sábado, 27 de setembro de 2014

Como as pirâmides foram construídas? Físicos da Universidade de Indiana apresentam resposta extremamente simples!


Como as pirâmides foram construídas? Físicos da Universidade de Indiana apresentam resposta extremamente simples!8

Resultado de imagem para piramides construção fotos
Um grupo de físicos da Universidade de Indiana parece ter encontrado uma resposta extremamente simples para responder uma das mais enigmáticas perguntas de todos os tempos: como os egípcios conseguiram erguer estruturas como as pirâmides? Para se ter uma ideia, a Grande Pirâmide de Gizé, a última das sete maravilhas do mundo, foi erguida há 4.500 anos, com o uso de 2,4 milhões de blocos de pedra calcária. Um “pequeno” detalhe: cada bloco pesa em torno de 2,5 toneladas e ainda não se sabe como os egípcios faziam o transporte destas pesadíssimas pedras para o local da construção.

Resultado de imagem para piramides construção fotos

Agora, os físicos apresentaram uma explicação: os blocos eram rolados. De acordo com a nova hipótese, os egípcios faziam um tipo de cinta, que envolvia as pedras com troncos, o que transformava cada quadrado em um dodecágono. Desta forma, seria possível deslizar os blocos sobre a madeira presa às pedras.

O grupo fez um teste com um modelo em escala. Foi usado um bloco de concreto de 20 cm², com 40 cm de comprimento e 30 kg de peso. Três hastes de madeira foram fixadas em cada um dos lados do bloco com uso de corda. Depois, uma corda foi ligado ao topo do bloco para determinar a força necessária para fazer a pedra rolar. 
Resultado de imagem para piramides construção fotos

De acordo com as medições, há um coeficiente de atrito dinâmico de 0,3, para um movimento de rotação. Isto quer dizer que, com uso da cinta com madeiras, seria necessário apenas 0,15 vezes o peso da pedra para puxá-la. O cálculo vai ainda mais longe: com a força de 50 homens seria possível transportar uma pedra de 2,5 toneladas a uma velocidade de 0,5 metros por segundo. No caso das hastes de madeira, em escala real, elas teriam que ter em torno de 30 cm de diâmetro, medida semelhante aos mastros de navios usados no Nilo. Será que o mistério finalmente chegou ao fim?

VIVER ATÉ OS 120 ANOS? Qual é o segredo dos hunza, o povo que não envelhece.

Assustador...Os cinco livros malditos da história por suposta "periculosidade"


NOTICIAS
Os cinco livros malditos da história por suposta "periculosidade"
Ler é uma atividade relacionada ao saber e ao prazer. No entanto, algumas leituras podem nos enlouquecer ou, até mesmo, nos matar. Ao longo da história, existiram livros que foram proibidos pela suposta periculosidade de seu conteúdo. Acredita-se que alguns foram escritos por seres desconhecidos e outros abrem portas para saberes poderosos, enquanto outros, ainda, foram escritos em uma língua que ninguém conseguiu decifrar ainda.
Todo leitor será assassinado

O “Livro de Thoth” foi escrito e queimado durante o império egípcio, porém seus ensinamentos perigosos não desapareceram. Seu autor foi o próprio Thoth, ser mitológico conhecido como “Senhor da escrita e do conhecimento”. Para muitos pesquisadores, seus conhecimentos transformaram as terras dos faraós em uma das civilizações mais influentes da história. De acordo com documentos encontrados, a leitura desse livro confere poder sobre a terra, o oceano e os corpos celestes. A faculdade de interpretar a linguagem dos animais permite ressuscitar os mortos e fazer trabalhos à distância. Ele foi descoberto em meados do século XVII a partir da descoberta de vários papiros egípcios. O seu mito é o de que toda pessoa que se vangloriou de lê-lo foi assassinada ou sofreu acidentes graves.



O primeiro livro do mundo
Também conhecido como o “Livro de Dzyan”, esse é considerado o primeiro livro da história. Acredita-se que seus autores foram seres que habitaram o planeta milhões de anos antes da existência do homem. Alguns pesquisadores afirmam que ele é composto por símbolos, imagens e segredos que somente algumas pessoas escolhidas poderiam interpretar. Além disso, diz-se que ele fala sobre a existência de seres inteligentes que habitaram a Terra há 18 milhões de anos e sobre o afundamento de Atlântida. Circulam rumores de que uma cópia do livro original está escondida em um monastério do Tibete, mas ninguém ainda conseguiu comprovar sua existência. As poucas pessoas que o leram enlouqueceram e morreram, vítimas de terríveis pesadelos.



O manuscrito indecifrável

“O Livro de Voynich”, como é chamado, foi escrito em uma língua ainda desconhecida e, há mais de um século, é objeto de estudo de historiadores, linguistas, matemáticos, engenheiros, astrônomos e botânicos de prestígio. A Agência Nacional de Segurança Norte-americana (NSA) tentou decifrar seu conteúdo por três décadas e não teve êxito. Teorias recentes afirmam que ele poderia conter fórmulas de venenos poderosos e também princípios básicos de energia nuclear. O manuscrito é composto por estranhas ilustrações cosmológicas e plantas quiméricas que ninguém ainda conseguiu identificar de forma esclarecedora. O professor William Newbold, premiado por ter decifrado mensagens alemãs durante a Primeira Guerra Mundial, dedicou seus últimos anos de vida a estudar o manuscrito, mas foi perdendo a lucidez gradativamente até sua morte.



Necronomicon: o livro das leis dos mortos

Criado pelo mítico H.P. Lovecraft, o nome original desse livro é “Al Azif” e foi escrito em 739 d.C. por Abdul Alhazred, apelidado de o “poeta louco”, que morreu devorado por um demônio invisível em plena luz do dia. O autor adverte que sua leitura pode levar à loucura, gerar pesadelos e visões horríveis. Em suas páginas estão reunidos os conhecimentos de um culto antiquíssimo, com invocações, ritos e arcanos supostamente perdidos. Para antigos pesquisadores, encerrava um saber sinistro e difundia segredos perigosos. Mesmo assim, várias cópias foram salvas. A Universidade de Buenos Aires e a Biblioteca de Wiedener, entre outras instituições, possuem uma versão editada no século XII.



