sábado, 11 de outubro de 2014

O mapa de Piri reis é um dos "mapas baseado em uma coleção de mapas antigos mundiais" Perfeição assustadora e real, muito valor histórico...

O Misterioso e Incrível Mapa de Piris Reis


Atendendo a Pedido:
O Misterioso e Incrível Mapa de Piris Reis   


O mapa de Piri reis é um dos "mapas baseado em uma coleção 

de mapas antigos mundiais" Perfeição assustadora e real, muito 

valor histórico...

















O mapa de Piri Reis data de 1513 e é o primeiro mapa antigo a mostrar as Américas.
O mapa de Piri Reis mostra a costa ocidental da África, a costa oriental da América do Sul e a costa norte da Antártica. O litoral norte da Antártica é perfeitamente detalhado. 
O mais enigmático não é o fato de como Piri Reis conseguiu desenhar o mapa da região da Antártica tão preciso a 300 anos antes de ter sido descoberta mas o fato de que o mapa mostra hoje o litoral coberto por gelo.O mapa de Piri Reis foi feito pelo almirante Turco Piri Ibn Haji Mehmed. Reis quer dizer almirante e sua paixão era a cartografia. Devido ao seu alto escalão dentro da marinha turca isto lhe permitiu ter um acesso privilegiado na Biblioteca Imperial de Constantinopla.

O mapa ficou perdido por muito tempo e só foi redescoberto em 1929 por um grupo de historiadores que trabalhavam no harém do Palácio de Topkapi em Istambul. Ha muitas dúvidas a respeito deste mapa por causa dos seus impressionantes detalhes. Algumas pessoas acreditam que o mapa é tão perfeito que só poderia ter sido feito com a ajuda de fotografias tiradas de altitudes muito altas.O mapa de Piri Reis não foi feito como mapas modernos com linhas horizontais e verticais tendo como propósito a localização, mas foi feito com uma série de círculos e linhas que se irradiam. O propósito era guiar os navegantes de porto a porto e não com o objetivo de localização. Isto faz com que seja mais difícil comparar as características do mapa de Piri Reis com mapas modernos. Alguns achados raros sobre o mapa:
O mapa mostra que o seu autor sabia a circunferência precisa da Terra.
O litoral e a ilha que são mostradas na parte onde se localiza a Antártica deve ter sido navegadas em algum período antes de 4.000 A.C. quando estas áreas ainda não estavam cobertas com gelo.
O mapa de Piri reis é um dos "mapas mundiais" mas antigos a mostrar as Américas  Estudos sugerem que o mapa mostra latitudes precisas do litoral da America do Sul e da costa africana - 21 anos depois das viagens de Colombo! Piri Reis descreveu com seu próprio punho como ele fez o mapa baseado em uma coleção de mapas antigos e complementada por mapas que foram feitos por Colombo. Isto sugere que estes mapas antigos estariam disponíveis a Colombo e poderiam ter sido a base de sua expedição.
O "centro" do mapa de Piri Reis é a cidade de Alexandria - centro cultural e onde ficava localizada a maior e a mais antiga biblioteca do mundo até sua destruição por invasores Cristãos.

Descrições de Piri Reis no mapa indicam que alguns dos seus mapas fontes datam do tempo de Alexandre o Grande (332 A.C.). O mapa de Piri Reis possui também várias notas. Estas notas vão desde a descoberta de Colombo até monstros marítimos. Algumas notas interessantes:
"Este país é inabitado. A população inteira anda nua."
"Esta região é conhecida como a vila de Antilia. Está localizada onde sol se põe. Eles dizem que há quatro tipos de papagaios: branco, vermelho, verde e preto. As pessoas comem a carne dos papagaios e enfeitam suas cabeças com suas penas. Há uma pedra aqui. A pedra é preta. As pessoas a usam como um machado."

"Este mar é chamado de Mar Ocidental, mas os marinheiros o chamam de Mare d'Espagna. Que significa Mar da Espanha. Até agora este mar era conhecido por este nome, mas Colombo que navegou por este mar e fez várias ilhas conhecidas juntamente com os portugueses que navegaram pela região de Hind concordaram em dar a este mar um novo nome. Eles deram o nome de "Ovo Sano" [Oceano] quer dizer ovo são. Até então se pensava que o mar não tinha fim ou limite e que o seu fim estava localizado na escuridão. Agora eles descobriram que este mar tem uma costa, porque ele é como um lago e portanto eles o chamaram de Ovo Sano."
"Neste ponto há bois com um chifre e também monstros nesta forma."
O mapa de Piri Reis está no Palácio de Topkapi mas não fica em constante exposição. Este mapa tem grande valor para a Turquia e para o mundo.

