sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Recado de um amigão: ...ALÔ MOÇADA...PELO SIM PELO NÃO...VAMOS BOTA FÉ.



ALÔ MOÇADA...PELO SIM PELO NÃO...VAMOS BOTA FÉ.
FIQUEM COM DEUS.
BEIJÃO.

TIÃO D'ÁVILLA

Pensando em voces!

01/09/15 16:43:53: Lourdinha: Brilho Há três coisas na vida que, quando passam, não voltam:
Marca de verificação grossa pretaO tempo
Marca de verificação grossa pretaAs palavras
Marca de verificação grossa pretaAs oportunidades




Brilho Existem, na vida, três coisas que podem levar a destruição:
Marca de verificação grossa pretaA inveja
Marca de verificação grossa pretaO orgulho
Marca de verificação grossa pretaO ódio







Brilho Ha três coisas que nunca devemos perder:
Marca de verificação grossa pretaA fé
Marca de verificação grossa pretaO amor
Marca de verificação grossa pretaA esperança



Brilho Existem três coisas de grande valor na vida:
Marca de verificação grossa pretaA humildade
Marca de verificação grossa pretaA sinceridade
Marca de verificação grossa pretaA amizade




Brilho Existem três coisas que formam o nosso caráter:
Marca de verificação grossa pretaO respeito
Marca de verificação grossa pretaO compromisso
Marca de verificação grossa pretaOs valores familiares









Brilho Existem três pessoas que te amam, mesmo que não entendas, e nunca te deixarão só:
Marca de verificação grossa pretaO PAI
Marca de verificação grossa pretaO FILHO
Marca de verificação grossa pretaO ESPÍRITO SANTO



Brilho Faço, a Deus, três pedidos para ti:
Marca de verificação grossa pretaQue te abençoe
Marca de verificação grossa pretaQue te guie
Marca de verificação grossa pretaQue te proteja



quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Terrível caracol é considerado o animal mais venenoso do mundo OSMAIRO VALVERDE ACESSOS:

Terrível caracol é considerado o animal mais venenoso do mundo 
OSMAIRO VALVERDE
ACESSOS:


Seu veneno é um coquetel de moléculas peptídicas neurotóxicas...

Vamos admitir, as conchas dos caracóis marinhos são verdadeiras  obras de arte, possuindo uma combinação de cores que hipnotiza qualquer pessoa, mas, quando estivermos falando do caracol-do-cone é melhor você correr. Pegar nele? Nem pense nisso!

Essa espécie de caracol, cujo nome científico é Connus pannaeus possui um veneno poderosíssimo formado por centenas de compostos, muitos deles encontrados até em venenos de cobra. Possui um substância que é particularmente centenas de vezes mais potente que a morfina. Pesquisas revelam que apenas uma gota do veneno desse “dócil” animal é suficiente para matar 20 pessoas adultas.
Apesar de terrível ele não é uma descoberta científica recente, a cerca de 25 anos os cientistas da Universidade de Utah isolaram a molécula do veneno desse caracol  e constataram que possuía um poder analgésico nos humanos. Os estudos não pararam por aí, esse só foi o ponta pé inicial de uma série de estudos que duraram mais de 20 anos para conseguirem sintetizar em laboratório o mesmo composto que atualmente é utilizado em um novo fármaco, chamado de Prialt (princípio ativo é a ziconotida).
Umas das grandes  vantagens desse novo medicamento é seu absurdo poder analgésico, sendo classificado como mil vezes mais potente que a morfina. O grande problema da morfina é o seu poder de viciamento por ser uma molécula opióide, derivado de ópio. Já a ziconotida não possui efeito viciante.
Muitas das moléculas que compõem o seu veneno ainda não possuem estudos que provem ou indiquem suas respectivas ações, porém, existem cerca de 6 tipos de toxinas que são bastante estudadas e suas ações no corpo humano são completamente elucidadas.

