sábado, 31 de dezembro de 2011

ESTA DIFÍCIL, ESTA DUUUUURO? Vamos VIRAR ESTE quadro!





Do fracasso á vitoria !

Costumo dizer que os problemas das pessoas não são externos, pois ao olharmos alguém que está bem vestido, bem “arrumado” não conseguimos entender como é que essa pessoa possa estar passando por grandes problemas ou dificuldades. Na verdade os problemas estão sempre dentro de nós, e eles não são visíveis para as pessoas.

Os sonhos cessam junto com o desânimo e nos sentimos fracassados em muitas áreas de nossas vidas.

O azedo, o gosto amargo das derrotas, o sentimento de solidão , as desavenças, o ódio, o temor, as picuinhas que me entristecem, a emulação, os impulsos maléficos que me arrastam para o desânimo é a hora de dizer e o pecado insiste em ser pedra de tropeço em minha vida! Esses são verbos que não se ajustam naquilo que aprendemos em casa, na escola, no trabalho, na sociedade ou no mundo, onde quer que caminhemos durante nossa existência.

Quando ficamos assim “paralisados”, pensamentos absurdos nos ocorrem, queremos encontrar uma saída rápida para os problemas, pois viver dessa maneira é muito difícil, mas também o medo de errar não nos ajuda a avançar e os problemas parecem aumentar mais a cada dia que passa É hora de dizer" Chegaaaaaa"!!!

Nossa mente está programada para “ganhar”, “vencer”, “conquistar”, “avançar”, “prosperar”, “conseguir”, “obter”, “superar”, e tantos outros verbos positivos que durante a nossa vida nos foi ensinado, e não aprendemos nem aceitamos “perder”, “recuar”, “fracassar”, “entregar” ou “desistir”.

O que fazer para encontrar a saída?

Podemos aprender então que a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação, não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que não se vêem, porque as que se vêem são temporais e as que se não vêem são eternas. (2ª. Corintios 4:17-18)

Quem nos vê numa festa não perceberá se andamos desanimados ou com o coração apertado por motivos que consideramos difíceis de administrar. A ansiedade, que nem sempre é perceptível para os que nos rodeiam é nossa maior inimiga, e as vezes o nosso desânimo é tão grande que chegamos a ficar ”paralisados” na vida por um tempo. 

Imaginem o que Paulo não acumulou de peso de glória (galardões) ao sofrer tantas provações e não se deixar esmorecer enquanto aqui viveu!

E Você? Tem levantado, sacudido a poeira e continuado a confiar no Senhor e a viver dentro da vontade de Deus?

Ou tem se deixado desanimar e se contaminado com o que o mundo oferece, imaginando que Deus te abandonou ou que Deus não te ama e não responde suas orações?

É preciso confiar em Deus, amados!

É preciso se fortalecer na fé e enfrentar as tribulações com confiança e a certeza de que Deus está nos adestrando para o seu reino!

Cada vez que você se quebra, você se torna melhor! Cada vez que você se arrepende de seus pecados você se santifica mais!

Cada vez que é você humilhado você entende o preço que o Senhor Jesus pagou pela sua vida na cruz, pois sendo Deus, humilhou-se a si mesmo, tomando a forma de servo.

É hora de nos firmarmos e permanecermos junto ao Senhor, pois os dias são maus e o sofrimento afastará muitos da salvação.

Por isso o Senhor Jesus nos diz em Lucas 9:62: “ Ninguém que, tendo posto a mão no arado, olha para trás, é apto para o reino de Deus.

Ainda é tempo de firmar a nossa mão, e olhar para o fim da jornada, onde o Senhor nos espera com a coroa da vida, e ali então encontraremos descanso para nossas almas cansadas!

Te exorto a olhar os seus fracassos, os seus erros, as suas quedas ou as suas perdas como uma forma de Deus trabalhar em sua vida, para você crescer na graça e no conhecimento de Deus, sabendo que Ele prometeu que nunca nos deixará, jamais nos abandonará (Hebreus 13:5).

Assim afirmemos confiantemente: O Senhor é o meu auxílio, não temerei; que poderá me fazer o homem? (Heb 13:6)

Confia em Deus, e louva-o pela sua fidelidade.