Excalibur, uma porta para o manicômio

Seu autor é L. Ron Hubbard, fundador da cientologia, que declarou, em 1948, ter escrito o livro durante os oito minutos em que esteve clinicamente morto, enquanto o operavam. Diz-se que seu conteúdo dá as respostas a todos os enigmas que, historicamente, acompanharam o homem: de onde viemos? Como foi criado o universo? Existe um Deus? Hubbard dizia que ele continha um saber absoluto e poderoso e as chaves da existência humana. As primeiras cópias feitas circularam entre seus amigos mais íntimos, porém todos começaram a sofrer alterações mentais, e muitos deles foram internados em diferentes clínicas psiquiátricas. Por essa razão, ele decidiu não publicá-lo, mas acredita-se que algumas cópias circulam entre as pessoas que se iniciam na cientologia.

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Você pode estar com parasitas indesejáveis (vermes)... 6 maneiras naturais para se livrar de parasitas.


Você pode estar com parasitas indesejáveis(vermes)

6 maneiras naturais para se livrar de parasitas....



Parasitas são organismos indesejáveis no corpo. Existem mais de 3.000 variedades de parasitas que podem invadir o corpo humano. Vermes, tênias, lombrigas e pinworms são apenas alguns dos parasitas mais comumente encontrados.
Um equívoco comum sobre parasitas é que eles só vivem no sangue intestines.The, órgãos vitais, sistema linfático e os tecidos corporais são exemplos de outras áreas do corpo que parasitas podem viver. Você pode pegar parasitas através dos alimentos. Por exemplo, o peixe cru encontrada em sushi tem o potencial para transmitir parasitas. Alguns parasitas encontrar seu caminho em seu sistema através de sua pele. Ancilostomídeos, por exemplo, entrar através da pele, se mover através do sangue e acabam no intestino delgado, e pulmões.



Quando você deixar parasitas não tratada, eles podem criar uma série de problemas de saúde. Estes incluem questões como a anemia, fadiga crônica, desnutrição, pneumonia e náuseas. Aqui estão seis maneiras naturais para livrar seu corpo de parasitas:



1 - Alho

Comer alho tem sido conhecido por matar os parasitas. Quando o uso de alho para tratar parasitas, o melhor é comê-lo antes das refeições. Se o fizer, irá estimular a secreção gástrica e matar os invasores.
2 - Mel e Mamão Sementes

Mistura de mel e mamão sementes é uma boa estratégia para matar os parasitas. Um estudo descobriu que este método seja eficaz em 23 dos 30 pacientes do estudo. Ao usar mel e sementes de mamão, não se esqueça de beber muita água. Isso vai ajudar a limpar seu sistema.

3 - A papaína

A papaína é uma enzima digestiva feita a partir da papaia. Tome esta enzima digestiva 30 minutos antes das refeições. Além de matar os parasitas, esta enzima mantém o seu tracto intestinal em boas condições. Isso cria uma condição que torna difícil para os parasitas infestar o corpo em uma base contínua.

4 - Sementes de abóbora

Comer sementes de abóbora. Eles são particularmente eficazes para matar as lombrigas e tênias. Levemente panela ou forno roast-los para remover quaisquer contaminantes possíveis que podem ser prolongados sobre eles. As sementes de abóbora são mais eficazes para matar os parasitas se ingeridos com o estômago vazio.

5 - Cenouras
As cenouras contêm um óleo essencial que destrói lombrigas e pinworms. Para matar os parasitas, cenoura ralada funcionar melhor. Certifique-se de comê-los com o estômago vazio várias vezes ao longo do dia.

6 - Romãs

Romãs são conhecidas por seu sabor doce e azedo. Eles são úteis para a destruição de vermes no tracto intestinal. Comê-los crus no isolamento de suas refeições regulares.

Consulte um médico para a melhor maneira de tratar parasitas se você suspeitar qualquer problema grave. Evitar alimentos refinados, açúcares e produtos lácteos é uma boa idéia para evitar alimentar parasitas. Coma alimentos ricos em fibras, não só para se livrar de vermes, mas para criar um ambiente que é hostil a todos os parasitas. Quando você está passando por um programa de parasita limpa, aumentar a ingestão de água de forma mais eficaz eliminá-los de seu corpo. O seu médico pode testar por parasitas através de exames de fezes ou raios-x para determinar se os parasitas são um problema para você.

ÓLEO DE ORÉGANO...este amigo salva vidas saiba como!




O óleo de orégano,,



Óleo de orégano: benefícios contra o câncer

Pesquisas atuais têm apontado o óleo de orégano como um eficaz remédio no

tratamento do câncer. Ele também é considerado um dos mais eficazes óleos de ação antimicrobial e antifúngica. Existem dezenas de espécies, muitas das

quais nem são "oréganos verdadeiros", e isso pode interferir em muito nouso terapêutico desta planta e em suas indicações.


Imagem relacionada

O orégano (Origanum vulgare), também conhecido por orégano selvagem, é

uma planta condimentar largamente utilizada na culinária. Seu óleo essencial,

de coloração marrom-avermelhada, apresenta como componente majoritário

o carvacrol (65% no mínimo), um poderoso agente antioxidante e

anti-inflamatório. No entanto, alguns óleos dessa espécie, como aqueles

provenientes da Espanha, possuem pouco

carvacrol e muito timol. Tal característica faz com que tais óleos se

assemelhem muito (em cheiro e indicações) ao óleo essencial de tomilho.



O carvacrol possui propriedades antibacterianas, anti-inflamatórias,

antimelanomicas, antioxidantes, antirradicais livres, antifúngicas e

anticancerígenas, todas comprovadas cientificamente.