O caracol-do-cone possui um “dente” formado por quitina possuindo aspecto de um arpão cheio de microfarpas. O veneno é injetado de modo absolutamente rápido e não existe nenhuma espécie de antídoto para quem for “picado”. Foto: Reprodução/WikipédiaCommons
É importante salientar que esse veneno pode ser retirado de todos os caracóis do gênero Conus. O gene responsável pela fabricação do veneno parece ter sofrido uma mutação ao longo das gerações o que proporciona ao animal produzir suas toxinas rapidamente e com uma variedade espantosa de moléculas.

O veneno pode ser retirado dos caracóis mortos ou com o caracol vivo. O grande problema de se retirar sua glândula após a morte é que dentro dela possui uma infinidade de milhares de compostos que muitas vezes não são usados pelo caracol para matar a presa e isso dificuldade a isolação dos principais princípios ativos. Já a retirada do veneno do caracol vivo também é complicado porque não é fácil lidar com um animal grande, extremamente perigoso e que não libera as toxinas facilmente.


A ação de suas neurotoxinas nos faz pensar que suas vítimas (moluscos e peixes) não sintam dor. Como a inserção do veneno na presa é de forma rápida, paralisando-o eficazmente e, logo em seguida, a ação poderosa de seus analgésicos entram em ação, a presa poderá ser engolida e se sentir nas nuvens por estar sob ação alucinógena e analgésica. Confira no vídeo abaixo:







Vacina universal contra a gripe está quase pronta e poderia proteger contra todas as variantes do vírus...

Vacina universal contra a gripe está quase pronta e poderia proteger contra todas as variantes do vírus...



Os cientistas estão a um passo de criar uma vacina que oferece proteção contra qualquer tipo de gripe, ao longo da vida.
A “vacina universal” é o maior esforço de imunização contra a gripe, um vírus que muda de forma e mata até meio milhão de pessoas anualmente. Agora, duas equipes independentes dizem ter encontrado uma maneira de criar a vacina usando uma técnica que tem como alvo uma parte estável do vírus da gripe.
As vacinas antigripais existentes direcionam-se a uma parte do vírus que se transforma constantemente, obrigando os fabricantes de medicamentos e as autoridades de saúde a inventarem novos coquetéis todos os anos. Nos dois estudos, publicados nas revistas Nature e Science, os pesquisadores testaram novas vacinas em ratos, furões e macacos, duplicando outra parte do vírus, mais estável.
Os cientistas sabem há muito tempo que a haste da hemaglutinina – uma proteína conhecida como HA, presente na superfície do vírus – permanece praticamente a mesma, mesmo quando há alterações na ponta do vírus. Mas até agora eles não foram capazes de usar o tronco para provocar uma reação imunitária nos animais de laboratório ou humanos, para neutralizar o vírus ou permitir que o corpo ataque e destrua as células infectadas.




Em 2008, os cientistas descobriram em seres humanos anticorpos incomuns, que se ligam ao tronco de HA em muitos tipos diferentes de gripe. Os últimos dois estudos basearam-se nessa pesquisa. Uma equipe liderada por Hadi Yassine, do Centro de Pesquisa de Vacinas nos Institutos Nacionais de Saúde dos EUA, enxertou a proteína de uma nanopartícula chamada ferritina em um tronco de HA sem ponta.
O passo seguinte foi imunizar camundongos e furões, depois injetá-los com o H5N1 – gripe aviária –, que tem uma taxa de mortalidade de mais de 50% entre as pessoas, mas não é muito contagiosa. Os pesquisadores descobriram que os ratos foram completamente protegidos contra a gripe.