Terra Oca...É possível que a Terra seja Oca? Que exista uma civilização subterrânea? Tire suas dúvidas...

Os Nazistas e a Terra Oca



O que sabiam os nazistas? O que queriam nos pólos? Vídeos que apresentam evidências de que algo de estranho aconteceu. 
A polêmica continua. É possível que a Terra seja Oca? Que exista uma civilização subterrânea?








sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Cientistas divulgam primeira fotografia de um organismo extraterrestre e provam a existência de vida fora da Terra...

Uma equipe de pesquisadores da Universidade de Sheffield e do Centro de Astrobiologia da Universidade de Buckingham, no Reino Unido, revelou para o mundo uma fotografia inquietante de um organismo misterioso. Ele teria sido submetido a várias análises, que o indicaram como o primeiro indício inequívoco da existência de vida extraterrestre. Trata-se de uma pequena estrutura denominada “partícula do dragão”, com um comprimento que não passa de 10 micrometros e que, segundo seus descobridores, representa uma “entidade biológica”, composta por carbono e oxigênio, elementos primordiais para a vida.
Eles chegaram à partícula por meio de um balão aerostático, que foi enviado à estratosfera, a 27 km acima da atmosfera terrestre, com o objetivo de coletar substâncias espaciais durante uma chuva de meteoros. Os especialistas descartam qualquer possibilidade de esta partícula ter chegado ao espaço através de nosso planeta. Eles acreditam que ela tenha surgido em algum outro lugar do universo.
Milton Wainwright, um dos responsáveis pela pesquisa, afirmou que essa descoberta não apenas prova a existência de formas de vida de outros planetas, mas também que organismos alienígenas caem bastante sobre nosso planeta. “A análise científica da estrutura mostra que ela é feita de carbono e oxigênio e não há possibilidades de ser um detrito cósmico ou vulcânico ”, disse Wainwright, que, no entanto, ainda tem dúvidas se este é um organismo singular ou se é parte de outro organismo maior. “Essas descobertas poderiam alterar para sempre nossa percepção da vida e da evolução da Terra. Será necessário reescrever nossos livros de biologia”, ele acrescentou.
Fonte: Express 

Velhinho com Alzheimer comprando remédio na farmácia!...



Velhinho com Alzheimer comprando remédio na farmácia!







O amor supera todas as barreiras! Tenha paciência com quem tanto precisa!





Direto das "Mil e UMA NOITES" noites ISTAMBUL Bazar Egípcio ou Bazar de Especiarias (Misir Çarsisi)...

Mercado ou Bazar das Especiarias...

Bazar Egípcio.

Mercado ou Bazar das Especiarias, ou Bazar Egípcio (em turcoMısır Çarşısı) é um dos bazares mais antigos e maiores da cidade turca de Istambul, apenas sendo ultrapassado em dimensões pelo Grande Bazar.nt 1 Está situado no bairro de Eminönüdistrito de Fatih, junto à Mesquita Yeni, da desembocadura do Corno de Ouro, daPonte de Gálata e próximo da Estação de Sirkeci.


Bazar Egípcio ou Bazar de Especiarias (Misir Çarsisi)
Bonde Eminönü

Bazar das Especiarias está diante da Mesquita Nova, numa praça infestada de pombos,  repleta de vendedores ambulantes, e de frente para aPonte de Gálata.


O nome Bazar Egípcio deriva de sua antiga associação com a ‘Caravana do Cairo’, uma frota de navios que, anualmente, trazia arroz, café e incenso do Egito, e sua principal fonte de recursos foi justamente a dos impostos que incidiam e eram cobrados sobre as mercadorias provenientes daquele país.  Foi construído entre 1663-1664 e tem aproximadamente 80 lojas. 


Difere bastante do Grande Bazar em tamanho e em alguns produtos que comercializa, ainda que haja algumas similaridades. Sua planta tem a forma de um ‘L’ invertido coberto por cúpulas.  Tem seis portões de entrada em diferentes direções...e gente prá todos os lados!