Além do carvacrol, existem mais de dez compostos presentes no óleo essencial

e considerados todos de propriedades antitumorais, anticarcinogenicas e

preventivos do câncer.

Imagem relacionada

Em experiências práticas o orégano tem se mostrado extremamente eficaz no

tratamento de infecções de todos os tipos e processos inflamatórios, como

furúnculus, feridas inflamadas, pneumonia, acne, sinusite, amigdalite,
Imagem relacionada

artrite, tuberculose, problemas estes muitas vezes anteriormente tratados
com antibióticos alópaticos e não resolvidos.

Hoje o grande problema destes antibióticos está no fato de as bactérias

estarem criando resistência a eles. Remédios que há dez anos faziam efeito

hoje já não servem para tratar as mesmas doenças. Inclusive até mesmo o

AZT já não está dando mais o mesmo resultado para o tratamento da aids.

Mas com óleos essenciais retirados da planta acontece um processo

interessante e que vem sendo estudado: as bactérias e os microorganismos em

geral não criam resitência ao longo do tempo. A explicação para isso estaria

talvez no fato de o óleo essencial ser proveniente de uma complexa engenharia

biológica presente na planta que produz um produto totalmente exclusivo seu,

feito especificamente para resistir ao meio ambiente.


Resultado de imagem para oLEO DE OREGANO FOTOS
Outra explicação estaria no fato de óleos essenciais naturais possuírem uma

frequência energética muito alta, o que por observações in vitro comprovou-se

ter uma ação inibitória do crescimento de bactérias.
Outras pesquisas sobre o uso do óleo essencial dos oréganos já vieram a

comprovar que suas propriedades vão ainda mais longe.

Catorze pacientes que receberam administração oral de 600 mg de óleo de

orégano por dia após seis semanas tiveram um completo desaparecimento de

parasitas intestinais como Entamoeba hartmanni, Endolimax nana e

Blastocystis hominis. Também se constatou, a uma diluição de 2%, completa

eliminação em culturas de Candida albicans (cândida), Enterococcus fecalis,

Pseudomonas aeruginosa, Staphylococcus aureus, entre muitos outros.

Em uma observação do centro Aeron de Biotecnologia na Califórnia,

constatou-se o potencial de diversas ervas utilizadas como tempero na

alimentação terem uma atividade hormonal, auxiliando inclusive no

equilíbrio de distúrbios menstruais e tendo uma ação reguladora do

crescimento de células cancerosas no útero. Entre estas, citam-se o orégano e

mais uma dezena de outras, como tomilho, soja, damiana, verbena e lúpus.

Esta observação soma-se a uma feita sobre os efeitos antioxidantes de ervas

empregadas como temperos no Mediterrâneo e que têm ocasionado uma baixa

de casos de mortalidade por doenças cardíacas em pessoas que consomem a

dieta típica da região. Em países orientais onde se utilizam muitas ervas como

tempero, o índice de distúrbios homonais e cardíacos é bem inferior àquele

observado nas pessoas habituadas à típica dieta ocidental.

A Faculdade de Medicina e Farmácia do Marrocos demonstrou uma ação

moluscida dos óleos de orégano (Origanum compactum) e erva-de-santa-maria

(Chenopodium ambrosioides) a 2.00-2.23 mg/litro respectivamente, o que

acusa a possibilidade do uso dos óleos essenciais destas plantas no combate a

lesmas dos jardins.


Imagem relacionada

Também a Faculdade de Farmácia da Turquia demonstrou uma atividade do

óleo de orégano (Origanum onites) como efetivo na prevenção do diabetes

melitus e como retardador do desenvolvimento de uma série de complicações

advindas com a doença. Também se estudou a possibilidade de efeitos do óleo

sobre os níveis de glicose do sangue, mas nenhuma alteração neste sentido foi

constatada.

Dicas e avisos

O óleo de orégano pode reduzir a capacidade do organismo de absorver ferro,

por isso se deve tomar um suplemento de ferro enquanto tomar as cápsulas de

orégano, e as mulheres grávidas não devem usar o óleo de orégano.

Se você é alérgico a hortelã, tomilho, manjericão e sálvia, pode ser alérgico ao

óleo de orégano também. Se você tiver irritações de pele ou vômitos,

interrompa o uso das cápsulas.

Tomar uma cápsula por dia como uma medida preventiva para afastar

potenciais infecções e fortalecer o sistema imunológico.

Tomar duas ou mais cápsulas durante o dia quando você sente frio, gripe ou

reação alérgica.

Tomar duas ou mais cápsulas quando você tiver dor de estômago ou para

ajudar na digestão.

Fonte: Petit Chef (texto adaptado)


Mais conhecida como a "erva pizza", orégano vem ganhando popularidade

como um remédio natural para muitos problemas de saúde comuns. Ambas as

frescas e secas folhas de orégano têm óleos voláteis com carminative,

estomacal, diurético, sudorífico, expectorante, bactericida, antioxidante,

antimicrobiana e propriedades tônicas leves.


Orégano também é uma excelente fonte de vitaminas e minerais. Ele é rico em

vitaminas A, C, E e complexo, bem como zinco, magnésio, ferro, cálcio,

potássio, cobre, manganês e niacina.


benefícios orégano



Aqui estão as 10 principais benefícios de saúde de orégano.


Resultado de imagem para oLEO DE OREGANO FOTOS

1. Trata o resfriado comum

O poderoso antioxidante e propriedades anti-sépticas em orégano torná-lo um

excelente tratamento para o resfriado comum.


Quando você se sentir um frio na garganta ou dor chegando, basta adicionar

três gotas de óleo de orégano para um copo de suco de laranja. Beba-o uma

vez por dia para até cinco dias até que os sintomas desapareçam.

Você também pode beber chá de orégano duas ou três vezes ao dia para alívio

dos sintomas.


2. Congestão nasal

Orégano é um maravilhoso tratamento natural para a congestão nasal , uma

vez que funciona como um anti-histamínico seguro e confiável.


