sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Orangotango fêmea abraça filhote para protegê-lo de caçadores...


Orangotango fêmea abraça filhote para protegê-lo de caçadores...

Uma orangotango fêmea foi flagrada abraçando seu filhote para protegê-lo de caçadores que estavam prestes a capturá-los , de acordo com informações do jornal Daily Mail desta sexta-feira (27/1). A cena foi registrada em Bornéu, uma ilha localizada na Ásia .
Os caçadores já estava com facas nas mãos quando se aproximaram da orangotango – que está grávida - e de seu filhote. Cercada por uma roda de caçadores, a única coisa que a mamãe orangotango poderia pensar em fazer era envolver seu filhote em torno de seus braços para protegê-lo.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Sempre este mistério ! O Monstro de Montauk é encontrado! Impressionante, nojento, incrível!

Revisado!

Acabou de passar  no Discovery...



O Monstro de Montauk é encontrado!
Desde que comecei este blog no último verão, dediquei um pouco de tempo para desmentir todas as teorias apresentadas sobre o monstro de Montauk . Era um cão? Era um porco? A jogada de marketing viral?Honestamente, isso realmente não importa neste momento como a carcaça original foi roubado e depois se desintegrou numa "bola de goo".
Na quarta-feira 5 de maio de 2009, fui contactado por um casal que enviou uma mensagem para a caixa de e-mail geral neste site alegando que eles pensam que encontraram o que parece ser o Monstro de Montauk. Naturalmente, eu questionei isso pensando que era BS, mas eles pareciam credíveis o suficiente (após uma conversa por telefone, é claro) para tomar uma hora de carro para Southold e ver por mim mesmo de perto e pessoal.



Após a descoberta, parecia que todo mundo viu no verão passado.Este monstro foi localizado em Southold, NY na Bay Area. Para aqueles que não estão familiarizados com a área, este é o North Fork de Long Island. A besta cheirava a uma mistura de maré baixa e lixo podre. É realmente horrível cheiro. Eu não poderia deixar de tirar fotos dele e vários clips de vídeo.
O casal que me deu a dica carregado o cadáver em um saco de lixo e levou para casa com eles. Nós estivemos em tempos correspondência numerosos e decidiram que, para o restante da semana, nós mantemos este assunto para nós mesmos. Os restos mortais estão atualmente localizados em Southold em um refrigerador cheio de gelo.
Eu queria pensar sobre a melhor maneira de expor isso para o público.Desde que eu própria deste meio, e têm um interesse genuíno no assunto, eu gostaria de ser o primeiro a compartilhar essa você. Nós não contactou quaisquer autoridades, a partir de experiências anteriores, a carcaça foi retirado do finders ou misteriosamente "roubado". Se este é um acidente genético de Plum Island, nós gostaríamos de vender os restos de um laboratório independente para o estudo. Tornou-se uma corrida contra o relógio como o casal que originalmente encontrado "Beastie" são diligentemente colocando mais gelo no refrigerador para manter a carcaça fresca.



Além disso, tenho pensado sobre as possibilidades que essa carcaça pode estar carregando a gripe H1N1. (A Gripe Suína) Desculpe, minha mente está correndo agora, mas eu não descartam a guerra biológica sobre isso ainda. A carcaça doentes flutuante nos cursos de água em torno de Long Island podem estar infectando a água, peixe, etc Nós ainda precisamos lembrar que a Ilha Plum é o lugar onde se originou a doença de Lyme, realmente não é muito longe para buscar a acreditar que essa carcaça (se de Plum Island) poderiam ser portadores da bactéria ou doença.
Aqui está um vídeo de nossa descoberta:
Depois de ver este vídeo acima, por favor, tenha em mente que minhas intenções não são desperdiçar seu tempo com uma recriação da Bruxa de Blair. Este vídeo foi tomada na noite na praia, onde o monstro foi encontrado. (Park Fundador Landing, Southold NY)
Eu gostaria de sua opinião honesta, mesmo que você me dizer "que é um cachorro!" Minhas intenções desde o início tem sido a de informar meus leitores de "A Verdade, A Lenda e O Mistério" por trás de O Monstro de Montauk, um fenômeno de 2008. Além disso, eu não estou interessado em ir no show Rivera Geraldo como o meu amigo Mike fez no verão passado como uma testemunha ocular. É uma oferta tentadora, tendo um total de limousine de champanhe enviada por Geraldo para um estúdio de TV, mas vou aproveitar este momento agora para recusar educadamente.
Aqui está o negócio:
Eu só estou interessado em lidar com as publicações que têm um interesse genuíno nessa história, ou já cobriu o monstro Montauk. Eu não estou olhando para perder o meu tempo ou da mídia. Tenho mais de 70 fotos de alta qualidade que eu levei pessoalmente a partir de uma câmera digital Lumix (14,7 megapixels) que inclui close-ups e vários ângulos de O Monstro de Montauk.
Se a publicação estiver interessado em obter fotos exclusivas de O Monstro de Montauk ou gostaria de entrevistar Nicky Papers (sinceramente!) Envie um e-mail. Laboratórios locais e empresas de pesquisa independentes Encorajo em contactar-nos assim como nós gostaríamos de receber resultados conclusivos a respeito do que o Monstro de Montauk realmente é.
O que você acha que esse monstro é? Comente aqui.
Kind regards e os melhores votos,
Nicky Papers