A maioria dos furões, que é a espécie que melhor prediz o sucesso de vacinas contra a gripe em seres humanos, não adoeceu tanto. Quando um novo lote de camundongos recebeu anticorpos de roedores que haviam sobrevivido à rodada anterior, a maioria deles também sobreviveu ao que deveria ter sido uma dose letal de gripe.
O outro estudo, liderado por Antonietta Impagliazzo, do Instituto de Vacinas Crucell, em Leiden, na Holanda, teve uma abordagem semelhante, também utilizando a criação de uma vacina de HA que provou ser eficaz em camundongos. Nos macacos, a vacina provocou um nível elevado de anticorpos e reduziu significativamente a febre e a infecção com o vírus H1N1, que é muito menos letal do que a gripe aviária, mas altamente contagiosa.





Outros cientistas não envolvidos nos estudos descreveram as descobertas como um passo importante para uma vacina universal. No entanto, eles alertaram que muito trabalho tem de ser feito, possivelmente ao longo de muitos anos, antes que uma vacina possa ser testada em seres humanos. “Esse é um desenvolvimento interessante, mas as novas vacinas precisam ser testadas em ensaios clínicos para ver se funcionam bem em seres humanos”, disse Sara Gilbert, da Universidade de Oxford, na Inglaterra, acrescentando que vai levar anos para chegar a esse ponto.
Se esse tipo de imunidade pode ser provocada, então, em teoria, uma pessoa vacinada poderia ser protegida contra qualquer vírus da gripe, incluindo vírus que ainda possam surgir de reservatórios de aves ou mamíferos", disse David Morens, conselheiro sênior do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos EUA, nos Institutos Nacionais de Saúde.




Morangos azuis geneticamente modificados podem resistir a baixas temperaturas...

Morangos azuis geneticamente modificados podem resistir a baixas temperaturas...



As indústrias genéticas responsáveis pelo desenvolvimento de Organismos Geneticamente Modificados (OGM), depois de terem projetado uma uva passa gigante e transformado uma tangerina em tangelo – um citrino híbrido –, acaba de criar um morango azul, pensado geneticamente para resistir a temperaturas de congelamento.Quando eles descobriram que o peixe-solha do Ártico produz anticongelante para proteger-se de águas congeladas, perguntaram-se o que aconteceria se introduzissem o gene que produz o anticongelante em um morango. Então, ele acabou tornando-se azul por acaso. Os pesquisadores descobriram que a planta de morango azul pode resistir a temperaturas de congelamento. Isso significa que os morangos poderiam ser armazenados por mais tempo, em freezers, aumentando a sua vida útil.



Existem opiniões conflitantes sobre o valor nutricional dos OGM. Em um portal dedicado ao desenvolvimento desses morangos, chamado StrawberryBlu, Cynthia Bu Jawdeh disse, em resposta a questões sobre a segurança dos morangos azuis: "Existem vários efeitos negativos que ainda estão sendo estudados. Alguns dos princípios básicos são a excitação de novas alergias (em resposta às novas proteínas formadas), novas toxinas produzidas por plantas que podem ter um efeito negativo sobre os seres humanos ou o ambiente, ou resistência a antibióticos, etc.”

Embora muitos consumidores estejam justificadamente desconfiados de alimentos geneticamente modificados – por falta de informação ou orientações científicas mais contundentes –, citando uma falta de regulamentação FDA, um órgão americano com o mesmo poder da ANVISA aqui no Brasil, é possível que haja um "bem maior" nas técnicas de OGM, o qual só descobriremos no futuro.

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Mergulhador registra batalha de cobra e peixe venenoso na Austrália...


Mergulhador registra batalha de cobra e peixe venenoso na Austrália...

Rick Trippe avistou uma cobra marinha enrolada no que seria um peixe-pedra; fotos viralizaram na internet.