Para limpar a garganta bloqueada e passagens nasais, adicione duas ou três

gotas de óleo de orégano para meia xícara de água fervente. Cubra a cabeça

com uma toalha e inale o vapor saindo da mistura. Faça isso duas vezes por

dia.

Alternativamente, você pode adicionar três gotas de óleo de orégano para um

copo de suco e beber diariamente durante três a cinco dias.


3. Trata Vírus da gripe

A propriedade antiviral em orégano pode efetivamente reduzir a duração dos

sintomas da gripe. Alguns sintomas indicadores comuns da gripe são febre

alta, tosse, dor de garganta, dor de cabeça, vômitos, perda de apetite, bem

como dores e dores nas articulações e músculos.


Para tratar esses sintomas, basta misturar algumas gotas de óleo de orégano

em um copo de água e beber uma vez por dia durante três a cinco dias.


Resultado de imagem para oLEO DE OREGANO FOTOS

4. Alivia cólicas menstruais

Orégano também é conhecido como um apaziguador de dor e é muito eficaz

quando se sofre de cólicas menstruais.


Você pode simplesmente mastigar algumas folhas frescas de orégano três

vezes por dia para reduzir a dor menstrual.

Você também pode beber chá de orégano para alívio em questão de minutos.

Para fazer o chá, misture meia colher de chá de orégano em um copo de água

e trazê-lo para ferver. Coe e acrescente açúcar a gosto. Beba-o três ou quatro

vezes por dia durante o seu ciclo.


Você também pode usar o óleo de orégano para regular seu ciclo menstrual,

reduzir os efeitos negativos da menopausa e prevenir a menopausa prematura.


Nota: Este remédio não é para mulheres que estão grávidas ou a amamentar.


Imagem relacionada

5. Kills Parasitoses Intestinais

Parasitas intestinais são habitantes indesejadas do sistema gastrointestinal

que pode aumentar gravemente o risco de várias doenças. Para matar esses

parasitas nocivos, orégano seco é uma boa opção natural, pois é extremamente

volátil e antiparasitária.

Além disso, o óleo de orégano contém dois agentes antimicrobianos poderosos conhecidos como timol e carvacrol. Estas substâncias têm mostrado ser muito eficaz no tratamento de parasitas intestinais.

Para tratar parasitas intestinais, adicione duas ou três gotas de óleo de

orégano à água, juntamente com um pouco de suco de limão espremido na

hora, e bebê-lo três vezes ao dia.


Resultado de imagem para oLEO DE OREGANO FOTOS

6. Melhora a saúde do coração

Esta erva aromática é uma excelente fonte de potássio, um componente

importante de celulares e fluidos corporais que ajuda a controlar a frequência

cardíaca rápida e pressão arterial causada pela alta ingestão de sódio.


Os antioxidantes que combatem doenças presentes no orégano são acreditados

para ajudar a prevenir e reparar o estresse oxidativo e doenças cardíacas.


Além disso, o orégano é uma fonte natural de ômega-3 ácidos graxos.

Omega-3 os ácidos gordos ajudam a reduzir a inflamação por todo o corpo e

também diminuir o risco de doenças cardíacas. Beba uma xícara de chá de

orégano diariamente para melhorar a saúde do coração.


Outra dica vai junto..







http://www.top10homeremedies.com/kitchen-ingredients/top-10-health-

benefits-oregano.html

Um outro amigo, português, me disse estar fazendo uso do uso de óleo de

COENTRO, que, segundo ele, é o único que livra o corpo de metais pesados.



Sensacional. TURQUIA. PASSEIO DE BALÃO NA CAPADÓCIA.


PASSEIO DE BALÃO NA CAPADÓCIA...
Conhecer as principais atrações da Capadócia é descobrir um tesouro da natureza e da humanidade, onde se unem de maneira única a cultura, a beleza, a história e a arte.



Mas a melhor maneira de se deslumbrar com a Capadócia é, sem dúvida, num passeio de balão. O passeio de 1 hora custa desde 150 euros por pessoa, mas vale cada centavo. E para quem tem alguma dúvida em realizar esse passeio, saiba que medo é a única emoção que não se sente: o balão sobe alto, mas devagar, e a paisagem é tão impressionante que tem a capacidade de distrair até os mais medrosos. E você tem a nítida sensação que os balões estão nascendo do solo e subindo como mágica no ar.

Mais uma vez, as imagens dispensam qualquer comentário!




























Várias agências organizam vôos de balão na Capadócia, sempre ao nascer do sol, e as reservas devem ser feitas com antecedência. Otransfer de ida e volta ao hotel está incluído no preço, assim como um café da manhã simples antes do vôo e uma garrafa de espumante depois.


As melhores agências são;

- Goreme Balloons

- Sultan Ballons

- Kapadokya Balloons (é a mais cara, cerca de 250 euros por 1:30 h de vôo em local mais distante)

- A nossa foi a Skayway Ballons: os balões subiram com um número muito grande de passageiros (acima do comentado por nossa guia), o que atrapalhou a visão de pessoas que, como eu, estava mais no centro do cesto. Por isso, não a recomendo.
 Por isso fiz um vídeo de 9 minutos com as imagens que consegui captar, e aproveitei para colocar ao fundo algumas musicas em ritmo turco. Espero que gostem e aproveitem a viagem até o final!

terça-feira, 23 de setembro de 2014

RIO CIDADE MARAVILHOSA. BELEZAS NATURAIS, curtindo as belezas da cidade do Rio de Janeiro.


Viagem de férias: curtindo as belezas da cidade do Rio de Janeiro.

O que fazer no Rio de Janeiro? Eu diria “uma infinidade de coisas”! Tudo depende do seu estilo de viagem. Em minhas idas ao RJ sempre costumo fazer algo novo (além de repetir aquilo que amo). E considerando tudo que já conheci na cidade maravilhosa, hoje lhe apresento 17 ideias para curtir o Rio de Janeiro gastando nada, médio ou muito, fique à vontade e faça suas escolhas!