Vamos orar:

Senhor amado, em nome de Cristo Jesus, Perdoa-nos e ajuda-nos a entender que os nossos fracassos, nossos erros e nossas perdas, são para que aprendamos a confiar em ti.

Fortalece a nossa fé e dirija os nossos passos. Ensina-nos a olhar todas as circunstâncias pelos olhos da fé, sabendo que o Senhor não nos deixa nem nos abandona.

Dá-nos forças para suportar as dores, as frustrações e o medo. Sustenta-nos com sua poderosa mão, para que, como Paulo em Listra, possamos nos levantar e seguir a carreira que nos está proposta, até encontrar com o Senhor na sua Glória.

E que hoje seja o dia da virada, que tudo seja ajustado, renovado, dirigido, organizado, por ti para que alcancemos vitoria em todas as áreas das nossas vidas, que todos os nossos familiares , amigos, desafetos ou mesmo meus (nossos) inimigos de plantão sejam alcançados, transformados pela sua forte mão, pois sabemos que ela esta sempre estendida e disposta a nos abençoar, perdoar, corrigir e cuidar. "Que esta seja uma virada histórica em nossas vidas"

Derrama toda sorte de bênçãos materiais , espirituais sobre todos nós! Que esta benção se estenda aos nossos dirigentes, governantes, e a todos os justos que sofrem e são oprimidos em toda face da terra!



"Que esta seja uma virada histórica em nossas vidas"

Em nome do Senhor Jesus. Amém! Jo/ELI

Deus te abenç
oe.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Relato do padre Breno sobre sua cura com o Cloreto de Magnésio!

Colaboração de  Neusa Hilsdorf...
Grande amiga!

Mais uma pérola, de utilidade pública, para saúde !...  

Relato do padre Breno sobre sua cura com o Cloreto de Magnésio  


Escrito por Administrator   
Seg, 08 de Setembro de 2008 23:25


CLORETO DE MAGNÉSIO: UM REMÉDIO INCRÍVEL PARA UM MAL INCURÁVEL E OUTROS MALES...


AUTOR: Padre Beno J. Schorr, Professor de Física, Química e Biologia, Colégio Catarinense (30/09/1985)

     Os desenganados de bico de papagaio, nervo ciático, coluna e calcificação, tem agora cura perfeita, indolor, fácil e barata. E ao mesmo tempo cura para todas as doenças causadas pela carência de magnésio no passado, até a artrose.



SOLUÇÃO: Dissolver numa jarra 20 gramas de cloreto de magnésio em 1 litros de água filtrada (20 gramas por litro). Depois de bem misturado, colocar em vidros (não usar recipientes de plástico). A dose é de um copinho de café (de plástico, o menorzinho), conforme a idade e necessidade.
Ou se seja:
A dose é um cálice de licor segundo a idade: dos 20 anos aos 55 anos 1/2 dose, ou seja meio cálice; dos 55 anos aos 70 anos, 1 dose (um cálice), dos 70 anos aos 100, 1 dose pela manhã e 1 dose à noite. 
MINHA CURA: (Padre Beno) Estando quase paralítico, 10 anos antes de começar a cura, tendo 61 anos, sentia pontadas agudas na região lombar – um bico de papagaio, incurável segundo o médico.


Mas, reparei ser reumatismo, que curei com KETACIL, esquecendo, então, o bico de papagaio, que já, antes, dava um peso crescente na barriga da perna direita.
Havia 5 anos o peso virou dor, que, com todos os tratamentos, só aumentava. Depois de 2 anos, afinal, atinei com a causa: mal levantando-me da cama, sentia um formigar descer pela perna até aos pés. Ao abaixar-me, o formigamento cessava, erguia-me e voltava. Repeti as duas posições. Só podia ser aquele desgraçado bico de papagaio, que apertava o nervo ciático na terceira vértebra, e quando em pé e curvado lhe dava folga. Fiz então meus trabalhos o mais possível sentado. Havia anos que fazia tudo sentado, menos a missa – um tormento. E adiava a viagem à Ilha de Marajó, onde devia completar a rede de rádio-telefonia de 48 estações em 6 estados.
Depois de meio ano, viajei, esperando melhoras naquele eterno verão. Mas piorou de vez. Rezava a missa sentado, acompanhado pelo povo: orientava meus ajudantes a montar os mastros e esticar as antenas por cima dos telhados. Sem tardar, voltei a Florianópolis para ir a um especialista, com novas radiografias. Agora já era um bando de bicos de papagaios, com seus bicos calcificados, duros, em grau avançado...
Nada é possível fazer. As dez aplicações de ondas curtas e distensões da coluna não detiveram a dor, a ponto de nem mais deitado poder dormir. Ficava sentado até quase cair da cadeira de sono, quando atinei que podia dormir enrolado na cama como um gato. Deu certo, e só acordava ao endireitar-me. Faltava pouco, para nem enrolado ou sentado fugir a dor. E então? Assim desenganado, apelei ao bom Deus. Está vendo a Tua criatura? Não lhe custa dar um jeitinho...
Providencialmente, ainda fui ao encontro dos Jesuítas cientistas em Porto Alegre, e o Padre Suarez me disse ser fácil a cura, com CLORETO DE MAGNÉSIO, e me mostrou escrito no livrinho do Padre Puig, jesuíta espanhol, que o descobriu... 