Vá munido de muita paciência porque está sempre lotado. Apesar do sufoco na hora das compras gostei mais dele do que do Grande Bazar, por ser menor e mais fácil de andar e se localizar, mais barato, acho que é mais autêntico e oriental, assim como seu entorno, muito mais interessante. Além disso, o exótico aroma de seus corredores, por causa das especiarias, é delicioso!


Aqui, podem-se apreciar uma infinidade de especiarias, ervas medicinais, cosméticos naturais, perfumes e essências, chás, frutos secos, mel, geléias, temperos, queijos turcos e doces típicos como olokum. , e é legal pela variedade de produtos e pelas provinhas que os vendedores oferecem.



Também existem outras lojas, como no Grande Bazar, que vendem lembrancinhas, cerâmicas, pashiminas, e até jóias.


Vá ao Erzincanlılar (loja 2), para provar deliciosos favos de mel e o queijo curado turco . Vale a pena também conhecer a Pinar (loja 14) com seus simpáticos vendedores, e que tem um excelente lokum.Delícia!

Loja Pinar e vendedor ao lado do famoso lokum. Para vender ele arrisca um "portunhol"

E não deixe de parar na Malatya Pazarı para comprar pistache, pinhole, tâmaras enormes, nozes, amoras cobertas com mel, figos secos recheados com nozes, chás de uma infinidade de sabores, temperos e outras delícias.


Depois de perambular pelo Bazar das Especiarias, e se ainda tiver fôlego, vale pegar o bonde e seguir até a próxima estação e dar uma olhada na antiga Estação Sirkeci.


Quando ficou pronta, em 1881, era um charmoso terminal para trens vindos da Europa, inclusive o elegante Expresso do Oriente. O cartaz abaixo, que peguei no Wikipédia, dá uma idéia do glamour da época. 


A fachada que dá para as ruas está desfigurada porque a estação foi relegada a terminal de ônibus, mas a que dá para o mar mantém sua grandeza. Infelizmente passamos por lá quando já estava fechado e não pudemos ver o restaurante que continua intacto. 


Passar por essa estação de trem e imaginar o glamour da época faz sonhar com as mil viagens que ainda gostaria de fazer. Quem sabe...



terça-feira, 7 de outubro de 2014

Após mais de um século, identidade de Jack o Estripador é finalmente revelada...

SENSACIONAL!!!Escute aqui uma das músicas mais antigas do mundo. Pesquisadores encontram partitura de uma canção de mais de três mil anos...

"Hurrian Hymn No. 6" (c.1400 B.C.E.) Ancient Mesopotamian Music Fragment


NOTICIAS

Cientistas descobrem existência de água em pequeno planeta fora do Sistema Solar...

Até hoje, os cientistas haviam tentado, sem sucesso, analisar a atmosfera de outros quatro exoplanetas de tamanho similar ou menor que Netuno...




02 de Outubro de 2014




NOTICIAS

Pesquisadores afirmam que um novo planeta Terra pode estar se formando...


NOTICIAS

O BÓSFORO E OS PALÁCIOS DE ISTAMBUL: BEYLERBEYI / DOLMABAHÇE


Tive a honra de estar por la em 2013!
Estreito do Bósforo é um canal de 36 km que divide a



O Estreito de Bósforo visto por satélite

O Estreito de Bósforo separa o lado asiático, residencial, do lado europeu de Istambul. O lado europeu é dividido pelo braço de mar chamado Chifre de Ouro. Ao sul, fica o distrito dos Bazares e o bairro antigo e turístico de Sultanahmet. Ao norte, Beyoglu (bei-ô-lú) e Taksim, a parte moderna, centro financeiro da cidade. Esta foto foi feita por mim quando visitava o palácio em ISTAMBUL...






Eu abaixo  ao Cair do Sol em Istambul, Mar de Mármara. Estreito do Bósforo é um canal de 36 km que divide a Europa e a Ásia, e o trecho com a menor largura, que tem 700m, é onde ficam as duas fortalezas que guardavam Constantinopla. O Bósforo é utilizado para navegação de petroleiros, navios de carga e passageiros, e conecta o Mar Negro com o Mar de Mármara.
Mar de Marmara e do Mar Egeu, liga as terras da Ásia e Europa mediante o Estreito de Bósforo.
 — emAmsterdan -Holanda - ISRAEL -.


