das drogas que tinha dentro de casa muitas vezes. Eu não era morador de rua, eu tinha onde ficar, mas eu dormia fora para evitar a situação. Nunca usei droga, nunca botei um cigarro de maconha ou qualquer cigarro na boca, nunca bebi", explica.

Formado em junho deste ano, Cícero atualmente trabalha como médico clínico e generalista em dois hospitais de Águas Lindas e Valparaíso, municípios no Entorno do DF. Ele afirma reconhecer em muitos pacientes um quadro semelhante ao que viveu. "São iguais a mim. São pessoas que muitas vezes chegam com fome, chegam doentes porque não tiveram o que comer"

Para ele, a experiência na infância acaba o ajudando a cumprir o que considera uma missão. "O médico muitas vezes tem essa autonomia de aliviar o sofrimento. Eu me formei em medicina para aliviar o sofrimento de pessoas que estavam como eu."

Futuro
Além de continuar prestando atendimento a quem vive em situação de vulnerabilidade social, o médico planeja a abertura de um consultório particular na capital do país e acumula os sonhos de fazer residência em psiquiatria e especialização em medicina aeroespacial fora do Brasil.



Izaltina Batista e o filho Cícero, na casa da família
(Foto: Cícero Pereira/Arquivo Pessoal)

"Gosto de entender os conflitos humanos, as fugas, os processos que levam a pessoa à dependência química, à realidade de alguns familiares meus, como o alcoolismo da minha mãe e o uso de drogas do meu irmão. Como estas pessoas se entregaram ao vício? Como tratá-las? Como curá-las? Eu também sempre gostei das coisas do espaço, das estrelas, pois de certa forma olhar e compreender o céu me aliviavam o sofrimento e a fome e me davam força para seguir em frente", declarou.

O profissional, que voltou a morar com a mãe no Chaparral, afirma ainda querer comprar um apartamento para poder morar sozinho, além de promover melhorias na casa da família. "Está em pedaços e mofada, e minha mãe por isso tem pneumonias de repetição. Se eu não conseguir reformar a casa da minha mãe, [quero] tentar comprar uma para ela."

"Minha mãe está velhinha e precisa de um mínimo de conforto e paz. Ela cuidou de muitos filhos, já está na hora de eu cuidar dela agora que eu me formei médico. Não quero que ela passe fome de novo, não quero que ela viva em uma casa com goteiras e mofo. Esses últimos ideais são meus sonhos de realização imediata e necessária", afirmou.

quarta-feira, 23 de julho de 2014

JOVEM QUE FOI CUIDADA POR AVÓ NA INFÂNCIA CARREGA IDOSA PARA O TRABALHO TODOS OS DIAS PARA EVITAR DEIXÁ-LA NA SOLIDÃO:


Jovem que foi cuidada por avó na infância carrega idosa para o trabalho todos os dias para evitar deixá-la na solidão:


Deborah Furtado • 23 de julho de 2014



Huang Li Hua, de 24 anos, do sudoeste de Chongqing, município da China, contou que seus pais, quando ela era uma criança, precisavam ir trabalhar e, como resultado, eles a enviavam para ficar com a avó Wan Zongsiu, de 88 anos, no campo. Hoje, depois de vários anos, é ela que cuida leva a avó para o trabalho.

“Ela nunca me deixou trancada em casa, se ela estava indo ao mercado, visitar amigos ou trabalhar nos campos, ela me levava junto. E eu nunca quis nada mais, havia sempre boa comida para comer e muito amor,” disse Huang.

Pouco tempo depois ela começou a ir para a escola e voltou para a cidade de seus pais, mas nunca esqueceu o seu tempo com a avó.



Huang Li Hua cuida de sua avó e a leva para trabalhar todos os dias, mesmo que seja preciso carrega-la, retribuindo carinho que recebeu na infância.Depois de deixar a escola, ela foi pela primeira vez trabalhar na província do leste da China, em Guangdong, onde ganhou dinheiro suficiente para voltar para casa de seus pais e começar seu próprio negócio, um restaurante de fast food na cidade.



Ela disse: “Eu tenho tudo que eu quero na minha vida agora. Um namorado que eu amo muito e um negócio que está indo bem. Por isso era natural para mim que eu devesse pensar em minha avó, que me deu tanto amor e cuidou de mim.”



Huang levou a avó para a cidade e passou a cuidar da idosa, levando-a para trabalhar todos os dias no restaurante.



Apesar de sua avó nem sempre se sentir bem o suficiente no trajeto, ela ainda faz o percurso diário mesmo que sua neta tenha que carregá-la.







Fonte: Daily Mail