1.Ir às belas praias



O que fazer no Rio de Janeiro: ir à praia

O que fazer no Rio de Janeiro: praia da Joatinga

Custo: zero.

Ir a praia é o programa mais democrático que existe no mundo, e não pode faltar na sua listinha de coisas para fazer no RJ.

Além das tradicionais e conhecidíssimas praias da Zona Sul (Copacabana, Ipanema e Leblon), indico também a tipicamente carioca praia da Joatinga, uma praia exclusiva no bairro do Joá, entre São Conrado e Barra da Tijuca.

Uma praia pequena (menos de 300 metros), acessível apenas na maré baixa, situada “dentro” de um condomínio fechado (com acesso é livre).

Para chegar até a Joatinga, você precisará passar por dentro desse condomínio. Se estiver de carro, chegue cedo, pois caso contrário não encontrará lugar para estacionar (principalmente aos finais de semana).

Após passar pelo condomínio, será necessário fazer uma pequena trilha entre as pedras, até encontrar o “paraíso escondido”.

A praia é lindíssima. Um pedacinho intocado no meio do Rio de Janeiro. Se você busca exclusividade e quer fugir do movimento da zona sul, a Joatinga é o seu lugar.

Para dicas sobre as melhores praias do Rio, indico o post da Sthefania, do blog Stheontheroad, com ela descobri todas as praias sucesso da zona oeste!

2.Fazer atividade física na orla da zona sul do Rio de Janeiro



O que fazer no Rio de Janeiro: orla da zona sul


O que fazer no Rio de Janeiro: orla da zona sul
Custo: zero.

A orla da zona sul é o meu lugar preferido para praticar atividade física ao lar livre no Rio de Janeiro, principalmente aos domingos e feriados, quando um lado da pista fica fechado para o tráfego de veículos.

Percorrer Copacabana, Ipanema e Leblon de bike, caminhando, correndo, de patins, etc. é uma das atividades imperdíveis no RJ.

No caminho muita gente na mesma vibe e às vezes até mesmo alguns famosos cruzam por você.

Vale à pena acordar cedo e aproveitar a manhã, quando o sol ainda não está tão quente. No decorrer do trajeto, pare para tomar uma água de coco e curtir o visual.

Eu sempre faço uma paradinha estratégica no Arpoador e no mirante do Leblon, vale à pena viu?
3.Assistir o por do sol no Arpoador

O que fazer no Rio de Janeiro: por do sol no Arpoador

Custo: zero.
Assistir o por do sol na pedra do Arpoador (extremidade direita da Praia de Ipanema) é mais um programa clássico no Rio.

A melhor época para assistir ao por do sol é no verão, quando o sol se põe sobre o mar, proporcionando um sunset “nível Califórnia”.

O ponto negativo é a lotação. Encontrar um pedacinho de pedra para chamar de seu é tarefa difícil. Não chegue muito em cima da hora e, se possível, prefira durante a semana.

Se não quiser encarar a multidão, ainda assim vale à pena visitar a pedra do Arpoador, mesmo que em outra hora do dia, pois a qualquer hora o visual lá de cima é mega satisfatório.
4.Conhecer o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar

O que fazer no Rio de Janeiro: conhecer o Cristo e o Pão de Açúcar
Cristo Redentor

Custo: médio.
BILHETE VALORAdulto – Baixa Temporada R$ 62,00
Adulto – Alta Temporada R$ 75,00
Infantil (de 5 a 11 anos) – Ambas temporadas R$ 49,00
Idoso (acima de 60 anos residente no Brasil) R$ 24,50

E na localização mais privilegiada da cidade, no alto do morro do Corcovado (Parque Nacional da Tijuca), está ele: Cristo Redentor, uma das sete maravilhas do mundo moderno.

Ir até o RJ e não conhecer o Cristo? Corta essa!

Inaugurado em outubro de 1931, o monumento tem 30 metros de altura, 8 metros de pedestal, pesa 1145 toneladas e está a 709 metros acima do nível do mar.

O Cristo Redentor está aberto diariamente à visitação das 8h às 19h.

Você pode visita-lo de van (que parte de quatro diferentes pontos do RJ: Copacabana, Largo do Machado, Barra da Tijuca ou Paineiras) ou através do trem do Corcovado.

O ingresso inclui traslado (ida e volta) e entrada para o monumento.

Na alta temporada, é recomendada a compra dos ingressos pela internet, tanto se você optar por ir de van, como se optar por ir com o trem.

No caso do Trem do Corcovado, que é a forma mais disputada para se chegar até o Cristo Redentor, todos os ingressos possuem hora marcada, e a bilheteria do Trem do Corcovado não vende bilhetes para o mesmo dia, funcionando apenas para troca de vouchers de quem comprou os bilhetes com antecedência pela internet ou nos pontos de vendas credenciados.

O Cristo Redentor recebe em média 10 mil visitantes por dia, então se quiser evitar ao máximo a multidão, chegue cedo (entre 8 e 9 horas a fila ainda é pequena). Outra opção é subir no final do dia, próximo ao horário de encerramento.
Pão de Açúcar

Custo: médio.

Adultos R$ 80,00
Crianças até 05 anos GRÁTIS
Crianças de 6 à 12 anos R$ 40,00
Jovens de 13 à 21 anos R$ 40,00
Estudantes R$ 40,00
Idosos acima de 60 anos R$ 40,00
PCD R$ 40,00

Assim como o Cristo Redentor, o Pão de Açúcar também foi um atrativo que figurou na lista da minha primeira (e da segunda também) ida ao Rio de Janeiro.

Também é possível efetuar a compra do Bondinho do Pão de Açúcar pela internet, no
Horários de funcionamento:

Abertura da bilheteria – 08:00. Fechamento da bilheteria – 19:50.