Foto minha tirada por um amigo de viagem!
Europa e a Ásia, e o trecho com a menor largura, que tem 700m, é onde ficam as duas fortalezas que guardavam Constantinopla. O Bósforo é utilizado para navegação de petroleiros, navios de carga e passageiros, e conecta o Mar Negro com o Mar de Mármara. A linda foto abaixo, tirada por satélite em 2004 pelo Observatório  da NASA, mostra bem como é esse famoso estreito.


Um programa indispensável em Istambul é o cruzeiro pelo Bósforo. É possível fazer esse cruzeiro por 2 ou 6 horas, pegando um dos ferriespúblicos que saem do porto de Eminönü (em frente ao Bazar das Especiarias).


No passeio de 6 horas o barco faz paradas em 6 portos dos lados asiáticos e europeus até a parada final em Anadolu Kavaği, na parte asiática, onde o barco fica por três horas e os turistas aproveitam para almoçar e conhecer o castelo de Anadolu no alto de uma colina de onde se avista o Mar Negro. Mas quem viaja com o pacote básico de passeios, provavelmente já o terá incluído em sua programação. Esse foi o nosso caso, e o passeio de dia inteiro foi realizado na ida de ônibus, com algumas paradas para visitação e almoço, e apenas na volta fizemos o trajeto de barco no Bósforo até Eminönü, onde chegamos com uma linda vista da cidade ao entardecer.


Na primeira parte de nosso passeio fizemos algumas paradas para apreciar a vista do Bósforo, mas a visitação mais interessante foi aoPalácio de Beylerbeyi (Beylerbeyi Saray), que foi construído em estilo europeu entre  1861-1865 pelo sultão Abdulaziz (é uma cópia em escala menor do Palácio Dolmabahçe), e se encontra na parte Asiática de Istambul, na margem do Bósforo.





Este era o palácio de verão dos sultões e por isso não existe  aquecimento em seu interior, as paredes são construídas de madeira, o chão é rusticamente coberto de uma palhinha egípcia, e não tem sequer uma cozinha própria, pois a comida era trazida do lado europeu de barco.


Sua fachada foi construída na face noroeste, o que faz com que seja mais fresco no verão já que recebe pouca luz solar direta. Ao redor do palácio uma área de 160.000  incluía área para caça, um zoológico e o jardim continha plantas de todo o mundo. Hoje esse jardim possui um agradável café para os turistas.








Os portões laterais de ferro são magníficos. Eles dão passagem para o cais, onde as embarcações antigamente paravam para abastecimento do palácio e transporte do sultão e seus convidados.






O video abaixo dá uma idéia de como é estar no cais à beira do Bósforo antes de entrar pelos portões laterais do palácio.


Apesar de ser utilizado apenas em algumas épocas do ano pelo sultão, esse palácio é muito luxuoso. São 2 andares com 24 quartos e é repleto de vasos e lustres de cristal em seus 6 salões enormes ricamente decorados. Infelizmente fotos de seu interior são proibidas, mas não resisti em mostrar o luxo de um de seus salões mais bonitos, o salão de festas, e então busquei a foto abaixo aqui


Após a visita ao palácio, a parada para o almoço foi feita no lindo prédio doFuat Paça Hotel, que era um pequeno palácio que pertenceu a Kececizade Mehmed Fuat Pashaum importante ministro do império otomano no reinado do sultão Abdülaziz. 


Os salões são elegantes e o nosso almoço foi servido numa varanda envidraçada, um local muito agradável.




A refeição foi um tipo de mezze com pequenas porções de pratos típicos turcos. Muito bom!


Depois do almoço fizemos o retorno de barco pelo Bósforo. É um passeio muito bonito, e aproveitar a linda paisagem saboreando o tradicional chá turco servido no convés de um barco no estreito do Bósforo é delicioso!




Ao longo das margens do Bósforo pode-se apreciar uma maravilhosa mistura de passado e presente em suas construções. Há desde palácios e fortalezas às típicas yalis (casas de madeira, tradicionais tanto na arquitetura quanto na construção), mansões e monumentos, mesquitas e hotéis luxuosos.



Quase todas as casas têm ancoradouros com barcos privados e algumas têm piscinas, pois muitas são residências de verão, altamente valorizadas. 