Caso aconteceu na última quinta-feira no litoral de Darwin, no norte da Austrália  (Foto: Rick Trippe/ BBC)Caso aconteceu na última quinta-feira no litoral de Darwin, no norte da Austrália (Foto: Rick Trippe/ BBC)
Um praticante de pesca submarina australiano capturou uma bizarra batalha entre um dos peixes mais venenosos do mundo e uma cobra mortal.
O caso aconteceu na última quinta-feira no litoral de Darwin, no norte da Austrália.
Rick Trippe avistou uma cobra do mar enrolada no que seria um peixe-pedra.
As fotos da batalha rapidamente viralizaram na internet.
Em entrevista à BBC, Trippe disse que estava mergulhando perto dos destroços de um navio da 2ª Guerra Mundial no porto de Darwin quando registrou a cena incomum.
Trippe disse que aproveitou sua experiência de remover pythons de galinheiros quando retirou as estranhas criaturas da água, fisgando a cobra pela boca  (Foto: BBC World Service)Trippe disse que aproveitou sua experiência de remover pythons de galinheiros quando retirou as estranhas criaturas da água, fisgando a cobra pela boca (Foto: BBC World Service)
Trippe disse que aproveitou sua experiência de remover cobras de galinheiros para retirar as estranhas criaturas da água, agarrando a cobra marinha pela boca.
"Posso ser bobo, mas não sou louco. Sabia que aquilo era perigoso. Mas também sabia que se eu agarrasse aqueles animais, não seria mordido", disse Trippe.
"Podia ouvir o peixe reclamando; então devolvi os dois para a água, mas a cobra voltou a se engalfinhar com o peixe", disse ele.
Não se sabe o que aconteceu com os animais depois disso.
O veneno expelido pelos 13 espinhos das escamas do peixe-pedra pode matar um ser humano em duas horas se o socorro não foi imediato.
Trippe disse já ter se deparado com cenas estranhas na costa de Darwin.
Há duas semanas, ele fez parte de uma equipe que ajudou a resgatar um cavalo encontrado à deriva.

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

À primeira vista ela parece uma simples semente, mas a lista de benefícios da chia prova que ela é bem mais que isso.

À primeira vista ela parece uma simples semente, mas a lista de benefícios da chia prova que ela é bem mais que isso.


À primeira vista ela parece uma simples semente, mas a lista de benefícios da chia prova que ela é mais que isso. Além de acabar com o inchaço do corpo, combater os níveis de colesterol ruim e ajudar na prevenção da pressão alta, a semente de chia é uma aliada na hora de perder peso. 
É isso mesmo: chia emagrece!
Leia também 

Solange Frazão te mostra como perder 3kgs por semana.

Conheça produto natural a base de Chia capaz de fazer você perder peso rápido.





Chia para emagrecer

A dica é ingerir a semente cerca de 30 minutos antes das refeições.

A nutricionista Cátia Medeiros explica que a ligação da chia com a perda de peso acontece porque a semente incha e aumenta em até dez vezes seu peso ao ter contato com a água. Esse processo resulta na formação de um retículo, que dá origem a soluções de alta viscosidade responsáveis por auxiliar o funcionamento do metabolismo lipídico. “No estômago, a chia retarda o esvaziamento gástrico, ajudando a reduzir o apetite e aumentando a sensação de saciedade”, explica.

Segundo Cátia, um indivíduo em situação de obesidade apresenta um processo inflamatório que faz com que organismo retarde o envio da sensação de saciedade ao cérebro. “É aí que a chia atua. A alta concentração de ômega 3 deste alimento – 4 g da chia integral tem o mesmo valor de ômega 3 encontrado em 150 g de salmão – ajuda a diminuir o processo inflamatório celular, colaborando para a regularização dessa resposta”, afirma.




Em cada 100 g de semente existem 595 Kcal de energia, 16 g de proteínas, 44 g de carboidratos e 31 g de lipídios. A nutricionista indica a ingestão de duas colheres de sobremesa de chia diariamente. A dica é ingerir a semente cerca de 30 minutos antes das refeições. “O consumo da chia é um auxiliar no processo de perda de peso. O seu uso sem nenhuma mudança no planejamento alimentar e também sem a adoção da atividade física, não vai promover o emagrecimento esperado.”, ressalta.


Plantação de CHIA...