O fechamento do Parque acontece sempre 1 (uma) hora após o encerramento da bilheteria.
Primeira viagem Praia Vermelha / Morro da Urca – 08:10
Primeira viagem Morro da Urca / Pão de Açúcar – 08:20
Última viagem Praia Vermelha / Morro da Urca – 20:00
Última viagem Morro da Urca / Pão de Açúcar – 20:20
Última viagem Pão de Açúcar / Morro da Urca – 20:40
Última viagem Morro da Urca / Praia Vermelha – 21:00

As viagens acontecem de 20 em 20 minutos ou quando atingir a capacidade máxima (65 pessoas).

O passeio é feito em suas etapas: a primeira parada é no Morro da Urca. A partir daí, é preciso pegar outro bondinho que leva até o Pão de Açúcar.

A vista de cima do Pão de Açúcar é minha preferida. De lá é possível ver o que há de mais lindo no RJ: o Cristo Redentor, as praias do Leme, Copacabana, Ipanema, Flamengo e Leblon, a Pedra da Gávea, Botafogo, e até o centro da cidade.
5.Visitar o Maracanã (ou assistir a um jogo)O que fazer no Rio de Janeiro: final das Olimpíadas no Maracanã

Custo: médio (tour pelo estádio) a alto (dependendo do jogo que for assitir).
Tour Guiado Inteira R$ 60,00
Tour Guiado Meia Entrada R$ 30,00
Tour NÃO Guiado Inteira R$ 50,00
Tour NÃO Guiado Meia Entrada R$ 25,00

Você pode conhecer o maior estádio do país indo a algum jogo, ou fazendo uma visita bem completa, que inclui visita aos bastidores, vestiários, sala de aquecimento, sala de coletiva de imprensa e até o gramado (na parte onde sentam os jogadores do banco de reservas).

O passeio tem duração de aproximadamente 40 minutos, com possibilidade de se fazer uma visita guiada ou não.

também é possível ver alguns dos itens relacionados a jogadores que marcaram seus nomes na história do estádio, como Pelé, Garrincha e Zico.

Os ingresso podem ser comprados pela internet ou na bilheteria do tour (localizada no Portão 2 e aberta das 8:30 às 16:30). Na bilheteria o pagamento pode ser feito em dinheiro ou em cartão de crédito/débito.

Estive no Maracanã três vezes. Duas delas para fazer o tour pelo estádio e a terceira (e marcante) foi na final das olimpíadas de 2016, quando a seleção brasileira ganhou o primeiro ouro olímpico na história do nosso futebol (“aha uhu o Maraca é nosso”).
6.Tomar um café no Parque LageO que fazer no Rio de Janeiro: Parque LageO que fazer no Rio de Janeiro: café no Parque Lage

Custo: de zero a baixo.

A visita, por si só, é um programa gratuito. O café custará uns trocados e lhe dará a oportunidade de ter o parque todinho pra você, como na segunda foto.

Onde hoje é o famoso Parque Lage, no passado foi um antigo engenho de açúcar, e por isso faz parte da história do RJ, tendo sido tombado em 1957 pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) como patrimônio histórico e cultural da cidade do Rio de Janeiro.

Aos pés do Morro do Corcovado, o parque possui imensa área verde, um misto entre jardins e Mata Atlântica, compondo um cenário deslumbrante em cada um dos seus 52 hectares.

A mansão é a área preferida dos cariocas e dos turistas. É ali no centro que está a piscina mega fotografada e o Café du Lage ao qual me referi. Na mansão também funciona a Escola de Artes Visuais que oferece cursos e exposições.

O parque abre diariamente das 8 às 17 horas, mas se por volta das 17 horas você estiver no Café du Lage, terá a oportunidade de tirar fotos com o local vazio!

Outra opção é provar o famoso brunch, investimento mais alto do que um simples café, mas tenho certeza que sua refeição será num dos lugares mais belos que você já imaginou.

A Sthefania, do Stheontheroad, tem um post mara com uma lista de 7 lugares incríveis para tomar café no RJ, cada lugar charmoso que não dá para não desejar conhecer todos!

A Ana, do blog Viagens Bacanas, tem um post todinho sobre o Parque Lage, com todas as informações que você precisa saber antes de visita-lo.

7.Passear pelo Boulevard OlímpicoO que fazer no Rio de Janeiro: “Etnias” – Boulevard OlímpicoO que fazer no Rio de Janeiro: “Etnias” – Boulevard Olímpico

Custo: zero.

Revitalizada para as Olimpíadas de 2016, a zona portuária se tornou um dos pontos mais lindos do Rio de Janeiro.

O Boulevard Olímpico, no seu calçadão de 3,5 quilômetros, engloba o AquaRio, o mural Etnias, o Museu do Amanhã, e o M.A.R.

Inclusive, é um passeio acessível através do VLT.

Para mim, o ponto alto da caminhada pelo calçadão é o mural Etnias, de Eduardo Kobra. O mural foi feito para as Olimpíadas, e se trata de uma homenagem aos primeiros habitantes de cada um dos continentes. Entrou para o Guiness Book como maior painel street art do mundo. Impossível não parar para admirá-lo.

Ainda não conheci o AquaRio, mas é mais uma sugestão para incluir no roteiro.
8.Conhecer o Museu do AmanhãO que fazer no Rio de Janeiro: Museu do Amanhã

Custo: baixo.

Valores: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

Por fora o museu já é um espetáculo à parte! Mas aproveite e faça o passeio completo: vale à pena entrar e conhecer.

Fomos na semana santa e o museu estava bem tranquilo. Compramos os ingressos na hora.

Todavia, é comum ter muito movimento, sendo absolutamente recomendado a compra do ingresso pela internet.

O edifício, localizado no Pier Mauá, foi projetado por Santiago Calatrava. Ocupa uma área de 15.000 m², composta, além do museu, por sua piscina reflexiva, jardins e ciclovias.

A principal exposição no Museu do Amanhã é a invenção do físico e cosmólogo Luiz Alberto Oliveira, que leva os visitantes por cinco grandes áreas: Universo, Terra, Antropoceno, Amanhã e Agora, através de experimentos, incentivando-os a explorar questões relacionadas à existência.