A verdadeira cor da Via Láctea, mais planetas são revelados...

O trio gira ao redor de uma estrela chamada KOI-961. São todos rochosos como a Terra, mas possuem menos de 80% o raio do nosso planeta -- aproximadamente 6.370 quilômetros. O menor deles é do tamanho de Marte. A estrela também não é muito grande, sendo vermelha e sendo apenas 70% maior que Júpiter. Ela está a "apenas" 130 anos-luz da Terra -- aproximadamente 1,2 quatrilhão de quilômetros.
Eles orbitam muito perto da estrela para poderem ter superfícies habitáveis, já que a temperatura é elevada e a água líquida não deve existir em nenhum dos três astros. Cada giro dos três exoplanetas ao redor de KOI-961 demora apenas dois dias. Estrelas vermelhas essa são conhecidas como anãs-vermelhas e são as mais comuns na Via Láctea.


A 'cor' da Via Láctea é, na verdade, o resultado de um jogo de luz. (Foto: Nasa / via BBC)

A 'cor' da Via Láctea é, na verdade, o resultado de
um jogo de luz. (Foto: Nasa / via BBC)
A verdadeira cor da Via Láctea, exoplanetas, um observatório voador e a matéria escura estão entre as últimas descobertas da astronomia.
No último congresso da Sociedade Astronômica Americana, realizado em Austin, nos Estados Unidos, de 8 a 12 de janeiro, especialistas de todo o mundo apresentaram os últimos desenvolvimentos no estudo do cosmos.
Embora não se conheça vida fora da Terra, para os especialistas estamos iniciando uma nova era no que diz respeito ao nosso conhecimento sobre outros planetas.
"O telescópio Kepler e as microlentes gravitacionais estão abrindo uma espécie de nova era para a descoberta dos planetas", diz James Palmer, especialista em ciência da BBC.
Mais planetas são revelados e novas formas de observação e ferramentas acrescentam dados que ajudam a esclarecer, aos poucos, alguns mistérios do espaço. Veja alguns deles.
A verdadeira cor da Via Láctea
A aparência branca da Via Láctea vista da Terra é, na verdade, resultado de um jogo de luz.
"Para os astrônomos, um dos parâmetros mais importantes é a cor das galáxias. Isso nos indica a idade das estrelas", diz Jeffrey Newman, da Universidade de Pittsburgh
Uma comparação entre várias galáxias também teve um resultado pouco surpreendente: a cor é de fato branca.
A novidade, no entanto, refere-se à tonalidade específica.
Trata-se do branco da neve da primavera logo depois do amanhecer ou antes do entardecer, segundo os pesquisadores, o que poderá trazer informações sobre a idade da Via Láctea.




Até então, um problema recorrente para detectar a tonalidade era a poeira espacial que interfere nos observatórios instalados na terra.
Os pesquisadores reuniram, então, informações de milhões de galáxias similares à Via Láctea. A partir de um modelo especificamente elaborado para o estudo, foi feita uma média de cor, cujo resultado foi o branco da neve.
Atualmente, são conhecidos mais de 700 exoplanetas no Universo. (Foto: Nasa / via BBC)Atualmente, já foram detectados mais de 700
exoplanetas no Universo. (Foto: Nasa / via BBC)
Com o resultado, será possível avançar no estudo sobre a origem da Via Láctea, que já tem várias estrelas em fase de decadência, diz o professor.
Estrelas e planetas
Usando uma microlente gravitacional, a equipe de cientistas encontrou uma série de exoplanetas (que estão fora do sistema solar) girando em torno de outras estrelas. A descoberta indica a existência de milhões de outros planetas, apenas na Via Láctea.
O método que permitiu a descoberta consiste em usar a gravidade de uma estrela grande para amplificar a luz de estrelas ainda mais distantes e com planetas ao seu redor.
Os astrônomos usam uma série de telescópios relativamente pequenos, conectados em rede, e através destes observam o raro evento de uma estrela passando diante da outra, como se vê da Terra.
A equipe de cientistas usou recentemente esse sistema para observar planetas e ainda que o número de descobertas tenha sido relativamente pequeno, pode-se chegar a uma estimativa de quantos podem existir na galáxia.
Embora o telescópio Kepler seja a principal ferramenta para descobrir novos exoplanetas nos últimos anos, as microlentes são melhores para localizar planetas de todos os tamanhos e em diferentes distâncias.
"Apenas nos últimos 15 anos fomos de nenhum planeta conhecidos além do sistema solar aos 700 que temos hoje", diz Martin Dominik, da Universidade de Saint Andrews, no Reino Unido.
Observatório voador
O congresso também mostrou dados captados por um telescópio bastante incomum, cuja particularidade é estar instalado na carcaça de um avião 747.
A matéria e a energia escuras responderiam por 96% da massa do Universo, segundo parte dos teóricos. (Foto: Nasa / via BBC)

