sábado, 20 de dezembro de 2014

Tartaruga que vive em ilha pode ser animal mais velho do planeta...

140314104133_jonathan_tortoise_624x351_bbc_nocredit[1]

Tartaruga que vive em ilha pode ser animal mais velho do planeta...

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Caranguejo Coco: maior artrópode terrestre do mundo....

127[1]

Cientistas encontram um escudo invisível, no melhor estilo Star Trek, a milhares de quilômetros da Terra...


NOTICIAS

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

As profissões mais valorizadas do momento...


As profissões mais valorizadas do momento...


profissões
A revista Exame publicou no mês de dezembro de 2013 uma lista com as 40 profissões mais promissoras para 2014. Como estamos falando de escolha da carreira, é justo que façamos uma pequena análise dessas que, segundo os especialistas, são as profissões do momento no Brasil. Como a lista da revista exame fala em carreiras, e não em cursos, vamos dissecar essas indicações para entender melhor os caminhos que você pode percorrer para chegar lá.

Formações e profissões mais procuradas

Para começar, um dado que salta aos olhos: das 40 profissões mais promissoras para 2014 listadas na reportagem, em 15 é indicado que o candidato tenha formação em Engenharia. É mais do que um terço das profissões da lista! Além disso, quatro das cinco primeiras carreiras da listagem são específicas para quem cursou engenharia: Engenheiro Civil, Engenheiro Mecânico, Engenheiro Naval para a indústria offshore e Engenheiro especializado em óleo e gás.
Logo atrás da formação em Engenharia, vem a graduação em Administração: 13 da carreiras integrantes da lista são indicadas para quem se graduou na área. Destaque também para a formação em cursos da área de tecnologia, indicados para 10 carreiras da listagem. Outra formação que se destaca é a em Ciências Contábeis, que aparece como base para 7 das 40 carreiras indicadas.
Um parênteses: Se você quis conferir os números e percebeu que a soma final é maior que 40 (o número de carreiras indicadas pela revista), não se preocupe: a soma não está errada! O fato é que, em algumas das carreiras listadas, mais de uma formação é indicada. No caso da carreira “Gerente de Suplly Chaub/operações de logística”, por exemplo, é indicada uma formação em engenharia OU administração; o que vai fazer diferença na hora da contratação é a experiência, o conhecimento do mercado e a especialização do profissional.
Voltando ao nosso tema, fica claro, por esta lista, que as profissões mais promissoras – e, por consequência, os cursos mais procurados – fazem parte de três áreas que tem absorvido grande parte da mão de obra especializada no Brasil:infraestrutura, gestão e tecnologia. Isso significa que direcionar seus estudos para uma dessas áreas (desde que você tenha perfil, é claro!) pode facilitar a conquista do primeiro emprego posteriormente. Vamos entender um pouco mais cada uma dessas áreas?

Infraestrutura

engenharia-civil
Copa do Mundo, Olimpíadas, crescimento do financiamento da casa própria, grandes obras de infraestrutura (portos, usinas, rodovias): de norte a sul do Brasil crescem os investimentos nessa área estratégica. Não é a toa que a demanda de engenheiros siga crescendo, e que os cursos de engenharia estejam nas primeiras posições entre os mais procurados nas universidades nos últimos anos.
Para se dar bem na engenharia, além da afinidade com números e cálculos, é preciso saber trabalhar bem em equipe e mostrar um perfil de gestor; não por acaso muitos cargos de direção em empresas de todos os ramos são ocupados por engenheiros. Se essa é a área que faz a sua cabeça, leia este artigo que elenca os 35 cursos de engenharia existentes no Brasil e escolha a sua!

Gestão

gestão
Uma boa gestão – seja de um negócio, dos colaboradores de uma empresa, da logística de entrega e recebimento de produtos ou dos recebimentos e pagamentos de uma indústria – é fundamental para o sucesso de um negócio. Por isso, os bons profissionais de gestão são hoje tão valorizados.
Para atuar nessa área, a maioria tem formação em Administração, Economia ou Ciências contábeis; porém, se estivermos falando em gestão de pessoas, por exemplo, uma formação em Psicologia é bem vinda. Essa é uma área que, por ser extremamente competitiva, dificilmente o profissional fica só na graduação. Nesse caso, complementar a formação com um MBA (especialização Lato Sensu mais voltada para o mercado) é fundamental. Fundamental também é o domínio de inglês e, às vezes, de mais uma língua estrangeira, dependendo da área de atuação.