É um museu interativo, com pesquisas, jogos e painéis. Por isso é chamado de “museu experimental”.

O objetivo principal é explorar as possibilidades de um futuro sustentável por meio de artefatos interativos que reúnem ciência, arte, tecnologia e cultura.

Sem dúvida mais uma atração imperdível na cidade maravilhosa.
9.Tomar um café na tradicional Confeitaria ColomboO que fazer no Rio de Janeiro: Confeitaria Colombo

Custo: baixo a médio (se optar pelo chá da tarde).

Há pouco mais de 2 quilômetros do Museu do Amanhã, está a tradicional Confeitaria Colombo, no centro do Rio de Janeiro.

Uma das confeitarias mais lindas que já vi. Só pela beleza já vale a visita.

A Confeitaria Colombo é Patrimônio Histórico e Artístico, preservando há mais de 120 anos o mesmo mobiliário do século XIX (fundada em 1894).

Cheia de história, a Colombo já foi frequentada por Machado de Assis, Getúlio Vargas, Juscelino Kubitschek e Chiquinha Gonzaga.

Além das opções à la carte, às quintas e sextas, das 17 às 19:30, funciona a temporada de chá Confeitaria Colombo, com buffet liberado no valor de R$ 69,50 por pessoa (há necessidade de reserva).

Feliz de você se conseguir uma mesa no salão principal, que tem pé direito alto e paredes espelhadas. Costuma ser bem lotada, com fila de espera, então busque horários alternativos (Google ajuda na hora de analisar o movimento conforme o dia e hora).

Há outra Colombo no Forte de Copacabana, chamada: Café do Forte. Recomendo as duas: a tradicional por sua singular beleza, história e ambiente; a do Forte em razão de sua vista e leveza do ambiente, sobretudo das mesas na área externa.

Essa conversa me deu muita vontade provar novamente as delícias da Confeitaria Colombo! Acho que acabei de encontrar mais um motivo para planejar uma próxima viagem ao Rio.
10.Almoçar no restaurante CT Boucherie

O que fazer no Rio de Janeiro: restaurante CT Boucherie

Custo: médio (cerca de R$ 100,00 por pessoa, além das bebidas).

Posso dizer que o CT Boucherie é o meu preferido até hoje no RJ. Aquele restaurante que você simplesmente vai pela comida, sabe? Que delícia é a comida daquele lugar!

O bistrô de carnes é comandado pelos chefs Claude e Thomas Troisgros. Existem três unidades no RJ (Leblon, Jardim Botânico e Barra da Tijuca).

De segunda a sexta-feira oferece almoço executivo.

Já fui nas unidades Leblon e Jardim Botânico. O do Leblon é menor e vive lotado. No mesmo dia tentamos ir primeiro no Leblon e a fila de espera estava imensa. No CT do Jardim Botânico não tinha ninguém e o serviço foi fantástico.

Funciona basicamente assim: você escolhe a sua proteína e passa o rodízio de acompanhamentos. As carnes são muito saborosas, e as opções do rodízio são “sem palavras”.

O cardápio oferece 15 tipos de grelhados, que vão da costeleta de cordeiro ao magret de pato, passando pelo prime rib, picanha e T-bone steak.

Na parte dos acompanhamentos, destaque para o tomate assado recheado com queijo, purê de maçã com maracujá, purê cremoso de baroa, arroz maluco, chuchu gratinado, ratatouille e risoto de quinoa com cogumelos.

Enfim, até a abobrinha do CT Boucherie é “QUE MARAVILHA”. Tudo, absolutamente tudo, é bom!

O preço médio de uma refeição no CT Boucherie é R$ 100,00 por pessoa. Eita dinheiro bem investido. Vai sem medo de ser feliz!

Ps. Cuidado para no confundir o CT Boucherie com o CT Brasserie, que não é tão bom (na verdade não gostei do CT Brasserie quando fui na unidade do Village Mall). Não confunda os dois, por favor. O rodízio dos acompanhamentos é só no BOUCHERIE.
11.Almoçar no restaurante AprazívelO que fazer no Rio de Janeiro: restaurante Aprazível

Custo: médio/alto.

O Aprazível, em Santa Tereza, deve ser a sua escolha se a procura for por um ambiente diferente, nada tradicional, com uma vista linda.

Não vou falar sobre o menu e sabor, pois estive no restaurante há três anos. Sinceramente não lembro exatamente. Sei que na época eu gostei muito, mas não posso dar uma referência atualizada.

Para que você possa conhecer um pouco do cardápio, basta conferir no site do Aprazível.

A decoração do restaurante é tão fantástica quanto sua vista. Para apreciar tudo com atenção, recomendo o Aprazível para o almoço.
12.Jantar no Formidable BistrôO que fazer no Rio de Janeiro: Formidable Bistrô

Custo: médio.

O Formidable Bistrô é do mesmo dono do Irajá Gastrô (um dos restaurantes mais renomados do RJ).

Localizado no Leblon, o Formidable lembra em muito os bistrôs parisienses, tanto na culinária, quanto no charme do local.

No “menu degustação”, dentre as opções do dia, você escolhe sua entrada, prato principal e sobremesa. Na sobremesa destaque para a mousse de pistache (se ainda for opção do cardápio, não deixe de provar).

Considerando o tamanho do bistrô, considero importante fazer reserva. Se chegar sem uma, provavelmente terá que esperar um bom tempo por uma mesa.
13.Provar as delícias do restaurante GurumêO que fazer no Rio de Janeiro: restaurante Gurumê

Custo: médio (em torno de R$ 300,00 para o casal).

O restaurante japonês Gurumê foi uma agradável surpresa na última viagem ao RJ.

Atualmente é o restaurante queridinho dos cariocas. Isso explica porque fica absolutamente lotado. Se não tiver reserva chegue por volta das 19 horas (depois disso provavelmente terá que esperar por uma mesa).

Um cardápio farto, cheio de opções com gostinho de quero mais.