A matéria e a energia escuras responderiam por
96% da massa do Universo, segundo parte dos
teóricos. (Foto: Nasa / via BBC)
O grande feito do Sofia (Observatório Estratosférico para Astronomia Infravermelha) foi captar imagens do que parece ser uma estrela em formação.
"Esta parte da Nebulosa de Órion tem sido observada por décadas. É o mais próximo da formação de uma estrela na galáxia, o que nos dá a melhor medida de como as estrelas se formam", explica o professor James De Buizer, da Universities Space Research Association (USRA).
Com 15 toneladas, o telescópio é montado em um suporte giratório para que possa permanecer com suas lentes fixas nas estrelas.
Ele foi projetado especialmente para analisar o cosmos na porção infravermelha do espectro eletromagnético, uma vez que os telescópios instalados na Terra não conseguem enxergar essa parte porque o vapor de água na atmosfera absorve essa luz infravermelha.
Os mistérios da matéria escura
No congresso, uma equipe franco-canadense apresentou as maiores imagens já vistas da chamada matéria escura, a misteriosa substância que compõe 85% do universo.
As imagens cobrem um espaço cem vezes maiores que aquele até então captado pelo telescópio Hubble e são compatíveis com as teorias em voga até então.
Na nova imagem, os aglomerados de matéria escura podem ser visto circundando as galáxias, conectados por filamentos soltos de matéria escura.
A professora Catherine Heymans, da Universidade de Edimburgo, explica que "as teorias da matéria escura indicavam que ela formaria uma intrincada e gigante rede cósmica".
"É exatamente o que vemos nesses dados, uma rede cósmica abrigando as galáxias", diz.
A matéria escura não emite nenhum tipo de radiação eletromagnética e por isso não pode ser observada, sozinha, por telescópios. Ela pode, no entanto, ser detectada por meio de um estudo de como a luz é refletida por elementos que ficam à sua volta.
As quatro imagens foram feitas em diferentes estações do ano, cada uma capturando uma parcela do céu que, vista da terra, é tão grande como a palma de uma mão.



Essas descobertas constituem um grande salto adiante no entendimento da matéria escura e da forma como ela afeta o jeito que vemos a matéria normal nas distintas galáxias pela noite.
Juntas, as imagens mostram mais de 10 milhões de galáxias, cuja luz traz indícios da estrutura mais ampla da matéria escura.
A professora Catherine Heymans, da Universidade de Edimburgo, explica que "a luz de uma galáxia distante que chega até nós é curva, por causa da gravidade da massa da matéria que se encontra no meio" do caminho.
"A Teoria da Relatividade de Einstein nos diz que a massa altera o espaço e o tempo, então quando a luz chega até nós, vinda do universo, caso cruze a matéria escura, essa luz torna-se curva e a imagem que vemos é distorcida", explica a professora.

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

'Rato monstro'. ASSUSTADOR...sendo maior do que um gato. 'Na minha vida nunca vi um rato tão enorme'


'Rato monstro' deixa moradores apavorados no 



Zimbábue...


REVISADO!

Roedor pesaria cerca de dez quilos, sendo maior do que um gato.
'Na minha vida nunca vi um rato tão enorme', disse Augustine Ugalo.


Um rato capturado no ano passado em uma casa em Harare, no Zimbábue, deixou os moradores apavorados com seu tamanho. O roedor pesaria cerca de dez quilos, sendo maior do que um gato, segundo o site de notícias local
Rato pesaria cerca de 10 quilos. (Foto: Reprodução)Rato pesaria cerca de 10 quilos. (Foto: Reprodução)
Augustine Ugalo contou que o rato foi flagrado correndo dentro da casa e chegou a atacar uma das pessoas que tentavam capturá-lo. "Na minha vida nunca vi um rato tão enorme. Ele não tinha medo de seres humanos", destacou Ugalo.
Segundo ele, a caçada para tentar matar o "rato monstro" demorou mais 30 minutos.