Tecnologia

tecnologia-informacao-09
A previsão dos especialistas é de que o mercado de tecnologia da informação no Brasil cresça cerca de 13% em 2014 – muito acima dos 2,4% de crescimento previsto para o PIB brasileiro, por exemplo. O segmento está dentre os que mais receberão investimentos estrangeiros neste ano, o que significa, entre outras coisas, que a demanda de profissionais da área deve seguir aquecida.
Para atuar nessa área, a formação básica pode ser em Ciências da Computação ou Sistemas de Informação. Mais na frente, já no mercado de trabalho, é importante o profissional continuar se capacitando e procurar uma especialização ou um mestrado. Aqui, também, o conhecimento de uma língua estrangeira é fundamental, principalmente se você quiser aproveitar as chances que aparecem nas várias multinacionais da área presentes no país.

As 10 pessoas mais poderosas da mídia 2014...

As 10 pessoas mais poderosas da mídia 2014
O jornal The Guardian listou as 100 pessoas que mais influenciaram a mídia em 2014. Veja os dez mais:
As-10-pessoas-mais-poderosas-da-mídia-2014

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Pererecas invasoras incomodam moradores em bairro de São Paulo...

Edição do dia 14/12/2014
14/12/2014 21h11 - Atualizado em 14/12/2014 23h50

Pererecas invasoras incomodam moradores em bairro de São Paulo...


Nativas do Caribe, animais estão em época de reprodução e fazem muito barulho, acima de 50 decibéis.

Relato poe em guarda outros locais que poderão ser infestados...

Segundo


PARA QUEM QUISER VER A MATÉRIA DO FANTÁSTICO:
Entra no g1.globo.com, a direita no alto CLICA em VÍDEOS ao abrir nova página CLICA a esquerda em JORNALISMO E procura abaixo a FOTO do SAPINHO.


Quintal da casa da Marilene  Ayalla, em São Paulo, 20h30, algumas horas depois ou quase 2h. O barulho não para. “É o tempo inteiro esse barulho, de outubro a abril. É uma tragédia para quem quer descansar”, conta a psicóloga.
E quem provoca essa tragédia toda é menor do que uma moeda de R$ 0,10. As pererecas, minúsculas, estão deixando Dona Marilene desesperada. “Penetra nos ouvidos e você de repente vai se sentindo irritado, desesperançado, com raiva”, diz.
O aparelho que mede a intensidade do som registrou mais de 50 decibéis. É mais barulho até do que o permitido pela legislação em bares de São Paulo. A partir das 22h, em bairros residenciais -  o caso da Marilene - eles não podem passar de 45 decibéis.





Para fugir do barulho, o jeito é ficar trancada em casa. O Fantástico foi até a sala da casa e dava para ouvir.
Com a janela aberta, são aproximadamente 50 decibéis. Se fechar a janela dá para ouvir. Mas como dormir assim? “Tenho um monte de travesseiro. Eu deito e ponho dois assim e fico segurando”, explica a moradora.
O bairro da Marilene é na Zona Sul de São Paulo. As pererecas cantoras tomaram conta da rua. Também estão no jardim da Tereza.
Fantástico: O que esse barulho te lembra?
Tereza: Alarme disparado.
Fantástico: De carro, de casa?
Tereza: Qualquer coisa, porque é um som meio metálico. Você percebe que o som é bem agudo.
As pererecas começaram a aparecer no bairro há uns quatro anos. Os moradores reclamaram e um zoólogo que estuda anfíbios há mais de 30 anos foi chamado e descobriu que as pererecas são invasoras, vieram do Caribe.
“Elas são nativas das Antilhas e elas já invadiram outras regiões. A última invasão registrada é aqui na cidade de São Paulo. A minha impressão é que isso aqui foi trazido acidentalmente em plantas ornamentais”, explica Celio Fernando Baptista Haddad.
A espécie é chamada de perereca assobiadora, e o som tem um motivo: é tudo em nome do amor. “Todo esse barulho é produzido pelo macho dessa espécie, a fêmea é muda. É o macho que tem o papel de coaxar para atrair a fêmea da sua espécie”