O cardápio ficou sob comando chef japonês Shin Koike, misturando sabores tradicionais e contemporâneos com pratos exclusivos desenvolvidos para o Gurumê.

Provamos do tartar ao polvo e tudo estava delicioso. Destaque também para a diversidade de opções de drinks. Sem dúvida recomendo!

A conta ficou em torno de R$ 300,00 para o casal (e olha que pedimos bastante coisa).
Fomos no Gurumê de Ipanema, mas também há uma unidade no São Conrado Fashion Mall e outra no Shopping Tijuca.
14.Almoçar no Via SeteO que fazer no Rio de Janeiro: restaurante Via Sete

Custo: médio.

O Via Sete, em Ipanema, é uma boa opção para um almoço descontraído num ambiente descolado e aconchegante.

Gostei das opções do cardápio, das opções de bebidas e do ambiente. Tem opções saudáveis também!

Não é exatamente um “must go“, mas é uma boa opção para almoçar se você estiver hospedado na zona sul.
15.Ter uma experiência gastronômica no restaurante OROO que fazer no Rio de Janeiro: restaurante OROO que fazer no Rio de Janeiro: restaurante ORO

Custo: alto (de R$ 335,00 a R$ 595,00 por pessoa).

O restaurante Oro, do Chef Felipe Bronze, foi fundado em 2010 e aparece como um dos melhores restaurantes da América Latina, inclusive com um estrela no Guia Michelin.

No menu, destaca-se a brasa como protagonista na preparação dos pratos.

Há duas opções de menu:

– O primeiro, Criatividade, é feito diariamente com produtos de mercado, respeitando a sazonalidade dos ingredientes e constitui um passeio mais longo pela cozinha.

– O segundo, Afetividade, é mais enxuto, com receitas consagradas e feitos na medida para quem quer experimentar apenas dois pratos (além de todas as entradas, que são iguais em ambas as opções).

Há opções com ou sem harmonização de vinhos. Caso queira sem harmonização, ainda assim será possível escolher as opções de vinhos da carta.

Trata-se de uma verdadeira experiência gastronômica, para quem aprecia cores, aromas e sabores, além da culinária isoladamente.

Os pratos mudam conforme a sazonalidade, então, contando que você demore alguns meses para retornar ao restaurante, terá uma experiência nova em relação ao menu.

Gostamos muito do menu, dos sabores e da apresentação dos pratos. Exceto em relação às sobremesas, provamos duas das três opções e não gostamos de nenhuma (embora a apresentação estivesse impecável)… Mas como os pratos mudam de tempos e tempos, é possível que quando você for, já não sejam mais os mesmos.

Ponto negativo para a forma como a garrafa de água é servida: recomendo que você faça observação em relação à quantas garrafas deseja ou peça para deixar na mesa, pois caso contrário lhe será servido durante toda a refeição. A garrafa de 300 ml custava R$ 20,00 (abril de 2018) e os garçons não deixam sua garrafa na mesa (inclusive serviram a mesma garrafa para mesas distintas), portando não dá para saber ao certo quanto de água foi consumida.

Parece besteira, mas com a garrafa a esse valor, dependendo da quantidade, sai mais caro que o próprio vinho.

O restaurante ORO está localizado na Rua General San Martin, 889, Leblon.

Funciona de Terça a sexta, das 19:30 às 23h, e aos Sábados das 13h às 15h e 19h:30 às 23h.

É necessário reserva prévia: (21) 2540-8768 – 2259-1164 ou reservas@ororestaurante.com.br
16.Se hospedar num resort na Barra da TijucaO que fazer no Rio de Janeiro: Grand Hyatt

Custo: médio/alto (a depender da época do ano).

Existem vários hotéis legais na Barra da Tijuca. E os preços, comparados com as hospedagens na Zona Sul, são bem melhores.

Se você quiser relaxar, indico muito se hospedar na Barra. Inclusive, vários hotéis oferecem serviço de praia – só atravessar a rua e pronto, já tem cadeira, guarda-sol e toalha esperando lindamente por você.

Destaque para o Grand Hyatt – excelente opção para um final de semana de descanso.

Estivemos no Grand Hyatt para uma “férias das férias”… Sabe aqueles últimos dias de férias depois de uma viagem frenética que você pensa: “preciso descansar”? Sei que parece “frescura”, mas embora maravilhosa, tem viagem que nos esgota fisicamente, e descansar no Grand Hyatt era tudo que eu precisava antes de voltar ao trabalho. Foi perfeito.

O hotel oferece serviço de praia, academia, SPA, quarto moderno e espaçoso, piscina enorme, dois restaurantes (gostei dos dois)…

Atenção para o café da manhã: opte por incluí-lo na diária no momento da reserva, pois se deixar para pagar na hora, provavelmente vai desistir em razão do preço (R$ 90,00 por pessoa – em maio/2017).

Em baixa temporada, você encontra diária para o casal por menos de R$ 500,00.

17.Reservar uma diária no Copacabana PalaceCopacabana Palace

Custo: alto.

Investir em uma diária no Copacabana Palace foi o ponto alto da minha última ida ao RJ.

O custo pode até ser alto, mas o serviço e a experiência estão no mesmo patamar.

Todos os detalhes desse experiência você pode conferir no post Copacabana Palace: luxo e tradição no RJ.

Eu sei que ainda haveria uma infinidade de boas opções para incluir num roteiro de viagem para o Rio de Janeiro (inclusive notei que falta incluir as trilhas nas dicas), mas hoje compartilho com vocês aquilo que eu provei e aprovei na minha cidade brasileira preferida!

Sem dúvida é um destino que pretendo em breve voltar, ter mais novidades para contar e lugares para indicar.

E você? Conta pra mim qual é sua atração preferida no Rio de Janeiro!
Sempre que você faz alguma reserva ou adquire algum produto/serviço utilizando um link aqui do blog, eu ganho uma pequena comissão do site. Você não paga nada a mais por isso e ainda me ajuda a manter o Mala de Viagem atualizado e sempre cheio de novidades!