e que sua mão estava até dura de tão calcificada, mas com este sal, ficou móvel como uma menina, como também outros parentes seus. E brincando disse: "Com este sal, só vai morrer dando um tiro na cabeça ou por outro acidente".
Em Florianópolis, logo comecei a tomar uma dose diária a cada manhã; três dias depois, comecei a tomar uma dose de manhã e outra dose à noite; mesmo assim continuava dormindo enrolado até o 20. Dia, quando acordei estirado na cama, sem dor. Mas caminhar ainda era aquela dor. Aos 30 dias, me levantei todo estranho: Será que estou sonhando?. Nada mais me doía e dei até uma voltinha pela cidade sentindo contudo o peso de 10 anos antes. Aos 40 dias, caminhei o dia inteiro, com pequeno peso. Aos 3 meses sentia crescer a flexibilidade. Dez meses já passaram e me dobro quase como uma cobra.
O magnésio arranca o cálcio dos lugares indevidos e o fixa solidamente nos ossos. Ainda mais: a pulsação seguidamente abaixa de 40, já pensando em marca passo, normalizou. O sistema nervoso ficou notorialmente calmo, maior lucidez, sangue descalcificado e fluido. As freqüentes pontadas do fígado sumiram, a próstata, a ser operada na primeira folga já não me incomodava muito. E outros efeitos, a ponto de várias pessoas me perguntarem: "Ö que está acontecendo contigo?... Mais jovem?". É isso mesmo, voltou-me a alegria de viver. Por isso, me vejo obrigado a repartir o "jeitinho" que o bom Deus me deu.



 Centenas se curaram em Santa Catarina, depois de anos de sofrimento de males da coluna, artrose, etc... e mandam também cópias a outros desenganados.

IMPORTÂNCIA DO CLORETO DE MAGNÉSIO: O magnésio produz o equilíbrio mineral, anima os órgãos e suas funções (catalisadoras) , como os rins para eliminar o ácido úrico nas artroses, descalcifica até as finas membranas nas articulações e as escleroses calcificadas, para evitar enfartes, purificando o sangue; vitaliza o cérebro, desenvolve ou conserva a juventude, até alta idade. 



O magnésio é de todos o menos dispensável, como o professor na aula. Depois dos 40 anos o organismo absorve sempre menos magnésio, produzindo velhice e doenças. Por isso deve ser tomado como preventivo conforme a idade:
a) de 40 aos 55 anos – ½ dose diária.
b) de 55 aos 70 anos – 1 dose pela manhã.
c) de 70 aos 100 anos – 1 dose pela manhã e 1 dose à noite.
   
A dose é um cálice de licor segundo a idade: dos 20 anos aos 55 anos 1/2 dose, ou seja meio cálice; dos 55 anos aos 70 anos, 1 dose (um cálice), dos 70 anos aos 100, 1 dose pela manhã e 1 dose à noite. 