“Infelizmente não é uma bela sinfonia, é bem desagradável”, lamenta Tereza.
Pior que essa sinfonia vai até o ano que vem. O período de reprodução começou em outubro e termina só em abril. O zoólogo diz que os quintais já estão tomados por milhares de pererecas. Se não forem controladas, elas podem se espalhar por outros bairros da capital. Foi assim com o caramujo gigante africano. “Ele foi introduzido no Brasil mais ou menos no final da década de 80 como uma segunda fonte de escargot. A Anvisa notou que esse animal não era para consumo humano e mandou recolher e a pessoa que fez introdução desse animal não soube fazer o descarte, descartou na natureza. E eles se reproduzem muito rápido”, diz o diretor de Vigilância Sanitária do Guarujá, Marco Antonio Chagas.
Ficou incontrolável.
“Hoje no país nós temos 23 estados já com proliferação de caramujos”, ressalta.
Nesta semana, eles voltaram a aparecer no Guarujá, litoral de São Paulo. “Depois dessas chuvas que tiveram. Chuva forte. No dia seguinte, a gente percebeu que tinha muitos em cima do muro. Tirei todos do ninho e joguei sal”, conta o analista financeiro Santiago Aparecido Pereira de Lima.
O caramujo pode causar meningite e perfuração intestinal, uma ameaça que não existe com as pererecas do Caribe. Elas não trazem risco à saúde.
E se quase todos os moradores da vizinhança estão irritados, tem gente que está se divertindo. Caio, Tiago e Lucas passam horas atrás das pererecas. “Você ouve o barulho lá onde você está você descobre onde você está. E aí você pega naturalmente”, conta um dos meninos.
“A gente guarda e depois solta de novo no quintal”, conta o menino.
Apesar da alegria do trio, o zoólogo diz que as pererecas precisam ser exterminadas: “Tem que matar, ele é uma praga, as pessoas as vezes ficam com dó, mas ele não é nativo, é uma espécie invasora. O som que ela emite pode interferir no som de uma espécie nativa. Então a fêmea da espécie nativa pode não conseguir encontrar o macho da sua própria espécie e não se reproduz”.
A Secretaria do Verde e do Meio Ambiente de São Paulo disse em nota que a gestão da fauna silvestre, no estado de São Paulo, é atribuição do governo estadual e que a prefeitura comunicou o governo para que a perereca fosse incluída na lista de espécies invasoras. A Secretaria Estadual do Meio Ambiente informa que não recebeu nenhum pedido sobre o caso e que está à disposição para tentar resolver o problema.
Marilene espera uma solução e sonha com o silêncio. “Eu queria voltar a ter minhas noites de sono que eu tinha. Eu moro há 35 anos nessa casa”, diz.

Para ver tudo...coloque o linque abaixo no seu navegador: 

http://g1.globo.com/fantastico/noticia/2014/12/pererecas-invasoras-incomodam-moradores-em-bairro-de-sao-paulo.html

Enquanto isso não acontece, o trio de caçadores segue se divertindo com as perereca..


domingo, 14 de dezembro de 2014

As Últimas Palavras de Estêvão... O incompreendido. (apedrejado por isso)...

As Últimas Palavras de Estêvão... O incompreendido. (apedrejado por isso)...
Estêvão é lembrado como o primeiro de muitos mártires no reino de Jesus Cristo. Ele entrou na história em Atos 6 e foi apedrejado no capítulo seguinte. O nome dele aparece apenas 10 vezes, todas no livro de Atos. Embora o tempo dele no palco da história tenha sido pouco, a importância da vida desse servo não deve ser subestimada. Ele mostrou características essenciais de um discípulo verdadeiro do Senhor.



Escolhido para servir na igreja de Jerusalém...

O nome de Estêvão se encontra pela primeira vez na lista de sete servos escolhidos pela igreja em Jerusalém (Atos 6:5). Esses homens foram encarregados do cuidado das viúvas na igreja. Eles se preocuparam diariamente com a alimentação dessas mulheres, assim deixando os apóstolos livres para cumprir suas responsabilidades espirituais. Estêvão já havia demonstrado o fruto do Espírito Santo na sua vida, e, depois da imposição das mãos dos apóstolos, ele realizou grandes milagres e pregou poderosamente a palavra de Deus (Atos 6:6-10).