Várias construções chamam a atenção. Uma delas é o Palácio Küçüksu  construído em estilo barroco e rococó do século XIX. 


Concluído em 1857, este pequeno palácio era usado pelos sultões para curtas estadas durante excursões ao campo ou expedições de caça, e por isso o palácio não incluía quartos no seu projeto original. Mais tarde, várias salas foram convertidas em quartos, quando foi usado para hospedar convidados do sultão e dignitários.




Mesquita de Ortaköy não é grande como as demais, mas é linda por estar localizada à beira do Bósforo. Essa mesquita foi danificada várias vezes por causa de terremotos e por estar em solo frágil devido à proximidade do mar.



Uma construção impressionante é o Palácio de Ciragan, que hoje é um hotel 5 estrelas. Ele foi construído pelo Sultão Abdulaziz e, embora ele não tenha usado muito o palácio, pois se matou com uma tesoura em um dos aposentos, este serviu de prisão para o seu sucessor Sultão Murat V que era mentalmente doente e  foi deposto depois de 93 dias de reinado. 


O palácio também serviu de Câmara dos Deputados e Senado em 1908, mas foi destruído em 1910 por um fogo suspeito. Em 1986, após uma restauração, partes da construção original foram incorporadas ao luxuoso edifício de 315 quartos.


O atual Hotel Ciragan Palace Kempinski possui um serviço hoteleiro impecável, além do charme de ser vizinho de um dos mais belos  palácios de Istambul. Tem uma arquitetura imperial, escadarias e candelabros imponentes, possui uma piscina interior aquecida, piscina exterior, e um completo spa, incluindo um hammam. Apenas 12 suítes ficam no palácio propriamente dito, junto com os restaurantes e as áreas públicas. Todos os outros quartos ficam no anexo. Possui diversos restaurantes e lojas, e recebe ilustres hóspedes com diárias altíssimas. Foi lá que a famosa apresentadora americana Ophra Winfrey, em junho de 2009, fez uma festa para sua comitiva de 1.600 pessoas entre familiares e amigos, que com ela    fizeram um cruzeiro de 10 dias pelo Mediterrâneo a bordo do luxuoso navio Norwegian GemApenas como curiosidade: essa viagem custou cerca de U$5400 por pessoa, um total inacreditável de U$8.6 milhões !!!! Não dá para acreditar, mas a notícia é verdadeira, saiu em vários jornais na Turquia. Mas vamos voltar ao nosso modesto mundo real...

Sem dúvida a visão do Palácio Dolmabahçe rouba a cena! É majestoso, fantástico, e retornamos outro dia para conhecê-lo de perto.



Esse palácio otomano foi construído entre 1843 e 1856 no declínio do Império Otomano, na tentativa de trazer de volta o prestígio que o império vinha perdendo. Os sultões acharam que a melhor maneira para isso seria seguir o estilo europeu e então o sultão Abdülmecid Icontratou uma família armênia chamada Balyan para construir um palácio de mármore luxuoso e ricamente decorado.


O palácio se encontra no bairro de Besiktas, na margem do Bósforo, e é imenso. Chegar lá é muito fácil: é só pegar o trem (tramvay) até a estação Kabatas e de lá seguir a pé na mesma avenida, margeando o Bósforo, até a entrada principal do palácio. Para visitá-lo, e não pagar caro por isso nas agências de viagem, a dica é chegar bem cedo, antes que os ônibus de excursões cheguem e as filas fiquem enormes. Foi o que fizemos: chegamos por volta das 8:30 horas (abre à 9:00 horas) e compramos nosso ingresso sem problemas. Tudo é bem organizado e um guia do palácio acompanha os visitantes, mostrando e explicando com eficiência todas as áreas internas visitadas. A entrada onde se compra o ingresso é uma estrutura enorme e já dá idéia da grandiosidade do palácio. 



E já na entrada tivemos a oportunidade de ver a guarda do palácio em formação.


A torre do relógio é linda e imponente.


A segunda entrada vista pelo lado de dentro.


Os jardins do palácio são muito bonitos e enormes já que o palácio foi construído numa área de 200.000 m², assim como é linda a vista dos portões laterais que se abrem para o Bósforo, e serviam antigamente como passagem até as embarcações ali fundeadas.