Atenção: para as pessoas da cidade com alimentos de baixa qualidade (refinados e enlatados), um pouco mais; e para as pessoas do campo, pouco menos.
O magnésio não cria hábito, mas ao deixá-lo, perde a proteção. Não fugirá a todas as doenças, dores e ao desgaste natural, mas serão bem mais atenuados ou eliminados. A maioria, contudo se deixará levar pelo comodismo até doer, em vez de gozar duma saúde radiante.
O magnésio não é remédio, mas alimento sem contra-indicação, é compatível com qualquer medicamento simultâneo. O adulto precisaria obter dos alimentos, o equivalente a 3 doses e, não o conseguindo, deveria complementá-los, a parte para não adoecer. Dificilmente passará do limite, por isso as doses indicadas para os de 40 a 100 anos, são as mínimas. Tomar as doses para uma doença só, e, as demais, ficarão curadas ao mesmo tempo, porque o sal põe em ordem todo o corpo.
FORMAÇÕES ORGÂNICAS:
a) Bico de papagaio, nervo ciático, coluna, calcificação, surdez por calcificação:
Tomar 1 dose pela manhã, 1 dose a tarde e 1 dose a noite. Quando curado, deve-se tomar o cloreto de magnésio como preventivo, isto é, conforme a idade.
 b) Artrose (o ácido úrico se deposita nas articulações do corpo, visivelmente nos dedos, até que incham. É porque os rins estão falhando, por falta de magnésio. 
Tenha cautela, pois um rim talvez já esteja deteriorando) : Tomar uma dose de manhã. Se em 20 dias não sentir melhoras e não reparar em anormalidades, tomar uma dose pela manhã e 1 dose à noite. Depois de curado, continuar com as doses como preventivo.
PRÓSTATA: Tomar 2 doses de manhã, 2 doses à tarde e 2 doses à noite. Ao melhorar tomar como preventivo.
ACHAQUES DA VELHICE: Rigidez muscular, câimbras, tremulo, artérias duras, falta de atividade cerebral: 1 dose de manhã, 1 dose à tarde e 1 dose à noite.
CÂNCER: Nós todos o temos em grau moderado. Consiste em células mal formadas por falta de alguma substância (refinados) ou presença de partículas tóxicas. Estas células anárquicas não se harmonizam com as sadias (não servem para nada), mas são inofensivas até certa quantidade, que o magnésio combate facilmente, vitalizando as sadias. Infelizmente todo processo canceroso, lento, não causa nenhuma dor de alerta, até aparecer o tumor, que segrega tóxicos (vírus muito variados), que invadem as células sadias em ramificações (semelhante a um caranguejo, que quer dizer, câncer no latim). Ai o magnésio só pode frear um pouco, curar não. Há, porém, leves indícios: se no parentesco já houve câncer, nódulos debaixo da pele do seio. Aí o magnésio é o melhor preventivo, para o câncer não progredir e formar tumor. Além dos alimentos cancerígenos que devemos evitar, o mais importante é guardar o equilíbrio mineral, tomando cloreto de magnésio com doses de prevenção. Basta o corpo estar devidamente mineralizado, para se ver livre de quase todas as doenças.
Atenção ao consumidor: O cloreto de magnésio para uso humano, tem que ser do tipo P.A. (Puro para Análise) e sua cor em bem branca. É normal empedrar, mas isto não altera seu teor de qualidade. (Colaboração do Engenheiro Celso Vietro)
Recomendações: Quem sofre de bico de papagaio, obesidade, nervo ciático, coluna, 