Local em que Estevão foi apedrejado em JERUSALEM...

Pela vida desse homem entendemos que o serviço do cristão inclui diversos tipos de serviço. Estêvão pregou bem, mas ele também demonstrou bondade em relação às pobres viúvas. Jesus interrompeu seu ensinamento da palavra do Pai para dar atenção às crianças, ensinando uma importante lição para os seguidores dele.

Nós, como os apóstolos, devemos dar prioridade no nosso serviço no reino de Deus (veja Atos 6:2-4). Precisamos aprender a lição que Jesus ensinou a Marta (Lucas 10:38-42). Mas, jamais podemos fazer a vontade de Deus e esquecer das pessoas carentes ao nosso redor. O servo verdadeiro de Deus se preocupa com viúvas, crianças e pobres (veja Mateus 25:31-46).

Pregador corajoso...

Quando o trabalho de Estêvão ficou conhecido, algumas pessoas se levantaram contra esse servo (leia Atos 6:8-14). Discutiam com ele, mas não conseguiam resistir seu ensinamento. Estêvão pregava a verdade, mas esses homens não tinham a humildade bastante para admitir seus próprios erros. Ao invés de aceitar e apoiar o trabalho desse servo, os homens usaram táticas desonestas para o opor. Subornaram falsas testemunhas para provocar uma reação popular contra Estêvão.

Como vamos ver ainda em nosso estudo, Estêvão não desistiu quando enfrentou esses desafios e as táticas carnais de homens. Ele continuou pregando a mesma mensagem, independente do custo pessoal. Os homens podiam prender e até matar o servo, mas jamais venceriam o Senhor dele. Do exemplo dele, compreendemos melhor a importância de ser corajosos em manter convicções baseadas na palavra de Deus. Não devemos defender nossas próprias opiniões ou preferências, mas nunca devemos abandonar a verdade para agradar a homens (Romanos 14:19; Gálatas 1:10-12).

Qualquer pessoa que se mostra fiel no reino de Deus sofrerá perseguição (2 Timóteo 3:12). Não devemos nos estranhar quando homens carnais criticam ou procuram destruir o nosso trabalho. Ao mesmo tempo, não devemos imaginar que estejamos certos somente porque outros nos perseguem. A perseguição, por si só, não prova que alguém esteja servindo ao Senhor. Falsos professores, também, podem ser rejeitados e maltratados. O único padrão que podemos usar para avaliar nosso próprio trabalho ou o trabalho de qualquer outro é a palavra revelada por nosso Deus nas Escrituras. É essa palavra que nos julgará (João 12:47-50).

Os temas da defesa...

A defesa de Estêvão em Atos 7 é uma das mais belas pregações relatadas no livro de Atos. Sua beleza não está em palavras suaves. Estêvão não lisonjeou seus ouvintes, nem contava piadas ou histórias pessoais para os divertir. A beleza dessa mensagem vem da sua fidelidade à verdade em responder com a verdade às idéias erradas dos ouvintes. Estêvão não ganhou nenhum concurso de pregadores que mais agradam às pessoas, mas ele pregou a palavra habilmente.

Mesmo quando sua vida estava em jogo, Estêvão não perdeu tempo com defesas pessoais. O seu Senhor era muito maior do que o humilde servo, então ele defendeu o evangelho de Jesus. As acusações contra Estêvão atingiram dois pontos doutrinários: 1. a importância do santo lugar (o templo em Jerusalém) e 2. a posição da lei do Antigo Testamento depois da morte de Jesus. Em ambos os casos, eles distorceram a mensagem que ele pregou, mas abriram a porta para o evangelista esclarecer a verdade sobre a salvação em Cristo. Além dessas acusações, houve mais uma questão implícita na controvérsia: eles estavam rejeitando um servo escolhido por Deus.




Estêvão, guiado pelo Espírito Santo, tratou desses três temas no desenvolvimento de sua mensagem. Ele mostrou que a comunhão com Deus não dependia de lugar, assim respondendo às acusações sobre o templo. Ao mesmo tempo, ele mostrou que Deus mantinha comunhão com várias pessoas que não guardavam a lei dada aos israelitas no monte Sinai. Nos exemplos que ele citou, Estêvão mostrou que muitos homens rejeitados pelos homens foram escolhidos por Deus, assim reprovando o tratamento de Jesus e dele mesmo pelo povo de Jerusalém.