Arteriosclerose, rins, calcificação, surdez por calcificação, deve iniciar o tratamento com 1 dose pela manhã, 1 dose à tarde, 1 dose à noite. Quando curado, deve-se tomar o cloreto de magnésio como preventivo, isto é, conforme a idade.
Artrose: o ácido úrico se deposita nas articulações do corpo, em particular nos dedos, que até incham. Isso resulta de uma falha no funcionamento dos rins, justamente por falta do Cloreto de Magnésio. Tenha cautela: se um rim já estiver se deteriorando, tome apenas 1 dose pela manhã.
Se em 20 dias não sentir melhoras e não cessar a anormalidade, tome uma dose pela manhã e uma dose à noite. Depois de curado, continue com as
doses normais, como preventivo.
Próstata: aqui vou citar um exemplo. Um homem muito idoso já não conseguia urinar. Algum tempo antes da operação, lhe deram Cloreto de Magnésio‚ como preparação, e ele começou a melhorar. Depois de uma semana,
sentia-se bem, e a operação foi cancelada. Há casos em que a próstata regride, às vezes, ao normal, tomando-se 2 doses pela manhã, 2 doses à tarde, 2 doses à noite. Ao melhorar, tome a dose preventiva.
Outros problemas como reumatismo, rigidez muscular, impotência sexual, câimbras, tremores, frigidez, artérias duras, falta de atividade cerebral, sistema nervoso: 1 dose pela manhã, 1 dose à tarde, 1 dose à noite.
Sentindo-se melhor, passar para a dose preventiva.
Como preparar e usar a solução de Cloreto de Magnésio:
Dissolver 20 gramas de cloreto de magnésio (ou 33 gramas em1 litro e meio de água filtrada). Depois de bem misturado, colocar em vasilhames de vidro (não de plástico) e guardar na geladeira.  
A dose é um cálice de licor segundo a idade: dos 20 anos aos 55 anos 1/2 dose, ou seja meio cálice; dos 55 anos aos 70 anos, 1 dose (um cálice), dos 70 anos aos 100, 1 dose pela manhã e 1 dose à noite.  Onde encontrar: em farmácias de produtos naturais ou mesmo nas alopáticas.
Atenção: O cloreto de magnésio para uso humano, tem que ser do tipo
P.A. (Puro para Análise) e sua cor deve ser bem branca.
É normal empedrar, mas isto não altera seu teor de qualidade.
Natural de Lajeado, Rio Grande do Sul, o padre Beno José Schörr encontrava-se semi-paralítico em 1973. Bicos-de-papagaio pressionavam-lhe o nervo ciático; ele celebrava missas sentado; dormia sempre encolhido, enrolado em um cobertor. As dores dos bicos calcificados eram horríveis, mas não o impediram de participar, naquele ano, do "Encontro dos Jesuítas Cientistas”, que acontecia em Porto Alegre. Foi lá que o padre Suarez presenteou o amigo com um pequeno livro do padre-cientista argentino Ignacio Puig. Nesse exemplar, de início dos anos 30, Puig falava sobre o cloreto de magnésio como cura e prevenção para artrites, artroses e calcificações diversas. Padre Beno começou a utilizar o sal, diluído em água. Ele contava 61 anos de idade e depois de 10 meses de administração regular, "dobrava-se como uma cobra” – segundo conta em seu relato,"Um remédio incrível para um mal incurável e outros males”, publicado em 1985.



Cloreto de Magnésio - por Dr. Luiz Moura




Maiores informações, tratamentos, consultas:

(48) 99929818  - Alessandro Luiz Freire

Fitoaromatólogo / Permacultor / Consultor e Raw Diet Personal Adviser

Coodenador Geral Equipe Harmônica Medicinas Integradas

10 estátuas bizarras ao redor do mundo..



10 estátuas bizarras ao redor do mundo

 Categoria: Bizarro | Por: Thales Azamor
Lista 10 deu a volta ao mundo para trazer as estátuas mais estranhas que podemos encontrar em alguns países. Confira o bizarro Top 10:
bizarra
1. Estados Unidos
2. França
3. República Checa
4. República Checa
5. Austrália
6. Tailândia
7. Itália
8. Cingapura
9. Estados Unidos
10. Bélgica



bizarra
************************************************************

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Morre aos 80 anos o chimpanzé Cheetah, dos filmes de Tarzan...



Morre aos 80 anos o chimpanzé Cheetah, dos filmes de 


Tarzan


Animal morreu de insuficiência renal, diz o Santuário de Primatas Suncoast.
Cheetah foi parceiro de Tarzan, interpretado por Johnny Weissmuller, em 1930.


Johnny Weissmuller, à direita, como Tarzan; Maureen O'Sullivan, como Jane, e o chimpanzé Cheetah, em cena de 1932. (Foto: Arquivo / AP Photo)
30 comentários



Johnny Weissmuller, à direita, como Tarzan;

Maureen O'Sullivan, como Jane, e Cheetah, em

cena de 1932. (Foto: Arquivo / AP Photo)






O Santuário de Primatas Suncoast, de Palm Harbor, Flórida, nos Estados Unidos, informou nesta terça-feira (27) que morreu aos 80 anos o chimpanzé Cheetah, que participou dos filmes de Tarzan da década de 1930.
Cheetah morreu no último sábado, véspera do Natal (24), de insuficiência renal, informou o portal de internet do Suncoast.
De acordo com entrevista da diretora do santuário, Debbie Cobb, ao “Tampa Tribune”, “Cheetah era extrovertido, gostava pintura a dedo e de ver as pessoas sorrirem”. Ela disse que o animal “parecia estar em sintonia com os sentimentos humanos”.
Cheetah foi parceiro de Tarzan a partir de 1930. Na ocasião, Tarzan era interpretado pelo americano e nadador campeão olímpico Johnny Weissmuller.
Segundo Debbie Cobb, Cheetah foi parar no santuário por volta de 1960, e estava doente desde 19 de dezembro.
Cheetah morreu aos 80 anos, de insuficiência renal. (Foto: Reprodução / Santuário de Primatas Suncoast)Cheetah morreu aos 80 anos, de insuficiência renal. (Foto: Reprodução / Santuário de Primatas Suncoast)
Leia o comunicado do Suncoast:
“É com grande tristeza que a comunidade perde um querido amigo e membro da família em 24 de dezembro de 2011. Cheetah, estrela dos filmes de Tarzan, faleceu após falência renal”.

"A vida é uma peça de teatro que não aceita ensaios... VALE A PENA LER DE NOVO...



 Charlie Chaplin.
Contribuição do meu amigo... Francisco Basso




VALE A PENA LER DE NOVO...

Eu nunca trocaria meus amigos surpreendentes, minha vida maravilhosa, minha
amada família por menos cabelo branco ou uma barriga mais lisa. Enquanto
fui envelhecendo, tornei-me mais amável para mim, e menos crítico de mim
mesmo. Eu me tornei meu próprio amigo ..

Eu não me censuro por comer biscoito extra, ou por não fazer a minha cama,
ou para a compra de algo bobo que eu não precisava, como uma escultura de
cimento, mas que parece tão "avant garde" no meu pátio. Eu tenho direito de
ser desarrumado, de ser extravagante.

Vi muitos amigos queridos deixarem este mundo cedo demais, antes de
compreenderem a grande liberdade que vem com o envelhecimento.

Quem vai me censurar se resolvo ficar lendo ou jogar no computador até as
quatro horas e dormir até meio-dia? Eu Dançarei ao som daqueles sucessos
maravilhosos dos anos 60 & 70, e se eu, ao mesmo tempo, desejo de chorar
por um amor perdido ... Eu vou.

Vou andar na praia em um short excessivamente esticado sobre um corpo
decadente, e mergulhar nas ondas com abandono, se eu quiser, apesar dos
olhares penalizados dos outros no jet set.

Eles, também, vão envelhecer.

Eu sei que eu sou às vezes esquecido. Mas há mais, alguns coisas na vida
que devem ser esquecidas. Eu me recordo das coisas importantes.

Claro, ao longo dos anos meu coração foi quebrado. Como não pode quebrar
seu coração quando você perde um ente querido, ou quando uma criança sofre,
ou mesmo quando algum amado animal de estimação é atropelado por um carro?
Mas corações partidos são os que nos dão força, compreensão e compaixão. Um
coração que nunca sofreu é imaculado e estéril e nunca conhecerá a alegria
de ser imperfeito.

Eu sou tão abençoado por ter vivido o suficiente para ter meus cabelos
grisalhos, e ter os risos da juventude gravados para sempre em sulcos
profundos em meu rosto.

Muitos nunca riram, muitos morreram antes de seus cabelos virarem prata.

Conforme você envelhece, é mais fácil ser positivo. Você se preocupa menos
com o que os outros pensam. Eu não me questiono mais.
Eu ganhei o direito de estar errado.

Assim, para responder sua pergunta, eu gosto de ser velho. Ele me libertou.
Eu gosto da pessoa que me tornei. Eu não vou viver para sempre, mas
enquanto eu ainda estou aqui, eu não vou perder tempo lamentando o que
poderia ter sido, ou me preocupar com o que será. E eu vou comer sobremesa
todos os dias (se me apetecer).

Que nossa amizade nunca se separe porque é direto do coração!

"A vida é uma peça de teatro que não aceita ensaios. Por isso, cante, dance,
ria e viva intensamente antes que a cortina se feche e a peça termine sem

aplausos." Charlie Chaplin.I.S.P.´.