Quando o servo de Deus responde às perseguições, ele deve sempre aproveitar a oportunidade para ensinar sobre a palavra de Deus. As perguntas e até as acusações de homens abrem portas para ensinar sobre nosso Senhor e Salvador (1 Pedro 3:13-17).

Os exemplos citados...

Na sua defesa, Estêvão seguiu o mesmo princípio que percebemos no trabalho de Jesus, Pedro, Paulo e outros grandes pregadores. Ele começou onde os ouvintes estavam, e procurou trazê-los à verdade. Jesus pregava assim. Com a samaritana, ele começou com água (João 4:1-30). Com os saduceus, ele trabalhou dentro dos livros que eles reconheciam, os primeiros cinco livros do Velho Testamento (veja, por exemplo, Mateus 22:23-33). Pedro começou com profecias do Velho Testamento (Atos 2:16) e com Abraão, Isaque e Jacó (Atos 3:13). Filipe começou com Isaías, onde o eunuco estava lendo (Atos 8:35). Paulo começou com as imagens dos atenienses (Atos 17:22-23). 





Semelhantemente, Estêvão pregou aos judeus (pessoas que seguiam a lei dada no monte Sinai) usando diversos personagens do Antigo Testamento. Cada exemplo serviu para reforçar seus temas principais. Veja na tabela abaixo como ele desenvolveu esses temas.

Uma vez que Estêvão citou todos esses exemplos históricos, a conclusão foi óbvia. Da mesma forma que outros servos escolhidos por Deus foram rejeitados no passado, os judeus em Jerusalém haviam rejeitado Jesus. Na conclusão da defesa, Estêvão não procurou se justificar, nem tentou agradar aos ouvintes. Ele falou a verdade, custa o que custar: "Homens de dura cerviz e incircuncisos de coração e de ouvidos, vós sempre resistis ao Espírito Santo; assim como fizeram vossos pais, também vós o fazeis. Qual dos profetas vossos pais não perseguiram? Eles mataram os que anteriormente anunciavam a vinda do Justo, do qual vós agora vos tornastes traidores e assassinos, vós que recebestes a lei por ministério de anjos e não a guardastes" (Atos 7:51-53). Como o Senhor morreu, o servo também chegou ao fim da vida aqui. Estêvão foi apedrejado.


O exemplo de Estêvão nos desafia ainda hoje. Numa época que até muitos cristãos fogem de qualquer crítica, a coragem de Estêvão serve para nos encorajar. Quando temos convicção da verdade, devemos falar e defender o nome do nosso Senhor.


Um jovem com convicções fortes...

Um jovem chamado Saulo participou quando Estêvão foi morto. Ele mostrou, nos dois capítulos seguintes, que também tinha convicções fortes. Ele opunha tudo que Estêvão defendia, achando que os cristãos realmente mereciam a morte. Não entraremos na história da conversão de Saulo, mas anotaremos um ponto importante. O fato de alguém ser convencido e zeloso não é prova de que esteja certo. Estêvão e Saulo eram igualmente convictos de suas respectivas doutrinas, mas um dos dois estava totalmente errado. Pela graça de Deus, Saulo não morreu no mesmo dia. Pela longanimidade do Senhor, a ele foi concedido tempo suficiente para aprender a verdade e se arrepender.

Conclusão...

Temos poucas informações sobre a vida de Estêvão. Um homem bom e dedicado perdeu a sua vida por causa do evangelho. Mas desse pequeno relato, podemos aprender muito. Considere estas lições da vida e da morte de Estêvão: 1. Deus sempre é o mesmo.2. Deus sempre quer a fé obediente. 3. Homens maus rejeitam Deus e seus servos. 4. Devemos pregar Jesus crucificado (1 Coríntios 2:2). 5. Devemos pregar o que os ouvintes precisam, não o que eles querem ouvir (2 Timóteo 4:1-5).

Estêvão nos mostra que a palavra de Cristo é mais importante do que a nossa própria vida, ilustrando bem o princípio que Jesus ensinou: "Quem acha a sua vida perdê-la-á; quem, todavia, perde a vida por minha causa achá-la-á" (Mateus 10:39).

- por Dennis Allan.. eDIÇÃO  JO/ELI...